Justin Kim, o primeiro modelo coreano no American Next Top Model

Após 21 temporadas, o programa da TV americana America’s Next Top Model finalmente recrutou o primeiro modelo masculino descendente de coreanos, e seu característico eye smile (sorriso com os olhos) fará a apresentadora Tyra Banks se orgulhar.
Nascido em Springfield, no estado da Virginia, Justin Kim de 23 anos e com mais de 1,80m de altura, já possui bastante seguidores em seus perfis de redes sociais devido a sua maravilhosa aparência. O modelo coreano-americano já tem mais de 10 mil seguidores no instagram e faz apenas uma semana desde que a 22ª temporada do programa estreou. De acordo com Model Mayhem, um popular site de modelos, Kim possui muita experiência em editoriais, eróticos, fitness, moda praia e modelo promocional.
Em uma entrevista com DCW Television, Kim admitiu que assistiu apenas as duas últimas temporadas de ANTM e nunca pensou que realmente conseguiria participar do programa. Enquanto modelar não é uma carreira comum para muitos asiáticos americanos, Justin disse que recebeu muito apoio de sua família desde cedo.
Alguns Asiáticos Americanos, como eu mesmo, vêm de uma cultura conservadora em termos de profissão e carreira que querem seguir”, ele disse. “Felizmente para mim, meus pais me apoiaram muito em tudo que eu escolhi fazer.
Sobre ser recrutado para o ANTM, Kim também disse que espera quebrar o esteriótipo sobre asiáticos americanos serem baixinhos e não atraentes.
Essa não é a primeira vez que um modelo asiático participou do programa American Next Top Model. Durante a 21ª temporada, o modelo mestiço malaio Adam Smith se tornou o primeiro modelo masculino asiático-americano a participar do show e seguiu até a semi final realizada em Seul. Outras modelos coreanas no programa incluem Gina Choe (sexta temporada) e  Jennifer An (décima terceira temporada).
Uma foto publicada por Justin Kim (@seoulful_j) em
Artigo por Reera Yoo do IAMKOREAM
Tradução e adaptação por Caroline Akioka
Não retirar sem os devidos créditos.
Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.