Mês: abril 2016

[ENTREVISTA] Vampiros, lobisomens e um sacerdote, batemos um papo com o VAV


O VAV debutou no Halloween de 2015 com um conceito “dark” e misterioso, que logo conquistou o coração de fãs em perímetros muito além da Ásia. O grupo contou, com exclusividade à KoreaIN, as ideias por trás do conceito, futuros planos e uma dica sobre o próximo comeback.

 
Os garotos, ainda rookies, mostraram confiança e simpatia em nossa entrevista e o por quê de estarem ganhando espaço no show business coreano.

 
“Nós gostaríamos de criar o próprio estilo do VAV”
-St. Van
KoreaIN – Vocês mesclam o jeito tradicional de promoções (apresentações e MVs) com um novo jeito de contar estórias, por meio de webtoons. Como foi a criação deste conceito?
 
VAV – Nós pensamos por muito tempo como deveríamos criar uma nova ideia, tentando um jeito diferente de se promover. O debut pela webtoon antes de nossa primeira apresentação fez com que as pessoas se interessassem e se perguntassem: “O que é VAV?”, que era nosso objetivo principal. A webtoon conta sobre o nascimento da estória do VAV e nosso videoclipe pôde destacar os personagens e relacioná-los. Através desta ideia, conseguimos fazer com que mais pessoas prestassem atenção em nós.


KIN – Qual é melhor: vampiros ou lobisomens?
 
VAV – Apesar dos membros “vampiros” terem pontos fortes e poderosos, os lobisomens também são ótimos com sua presença única e misteriosa.


KIN – St. Van, você é considerado o único ‘sacerdote’ no grupo. Como é guiar e controlar um grupo cheio de ‘vampiros’ e ‘lobisomens’? Normalmente os líderes são os mais velhos. Como você se tornou líder sendo que você não é o hyung do grupo?
 
St.Van – O ‘sacerdote’ é a única pessoa que sabe sobre a memória dos ‘vampiros’ e ‘lobisomens’, que fora apagada. Já que St. Van é o sacerdote e ao mesmo tempo o guardião dos ‘vampiros’ e ‘lobisomens’, seria melhor que ele também fosse o líder. Precisa-se de muito esforço para que exista um bom entendimento entre os três, uma vez que estão no mesmo time. (risos)


KIN – Como foi trabalhar com Ha Il Kwon, um dos mais famosos escritores de webtoon?
 
VAV – Nós nos sentimos muito honrados pelo fato de conseguirmos nos promover pela webtoon e com showcases. Também ficamos muito surpresos que iríamos trabalhar com o Ha Il Kwon, um dos mais famosos escritores. Começamos nossa jornada de forma mais poderosa encorajados pelas webtoons desenhadas por ele. Nos orgulhamos muito disso.


KIN – Em Janeiro, começou o ‘VAV Project’ transmitido pela MBC. O que vocês acharam da ideia de mostrar para as fãs esse lado fora dos palcos, na televisão?
 
VAV – Na verdade, estávamos muito preocupados sobre o que mostrar à audiência. Nós discutimos muito o que deveríamos fazer, em seguida, compartilhamos histórias entre nós e chegamos a conclusão que mostrar nosso lado verdadeiro no VAV Project seria o melhor, porque cada um tem um carisma diferente do apresentado no palco. Os staffs nos ajudaram muito, nos animando e torcendo por nós. Nós adoramos o tempo que filmamos para o VAV Project, principalmente quando vimos fãs nos dando boas vindas no aeroporto da Malásia, foi fora de nossas expectativas. Eles nos deram força para trabalhar duro por quem torce por nós. Foi tão divertido que nos faz querer filmar a segunda temporada ^^



KIN – Por favor nos conte sobre os “sinais” de cada um no grupo.
BaRon – Time Frozen
Jacob – Shining Vein
GyeoUl – Supernatural Phenomeone
ACE – Strong Power
St. Van – Earthquake
Xiao – V Symbol Necklace
 
VAV – Essas habilidades foram dadas aos membros de acordo com os personagens da webtoon. O VAV vivia normalmente, até que foram atraídos para um lugar estranho quando a lua cheia se tornou vermelha. Esse poder, antes escondido, é sentido por cada integrante, que ganham essa habilidade. A maneira que eles usarão esses poderes futuramente será revelada no segundo álbum e webtoon.
 
KIN – Aguardamos ansiosos pela continuidade do trabalho de vocês!



KIN – Além de sangue (risos), qual a comida favorita de vocês?
BaRon – HongSam (홍삼 – Ginseng coreano vermelho), porque sinto que aumenta minha energia durante o dia;
 
ACE – Samgyeopsal (삼겹살 – churrasco suíno). Eu me sinto mais animado quando eu como samgyeopsal, então eu como sempre que me sinto cansado;

GyeoUl – Kimchi jjigae (김치 찌개 – Ensopado de kimchi). Eu amo comida apimentada, especialmente ensopado;
 
Jacob – DakDoriTang (닭도리탕 – Ensopado apimentado de frango). Não tenho nada a dizer (risos). Todo mundo que já comeu diz que é delicioso!
 
XIAO – Carne! Eu me sinto animado depois de comer bife! Do mesmo jeito que o ACE se sente após comer samgyeopsal!
 
ZeHan – Sushi. Eu amo um prato de peixe cru, mas ainda prefiro do tipo sushi, que eu posso comer sozinho.

 
KIN – Quando vocês estão sozinhos no dormitório, sem câmeras ou managers, o que gostam de fazer?
 
BaRon – Eu gosto de aproveitar meu tempo dormindo ou ouvindo música. Também gosto de compras online, quando preciso de alguma coisa ^^;
 
ACE – Eu gosto de assistir programas de variedades, que ajudam a me preparar para trabalhos relacionados no futuro. Isso também me ajuda a saber o que posso fazer quando surgir a chance de eu ir em um programa desses;
 
GyeoUl – Quando eu tenho tempo, costumo ouvir músicas que eu gosto e aprender com isso. Também gosto de ficar vagando entre vídeos de hip hop na internet;
 
ZeHan – Eu gosto de reler meu livro favorito. Isso me dá inspiração e me ajuda a pensar;
 
XIAO – Eu amo jogos, tanto que é a única coisa que eu faço quando tenho tempo livre;
 
Jacob – Eu assisto programas de variedades com o ACE ou fico jogando com o XIAO. Acho mais divertido quando estão me acompanhando!
 
St. Van – Gosto de assistir dramas ou filmes que meus amigos me recomendam. Assistir dramas me ajuda a experimentar indiretamente coisas que eu não pude experimentar diretamente ainda. Eu posso sentir a emoção.


KIN – Qual dos membros se veste melhor? E qual tem o pior senso de moda? E por que?
 
VAV – Em nosso grupo… se não fosse o ZeHan, quem seria? (risos)
Ele tem aquela “aparência de namorado” (boyfriendish looks) que as garotas adoram. Nós achamos que o ZeHan é o melhor nisso.
O pior… Desculpem-nos, mas é o GyeoUl porque ele gosta de usar itens “únicos”. Ás vezes é difícil para nós entendermos as coisas incomuns que ele usa.


KIN – Vocês têm algum hábito antes de subir ao palco? Qual o hábito de cada um?
 
BaRon – Eu normalmente respiro fundo e tento relaxar, também faço aquecimento vocal;
 
ACE – Eu faço exercícios vocais como ‘gritar’, para ganhar auto confiança ao mesmo tempo. Ás vezes as pessoas ao meu redor se assustam porque é muito alto. Esse é um dos hábitos incomuns entre os membros, antes de subirmos ao palco;
 
GyeoUl – Eu tento não pensar em nada, assim eu consigo focar melhor quando estou no palco;
 
ZeHan – Eu não tenho nenhum, porque não tive a chance de subir no palco ainda. Acho que provavelmente será relaxar e respirar fundo;
 
XIAO – Imaginar minha imagem no palco me ajuda a ficar pronto para performar da forma mais perfeita possível;
 
Jacob – Eu gosto de praticar ou fazer exercícios enquanto aguardo nossa vez de subir ao palco;
 
St. Van – Eu faço exercícios de pescoço e bebo muita água.


KIN – O que vocês sabem sobre o Brasil? 
 
VAV – O Brasil é o lar da lenda do futebol Ronaldo, então nós lembramos do Brasil como o lar do futebol.

Fonte: Focus News

KIN – Conte-nos sobre seus objetivos como grupo.

 
VAV – Esperamos poder participar de algum grande festival de música, e também de alguma premiação. Seria ótimo se o VAV conseguisse subir em um palco onde o mundo pudesse nos ver.


KIN – Há algum conceito que gostariam de tentar?
 
VAV – Nós gostaríamos de criar o próprio estilo do VAV. Se tivermos a oportunidade, gostaríamos de nos desafiar tentando um conceito de banda rock n’ roll.
 
KIN – Vocês já tiveram alguma situação estranha ou engraçada com as fãs?
 
VAV – No último Natal, nós tivemos um fanmeeting onde pudemos nos tornar mais próximos de nossas VAMPZ (como chamam o fandom). Nós brincamos com jogos e elas puderam fazer perguntas para nós. O tempo voa. Espero que possamos passar mais tempo assim com nossas fãs durante as promoções de nosso próximo álbum.


KIN – Vocês já estão trabalhando no próximo comeback. Vocês podem nos contar um pouco sobre o próximo trabalho de vocês?
 
VAV – Estamos trabalhando duro para mostrar um lado melhor. Lados que não foram vistos ainda e completamente diferentes do primeiro mini álbum, “Under the moonlight“. Por favor, esperem por isso! A dica é que temos um novo membro, ZeHan, se juntando a nós, completando o VAV! ^^
 

KIN – Que mensagem vocês gostariam de transmitir com suas músicas?
 
VAV – Nós gostaríamos de contar para todos a estória de como o VAV começou, através de cada álbum. Não apenas pelas músicas do VAV, mas também pela webtoon [Lost in Memories], que está sendo lançada antes do álbum em nossa conta oficial de Facebook
Por favor, assinem para receber novidades da estória!


KIN – Em qual artista vocês se inspiram?
 
VAV – Shinhwa sumbaenim é o nosso modelo, esperamos ir tão longe quanto eles. Queremos ter o trabalho de equipe que eles têm. Claro que todos os outros grupos gostariam de ser assim, mas nem todos conseguem ir tão longe quanto o Shinhwa. Esperamos poder estar juntos até que mais pessoas possam nos conhecer e mesmo depois disso, gostaríamos de ficar juntos até o fim.


KIN – Por favor, deixem uma mensagem para nosso leitores e fãs da América Latina.
 
VAV – Olá Brasil! Esperamos ir ao Brasil nos apresentar. Até lá, por favor continuem nos apoiando, o VAV! 
 
Cheios de carisma e simpatia, desejamos ao VAV sucesso nessa jornada rumo ao sucesso!

Siga o grupo também nas redes sociais:
 
 
Veja a fanbase brasileira do VAV para mais notícias em português sobre os meninos:
 

Acompanhe a KoreaIN para mais conteúdo exclusivo dos seus artistas favoritos!

Agradecimentos especiais à AQ Entertainment.

Por Caroline Akioka
Não retirar sem os devidos créditos.

[#EyesOnYou] Tiny-G: a carreira das pequenas gigantes e o debut de Mint, sua ex-integrante

          No último dia 14, a ex-integrante tailandesa do Tiny-G, Mint (agora com o nome de Mintty), debutou como cantora solo na sua nova gravadora, JSL Company. Depois de 3 anos como rapper e dançarina de uma girlgroup, ela saiu do grupo para investir em sua carreira solo, tentando se manter no mercado disputado do k-pop enquanto o futuro de Tiny-G está instável. No clipe para “Already Go Lady”, a garota de 21 anos que era conhecida por seu rap e sua dança estilo hip hop mostra um lado mais charmoso e até sexy que não era comum quando estava no grupo. Assista ao vídeo:
Already Go Lady
          Apesar de esse ser apenas o começo de sua carreira solo, a mudança de empresa até agora é proveitosa para a cantora. Mesmo que a GNG Production, responsável pelo Tiny-G, negue o disband do grupo como a imprensa coreana anunciou, elas ainda assim estão oficialmente em um “hiatos indefinido”, o que quer dizer que não haverá um comeback tão cedo das meninas. Além disso, ela é uma cantora tailandesa tentando fazer sucesso como uma idol na Coreia, o que por si só já dificulta sua tentativa de se destacar entre cantoras e rappers já estabilizadas. No início do mês a JSL Company fez uma nova parceria com a RERUN Music, uma agência tailandesa, o que pode significar uma tentativa da empresa de levar Mintty para promover nos dois países.

 A História do Grupo

          Tiny-G como grupo tinha um grande potencial no mercado da música, por já ter se destacado antes mesmo do debut, o que é essencial em uma época com o surgimento de tantos grupos. Em abril de 2012, elas apareceram no Show Champion, da MBC, onde introduziram as integrantes, MyeongJi, Mint, J.Min e Dohee, e se apresentaram com a música “Polaris”, feita pela atriz Lee Si-young e pelo Jay Park para as meninas através do programa “Music & Lyrics” do mesmo canal. Isso fez com que elas recebessem bastante atenção pela participação. Quando o programa foi ao ar, o termo “Tiny-G” ficou em 1º lugar em várias ferramentas de buscas coreanas.
Polaris
          Em agosto do mesmo ano, elas debutaram com uma música com o mesmo nome do grupo “Tiny-G”, que explicava conceito do grupo: apesar da baixa estatura (a média de altura das quatro é de 1,53m), elas são poderosas como gigantes, por isso o nome “tiny giants” (pequenas gigantes). Não à toa, para isso a música tem uma dança energética e o clipe mostra as meninas em uma partida divertida de basquete contra adversários bem mais altos. O destaque que elas receberam antes rendeu alguns fãs, mas longe do que outros grupos receberam na mesma época. Vale lembrar que elas debutaram no mesmo ano que outros 32 grupos, incluindo BAP, NU’EST, VIXX, EXO, AOA, Crayon Pop e Hello Venus.
Tiny-G do lado de 9muses, e as integrantes MyeongJi e Dohee com Choi Hong Man, de 2,18m

Tiny-G
          Em 2013, elas lançaram outros dois singles, “Minimanimo” em janeiro, e “Miss You” em outubro, além da música “Here We Go”, da OST do jogo Dragon Nest 2.0. Nesse ano Dohee também debutou como atriz com sucesso, através da sua participação em “Reply 1994” como Jo Yoon-jin. Em junho de 2014, a rapper e maknae MyeongJi decidiu sair do grupo para se tornar atriz, por ser um sonho seu e já ter tido experiências como atriz quando criança. O trio fez seu comeback no mês seguinte, com “Ice Baby”, uma música com tema de desilusão amorosa, um clipe mais inocente e puro e uma coreografia fofa com travesseiros. Essa última música que o grupo promoveu na Coréia até hoje.
Minimanimo

Miss You

Ice Baby 
          Em novembro do mesmo ano a empresa anunciou que Dohee iria permanecer no grupo, mas que faria uma pausa das atividades como cantora para se focar na carreira de atriz. Enquanto isso, eles criaram a subunit “Tiny-G M”, formado pela Mint e pela J.Min, para promover na Tailândia também com apoio da RERUN Music, lançando a música “The Only One”, com participação do cantor tailandês Natthew. No clipe, Dohee aparece em algumas cenas, revelando que ela realmente não tinha saído do grupo, uma forma de diminuir os boatos que ela teria se “cansado” de ser cantora depois do sucesso em “Reply 1994”.

The Only One
          O grupo entrou no limbo do k-pop logo depois disso, sem lançar mais nada desde então. A GNG Production fechou seu departamento de música, e a página do Tiny-G no site da GNG foi deletada, permanecendo apenas a página de Dohee como atriz (não há páginas individuais para as outras, nem mesmo para MyeongJi que supostamente ainda estava na empresa). Isso levou muitos a acreditarem no fim do grupo, mas a empresa continuou afirmando que o grupo estava em um hiatus indefinido para as integrantes se concentrarem nas carreiras individuais e que quando quisessem o grupo poderia voltar. 

A Carreira de Mintty

          Enquanto o potencial do grupo fica preso a um hiatus, o lançamento de Mintty como cantora solo é a chance da jovem de 1,51m de altura se manter relevante na indústria e tentar conseguir por si própria um sucesso que o grupo nunca conseguiu ter realmente. A tailandesa já tinha se destacado pela sua habilidade na dança muito antes de entrar no Tiny-G. Ela começou a dançar quando tinha 5 anos, e aos 11 foi escolhida para ser uma dançarina de fundo do maior cantor da Tailândia, Thongchai “Bird” McIntyre. Desde então ela esteve na indústria da dança. Em 2009, ela se apresentou em uma competição de dança cover de kpop em um festival coreano na Tailândia, e seu talento chamou a atenção da JYP Entertainment e da GNG Production, escolhendo a GNG para debutar na Coréia.
          Mais recentemente, no ano passado, ela fez participações em duas séries tailandesas, “Plerng Tawan” e “Zeal 5”. Em janeiro desse ano, já na nova empresa, ela teve participação especial no vídeo de paródia do “little PSY” Hwang Min Woo, também da JSL Company, para a música “Daddy”, na qual ela representa o papel de CL no original.
          Já no dia 17 de abril, a Mintty fez sua 1ª transmissão ao vivo pelo aplicativo “V” com várias participações especiais. Estiveram presentes o CEO de sua gravadora e suas amigas do grupo Tahiti, Ji Soo e Ari. Colegas de empresa, os garotos do grupo “Top Secret” também apareceram para aprender os passos de “Already Go Lady” com ela. Durante a transmissão ela foi comparada por fãs com a Lee Hyori, na qual Mintty disse se inspirar como cantora e dançarina.
          Apesar das incertezas do grupo, é positivo pensar que ao menos 2 delas já estão construindo seu caminho próprio, Dohee como atriz e Mintty como solo. De resto, é esperar que J.Min consiga se lançar também como cantora como a GNG Production afirma e, quem sabe, não vemos uma volta de MyeongJi como atriz e um comeback do Tiny-G com J.Min e Dohee? E aí, o que acharam do debut da Mintty? Acharam que foi uma boa ideia sua investida na carreira solo ou preferiam ela no Tiny-G?

Por: Paula Bastos Araripe
Fontes: Soompi, Tiny-G Brasil, RERUN Music, Kmusic
Não retirar sem devidos créditos

LEAGUE OF LEGENDS: o e-Sport mais jogado do mundo

Sem dúvidas jogar é uma das coisas mais importantes para parte dos jovens coreanos. Podemos encontrar facilmente estudantes gastando seu tempo livre jogando em “PC Bangs” ou “Lan Houses”. Apesar da maioria dos adultos coreanos não aprovarem tal profissão, a Coréia do Sul é um lugar onde os jogadores profissionais de e-Sports são aclamados pelos fãs tanto quanto as maiores estrelas do futebol. O governo coreano também apoia esses jogos e tem até um departamento que rege o e-Sports, chamado Korea e-Sports Association (KeSPA).
Mas vamos focar em um dos games mais jogados na Coréia, e também no mundo: o League Of Legends!
No LOL os jogadores se tornam “invocadores“, que controlam campeões (personagens) da sua escolha (ou pré-selecionados, dependendo do modo de jogo). Os quais possuem habilidades exclusivas e lutam com seu time, formado por 5 jogadores, contra um time rival, também de 5 invocadores.

No modo mais conhecido do jogo, os invocadores lutam em Summoner’s Rifte tem como objetivo destruir o Nexus Inimigo, situado no lado oposto do mapa, na base do time adversário. (Ver imagem abaixo)


O nexus é protegido por várias torres e 3 inibidores, além das mini tropas que saem da base constantemente fazendo com que a partida seja ainda mais complexa e difícil de ser finalizada.

 
Rotas onde os jogadores disputam espaço e torres para chegar ao nexus

Na Rota inferior é comum os jogadores formarem “Duo”

Existe um evento feito para determinar qual é a melhor equipe do mundo de League Of Legends e alguns países fazem seus próprios campeonatos, a fim de enviar a melhor equipe para representá-los no grande evento mundial. Atualmente o título de melhor time está com a equipe coreana SK Telecom T1. O título foi adquirido em 2015, onde a equipe disputou na final com a, também coreana, KOO Tigers.

Público presente para assistir ao evento mundial de 2015

Faker, integrante da equipe coreana SK Telecom T1, é o jogador de LOL mais conhecido atualmente. Ele é considerado o melhor MID LANER – o campeão central que mais recebe experiência no jogo (entenda melhor o que é um Mid Laner aqui) – do mundo, devido a sua performance nos jogos.


Taça da equipe campeã de 2014

Se seu intuito é o reconhecimento, só há um caminho para um jogador profissional consegui-lo na Coréia: vitórias. Fãs coreanos mudam sua torcida facilmente para as equipes que estejam ganhando. Para a maior parte, a única coisa que define se uma equipe é popular ou não, é o desempenho.

Seja como for, a paixão pelo jogo e a vontade deles em ver equipes coreanas dominarem o mundo é o que acaba os unindo como fãs de e-Sports.

League of Legends está sempre se atualizando e se reinventando. O jogo pode ser baixado gratuitamente, apenas com compras opcionais dentro do jogo, para Microsoft Windows e Mac OS X através do site oficial.
Boa batalha, invocadores!

Por Gracyelle Lopes
Não retirar sem os devidos créditos

Conheça KIM CHI o novo sucesso das drag queens Made in Korea


Ultimamente o RuPaul’s Drag Race vem chamando a atenção da K-IN, não somente por suas lacradoras personagens, mas sim pelo fato de uma delas estar representando (e MUITO BEM) a Coréia do Sul no mundo das drag queens. UHUUL!
Por isso, a K-IN resolveu mostrar um pouco mais dessa pessoa maravilhosa que é a KIM CHI.
Nascida nos Estados Unidos e criada na Coréia do Sul, retornou ao seu país de origem há 8 anos e se estabeleceu em Chicago. Em 2012 começou a se montar e tornou-se residente da mesma festa que recebia Trixie Mattel e Pearl (antigas participantes do RuPaul’s Drag Race), chamada Nerverland

No mesmo ano acabou se tornando uma das hostess principais nas noites de Chicago. Kim foi convidada a se apresentar em inúmeros locais como Nova Iorque, Boston, Texas, Providence, Iowa, Cidade de Salt Lake, Milwaukee, Madison e Havaí. Aos 27 anos, foi uma das primeiras artistas a serem escolhidas para fazer parte do elenco da 8ª temporada do reality RuPaul’s Drag Race.



Para bons conhecedores, o nome artístico Kim Chi é inspirado do prato coreano kimchi, que consiste na acelga apimentada, o que acabou combinando com a personalidade da mesma. Grande parte dos looks da drag tem influência de animes, ela se vê como um híbrido cultural, com um conhecimento de estilo e moda conceitual. O resultado de tudo isso são as maquiagens e visuais incríveis que conquistam o público cada vez mais.

Confira uma lista com 10 curiosidades sobre Kim Chi:


1 – A diva assiste o reality desde a 1ª temporada, em 2009.

2 – Ela levou cerca de 40 a 50 looks para a competição.

3 – Kim já participou de um quadro chamado “Cooking with Drags”, onde cozinhava o famoso prato coreano Bi Bim Bap.



4 – Kim Chi faz aniversário no dia 8 de Agosto e é do signo de leão, o que já explica muita coisa!




5 – No episódio “Meet the Queens”, Kim disse que sua melhor amiga é Trixie Mattel. 




6 – Uma das drag queens que ela mais admira é a Porcelain.


7 – Ela se vestiu como drag queen pela primeira vez para ir à uma festa com Pearl, e o resto é história.
8 – Em uma entrevista para o “The Drag Enthusiast”, Kim Chi disse que: “ser drag significa conseguir me tornar quem eu quiser e criar um visual de conto de fadas, no que imediatamente já recebo uma resposta das pessoas”.
9 – Kim Chi já declarou que demora cerca de três horas para se arrumar, mas se precisar se apressar fica pronta em 20 MINUTOS. – ALOKA!



10- Um sonho para Kim é um dia se apresentar na Coréia, pois ela espera que o mercado de drag queens mude e que elas sejam mais aceitas.



A gente avisou que ela é uma pessoa maravilhosa! E você o que achou? Está na torcida por ela? Conte aqui nos comentários.

Kim Chi a K-IN está torcendo por você! 


Acompanhe a Kim Chi nas redes sociais!




Por: Giovanna Akioka
Não retirar sem os devidos créditos.


Coreia do Sul, um tigre machucado: Crescimento econômico não é sinônimo de transparência

Como a corrupção corrói o sistema público sul-coreano, com magnatas cada vez mais fortes e influentes dentro da politica. 

Nota Inicial: Como lembrete ao Naufrágio do Sewol, a KoreaIN traz à luz esta matéria de caráter acadêmico que foi escrita em 2014 para nossa revista. O artigo demonstra como a corrupção pode ter relação com o desastre marítimo.

            Não é novidade que a República da Coreia é um dos países mais dinâmicos quando se trata de crescimento econômico. Só na ultima década o país viu seu PIB (Produto Interno Bruto) crescer mais de 38% de acordo com o Banco Mundial[1]. Esse crescimento econômico gera uma quantidade maior de pessoas com grande influência econômica, e fortalece aqueles que já possuíam riqueza, os deixando mais ricos.
            Até o próprio dono da Samsung já foi alvo de investigações contra corrupção. Em 2008, Lee Kun-Hee foi condenado pelo governo sul-coreano devido ao escândalo de evasão de divisas. Em 2010 foi perdoado pelo governo e retornou a sua empresa.
            É importante entender que a corrupção é algo cultural, e o que aqui pode ser considerado como ato de corrupção, em outros países pode ser apenas um agrado para facilitar tramites legais. Em países que, historicamente, tiveram influência cultural chinesa, “presentes” eram comuns para facilitar alguma negociação entre o mercante e a autoridade local. Neste contexto a Coreia não foge do problema.
            Em 1998, a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), da qual a República da Coreia faz parte, aprovou um acordo para o combate internacional de propinas e corrupção por parte de agentes públicos. Com isso, o país tomou decisões mais duras para o combate de propinas, criminalizando qualquer tipo de ação suspeita e tomando medidas legais como confisco e provisões de responsabilidade legal[2].
            Segundo o Ranking Internacional de Percepção da corrupção, a Coreia do Sul está em 42º, atrás de países como Cabo Verde e Taiwan. Vale ressaltar que o ranking não trata sobre se o país é ou não efetivamente corrupto, e sim de como a população percebe a corrupção de seus governantes. Isso revela uma realidade preocupante, que podemos associar com a do Brasil: A falta de confiança da população em seus políticos.

Os 10 países mais transparentes do mundo[3]      
1
Dinamarca
1
Nova Zelândia
3
Finlândia
3
Suécia
5
Noruega
5
Singapura
7
Suíça
8
Holanda
9
Austrália
9
Canadá
11
Luxemburgo
Posição da Coreia do Sul[4]

33
Portugal
33
Puerto Rico
33
São Vicente e Grenadines
36
Israel
36
Taiwan
38
Brunei
38
Polônia
40
Espanha
41
Cabo Verde
41
Dominica
43
Lituânia
43
Eslovênia
45
Malta
46
Coreia do Sul

Mapa-múndi com os países mais corruptos e menos corruptos[5]
Os países em amarelo são tidos como os menos corruptos. Quanto mais próximo da cor vermelha, mais a percepção da corrupção por parte da população.
             Essa desconfiança da população com seus políticos aumentou ainda mais com o naufrágio do navio Sewol, em 16 de abril de 2014. A tragédia abriu um caso sem precedentes na justiça coreana. As criticas da população pelo caso não se restringiram somente ao comandante do barco e sua tripulação, mas também ao poder judiciário, agências reguladoras do país e até mesmo a presidente Park Geun-Hye, do partido conservador Saenuri. Segundo a rede Aljazeera, coreanos reagiram na internet dizendo que até a presidente do país deveria ser julgada pelo caso.

Naufrágio do Sewol
Capitão Lee Jong Seok indo a julgamento
[UPDATE: O capitão foi julgado e sentenciado a prisão perpétua]

O dono Yoo Byung-Eon, logo após o naufrágio, se tornou foragido, mas foi encontrado e levado a julgamento por corrupção.
            Uma das acusações é de que Yoo e Song Kook-In (diretor de vendas da Dapanda) retiraram dinheiro da companhia operadora do Sewol (Cheonghaejin Marine), comprometendo os trabalhos da empresa. O promotor do caso acusa também Yoo de retirar dinheiro da empresa, deixando-a em situação comprometida, desviando-o para sua família, para que vivessem no luxo.
            No dia 24 de julho, Yoo foi encontrado morto em sua casa (provavelmente suicídio), complicando ainda mais o caso[6].
            A corrupção na Coreia do Sul chegou a um ponto crítico em que falhas em agências regulatórias possibilitaram que o Sewol continuasse navegando. Segundo autoridades, “era uma tragédia anunciada”, que trouxe à tona as falhas das agências coreanas de regulação e segurança. E não foi primeira a ser causada por falhas de fiscalização e regulamentação. Em 1995, o desabamento da loja de departamento Sampoong mostrou que, desde muito tempo, agências de fiscalização e segurança precisam ser mudadas para que desastres já previstos não aconteçam.

Queda da loja de departamentos Sampoong

            Em caráter de comparação, no Brasil o incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria (Rio Grande do Sul), ocorrido em 27 de janeiro de 2013, que matou 242 pessoas e feriu 116 outras, se tornando a segunda maior tragédia do Brasil em número de vítimas. [7] [8] O acidente foi causado pelo acendimento de um sinalizador, por parte de um integrante da banda que se apresentava no dia. A falta de fiscalização e regulamentação permitiram que a casa noturna funcionasse com o alvará de funcionamento vencido e a não regulamentação do uso de materiais pirotécnicos na parte interna, caracterizando uma sucessão de erros, uma tragédia anunciada[9].
             Após o ocorrido, promessas foram feitas pela presidente Park para reestruturar o governo, devido o ocorrido a imagem do partido conservador Saenuri (da atual presidente) foi abalado.[10]
            As mudanças provavelmente irão acontecer lentamente, e espera-se que o julgamento seja mais rápido que essas mudanças. Assim como no caso do Brasil, uma reforma politica não acontece tão facilmente devido a conflito de interesses das várias partes envolvidas.



[#EyesOnYou] Degrau por degrau, The Legend caminha para o estrelato

A KoreaIN inicia hoje uma nova série: Eyes On You. Sempre que você ver a tag #EyesOnYou, saiba que lerá um artigo sobre artistas rookies (novatos), desconhecidos dos grandes públicos, alternativos ou que ainda estejam na cena underground.

Estreamos a série com a boyband rookie The Legend, da SS Entertainment, formada por garotos super divertidos e dedicados. Iniciaram oficialmente suas atividades em julho de 2014, com o single LEFT OUT. Lançamento após lançamento o número de fãs só tem crescido.

Composta pelos 5 integrantes: Listen, Roi, ChangSun, Lito e JaeHyuk, que foram preparados por mais de 4 anos para o debut. Os garotos tem se mostrado multitalentosos, sabendo dominar o talento vocal, a dança, o palco e os nossos corações.

A CARREIRA

Os garotos tiveram um início tímido, sua música de estréia foi pouco expressiva nos charts e em visualizações, mas mostrava com maestria a qualidade do trabalho do The Legend. LEFT OUT foi composta por Iain James, um aclamado produtor Inglês, com letras escritas pelo integrante Lito.

The Legend possui uma boa consistência musical e conceitual, construída por ótimos singles como LOST (2014), NAIL (2015) e TRACE (2015), e o mini álbum [Out Of My Mind].

Assista LEFT OUT:

Assista TRACE:

Assista LOST:

A faixa I WANNA KNOW faz parte do single álbum [LOST] (do MV acima). O clipe foi criado para nos apresentar o lado mais descontraído deles, já que até então só conhecíamos o The Legend dos palcos.

CARISMA E TALENTO

As redes sociais do The Legend são um prato cheio para suas fãs; cheias de videos, fotos e cut scenes do dia a dia dos integrantes. Lá podemos ficar mais próximos da personalidade única e irreverente deles, que são engraçados, brincalhões, dedicados e ótimos nos programas de palco.

Um dos principais talentos do grupo é modelar. Os garotos sabem brincar com a câmera. As lentes são definitivamente a janela de suas almas. A naturalidade de suas expressões mostram como são fotogênicos, estando individuais ou como um grupo.
Dirigir esses garotos deve ser um trabalho “so easy“.

Photoshoot do The Legend para a revista BNT International.

CRUSH ON YOU ERA

Com 2 anos de carreira, o grupo nos trás pela primeira vez uma imagem diferente do estilo conceitual que era apresentado, provando que dominam qualquer conceito. E nós amamos!

CRUSH ON YOU é parte do segundo mini álbum, intitulado [Sound Up!]. O ambiente conceitual da produção remonta a vibe dos anos 80: futurista, com muito neon, sintetizadores e cores. O The Legend assume o seu lado mais divertido, disputando o amor de KyungRi (integrante da girlband Nine Muses), em um dos melhores e mais visualizados MV’s de sua carreira.

A consistência, seriedade, profissionalismo, determinação e carisma do grupo estão abrindo caminho para um carreira cheia de reconhecimentos e números expressivos nos charts. The Legend já possui todas as qualidades de um verdadeiro artista.

PROFILE


The Legend é um grupo multicultural, que foca seus esforços no mercado coreano, a fim de atingir também os fãs mundiais de kpop. A boyband trabalha por seu lugar ao sol e, assim como tantas, merece tê-lo.

Nome verdadeiro : Lee Changsun
Nome de palco : Lee Changsun
Nascimento : Julho 5, 1994
Posição : Vocal
Altura : 184 cm
Peso : 71 kg
Twitter : @lcs514111

Nome verdadeiro : Yoo Jae Hyuk

Nome de palco : Ryu
Nascimento : Setembro 19, 1991
Posição : Vocal
Altura : 187 cm
Peso : 70 kg
Twitter : @JHyuk_Ryu


Nome verdadeiro : Lee Seung Tae

Nome de palco : Leeseun ou Listen
Nascimento : Outubro 9, 1989
Posição : Main Vocal
Altura : 186 cm
Peso : 71 kg
Twitter : @listentae

Nome verdadeiro : Kim Min Jun
Nome de palco : Lito
Nascimento : Julho 3, 1994
Posição : Rapper
Altura : 183 cm
Peso : 70 kg

Twitter : @kim7889 

Nome verdadeiro : Qin Fen / Jin Boon
Nome de palco : Roi
Nascimento : Agosto 31, 1991
Posição : Vocal
Altura : 182 cm
Peso : 66 kg
Twitter : @wwee5577
Fique atento aos trabalhos dos meninos!
Siga as páginas oficiais do grupo nos links abaixo.

Facebook | Daum Cafe | Youtube | Twitter

E na fanbase The Legend 전설 Brasil, sua melhor fonte de conteúdo em português!

Acompanhe a KoreaIN para novidades exclusivas dos meninos!

Por: Naira Nunes
Não retirar sem os devidos créditos

[QUIZ] Black day, o Dia dos Solteiros

Após o Valentine’s Day e White Day, dia que os namorados se presenteiam, nada mais justo que tenha um dia para nós, os Solteiros. Este dia na Coreia do Sul é hoje, 14 de abril. Neste dia os solteiros se juntam para consolar outros solteiros e todos comem comer jajangmyeon (짜장면), uma espécie de macarrão com uma pasta preta.  Pois nem sempre somos solteiros porque queremos, mas pelas circunstâncias e para os forever alone que amam um Drama Coreano, preparamos esse quizz muito especial.

Conheça o VAV: de boyband rookies à personagens de webtoon

Formado pela AQ Entertainment, VAV é um boygroup que atualmente conta com 7 membros, sendo eles:  Ace, Baron, GyeoUl, Jacob, St. Van, Xiao e ZeHan
Foto promocional de “Under The Moonlight”
O debut oficial do grupo ocorreu em 31 outubro de 2015 com o lançamento do clipe para a canção “Under The Moonlight”, juntamente com o mini álbum de mesmo nome. O grupo é multitalentoso com habilidades que vão desde canto e dança até falar diversos idiomas e produção de melodias.
O debut dos garotos no dia das bruxas não foi apenas uma coincidência, pois todo o conceito por trás do grupo e das promoções gira em torno de uma aura sombria e intimamente conectada ao Halloween, desde o MV até os elementos que identificam cada um dos membros, como poderes e cores próprias. A identidade de cada membro corresponde também a uma carta que faz referência a uma criatura de fantasia comum ao Halloween: Ace, Baron, Jacob e Xiao seriam vampiros, enquanto GyeoUl e St. Van seriam, respectivamente, licantropos (ou “wolfboy”, lobisomens) e um sacerdote.

Junto ao lançamento, também foi lançado o webtoon “Under The Moonlight”, em parceria com o artista Ha Il-Kwon, que conta a história fictícia de cada membro e a descoberta de seus poderes como criaturas sobrenaturais.
Anteriormente, o grupo debutou e promoveu apenas com 6 membros, sendo que o integrante ZeHan permanecia como uma espécie de “membro oculto” e aparecendo apenas de relance no MV de debut. Mais tarde, já no começo deste ano, ZeHan finalmente foi anunciado como membro e oficialmente se juntou ao grupo para as atividades e promoções.
MV de Under The Moonlight
Poucos dias após o debut, VAV realizou o seu showcase de debut, que ocorreu num movimentado cruzamento de Sinchon, em Seul e teve transmissão ao vivo pelo aplicativo “V”. O boygroup cantou as 3 músicas de seu miniálbum de estreia, além de interagir com fãs e expectadores, falando um pouco mais de si mesmos.

O  grupo é muito atento no que diz respeito a eventos e datas especiais. A exemplo do White Day, quando o grupo foi em busca de fãs para entregar buquês e agradecer ao apoio.

VAV com uma fã no White Day

Outro aspecto do grupo é a constante atividade nas redes sociais e atividades promovidas para os fãs: VAV tem pequenos vlogs e reality shows atualizados constantemente em seu canal no YouTube, como as aulas de Mandarim dadas pelos membros Xiao, Jacob e St. Van através da série “What’s Up? VAV”.

Segundo a AQ Entertainment, é esperado que VAV faça seu retorno no início de maio deste ano, no intuito de promover seu segundo mini álbum junto de um novo webtoon, o “Lost In Memories, que contará agora como cada membro despertará seus poderes ocultos. Será que o grupo vai manter a imagem sombria em seu comeback ou adotará uma atitude diferente? Esperaremos pra ver!

Gostou? Então acompanhe o grupo pelas redes sociais e mantenha seus olhos nos rookies assustadoramente carismáticos que são o VAV!

Site – Instagram – Twitter – Youtube
Também conheça mais sobre o grupo pela fanbase VAV Brasil,
 a melhor fonte sobre a boyband no país!

Acompanhe a KoreaIN para novidades exclusivas dos meninos!

Por: Jô Mesquita
Fontes: Aq Entertainment, hellokpop, VAV Official
Não retirar sem devidos créditos