A Coréia do Sul encerra paralimpíadas 2016 em 11º lugar

New Shilla Kwan

Os Jogos Paralímpicos 2016, realizados no Rio de Janeiro se encerrou no último domingo (18/09/16), e a Coréia do Sul obteve um resultado satisfatório, alcançando 35 medalhas no maior torneio esportivo mundial.

E para você que não acompanhou todos os resultados sul-coreano, nós da KIN trazemos para você os destaques deste evento que reuniu tantos talentos do mundo.

 

Águas de ouro

A natação nas paralimpíadas é uma modalidade que sofre algumas adaptações em suas regras, como a posição de largada, sendo dentro da água, ao lado do bloco de partida ou sentado. Assim como os atletas que possuem algum membro amputado, não podem usar as próteses.

Com todas essas modificações, a natação paralímpica foi a que mais rendeu ouros para a Coréia do Sul, sendo 04 (quatro) no total e destacando o atleta sul-coreano Jo Gi-seong, que conquistou o pódio três vezes nesta paralimpíada 2016.

 

figura-1-jo-gi-seong-que-conquistou-tres-medalhas-na-natacao
Figura 1 – Jo Gi Seong, que conquistou três medalhas na Natação.

Tiro Esportivo

O tiro esportivo é um esporte paralímpico muito democrático, uma vez que ele possui um sistema de classificação que permite que diversos atletas consigam competir tanto no individual como em grupo.

Esta modalidade foi uma que não cansou de ver os sul-coreanos subirem no pódio. Foram ao todo 7 medalhas para o país. Entre os que se destacaram nesta categoria foram os atletas, Kim Geu-soo e Lee Ju-hee que ganharam duas medalhas cada. Mostrando que o time da Coréia do Sul veio com grandes competidores nesta categoria.

Figura 2 - O tiro esportivo rendeu seis medalhas para Coréia do Sul.
Figura 2 – O tiro esportivo rendeu seis medalhas para Coréia do Sul.

 

Bolinha Veloz

A Coréia do Sul mostrou desenvoltura e garra no Tênis de Mesa, que é uma das modalidades paralímpica que mais rendeu medalha no torneio. Apesar dos chineses dominarem a modalidade e sendo a principal potência, os atletas sul-coreanos subiram no pódio 9 vezes. O mais interessante não foram só as medalhas individuais que se destacaram, como da mesa-tenista Seo Su-Yeon, que ficou com a prata do individual feminino (classe 1-2), mas as medalhas por equipe, foram no total 4, que  fizeram o grupo sul-coreano se tornar exemplo na modalidade de mesa.

Além destas modalidades que destacamos, a Coréia do Sul ganhou medalhas em outras categorias, como de Tiro com Arco, que renderam três medalhas aos coreanos. Na Bocha os atletas paralímpicos subiram 3 vezes no pódio. Já no Judô e Atletismo foram 4 e 3 medalhas no total. Com Ciclismo de Estrada, que fizeram eles subirem ao menos uma vez no pódio e fechando com a Maratona, levando a medalha de bronze na categoria masculina.

Assim, a Coréia do Sul encerra sua participação nas paralimpíadas 2016, terminando em 11° lugar. E vamos esperar mais um grande desempenho dos atletas paralímpicos na Japão 2020.

Veja abaixo nosso infográfico da Coréia do Sul nestas paralimpíadas.

 

infografico-coreia-do-sul-paralimpiadas

 

Por Helô Oliveira
Fonte: Rio 2016; Smsprio2016
Não retirar sem os devidos créditos