[Crônicas da Coreia] Rio Han para os amigos e N Tower para os casais?

New Shilla Kwan

Para começar, gostaria de agradecer todo o feedback em nossas crônicas. É ótimo dividir essa experiência com quem compartilha do mesmo sonho. Se tiverem alguma dúvida ou algo que gostariam de saber, comentem para que possamos responder em nossas próximas vezes.

Quem não viu ainda, pode correr e conferir aqui minha primeira parte e aqui a parte da Naira.

Logo no primeiro dia na Coreia, já aproveitei para passear um pouco. Cheguei no aeroporto de Incheon por volta das 18h e no hostel por volta das 20h30, com muito custo, como você pode ter visto na primeira parte. Mesmo depois de praticamente 1 dia no avião, cheguei super animada e já queria sair vagando por lá. Fui jantar com um amigo em Hongdae. Hongdae é de longe o meu lugar favorito na Coreia, quiçá do mundo. Estava tão empolgada e lá era tão maravilhoso que nem senti o cansaço da viagem. Vou esperar para contar um pouco mais sobre esse bairro em uma próxima crônica.

img_20160612_194150_mr1465983263380_mh1465983346678
Em Hongdae

Cheguei em um domingo, véspera de feriado do conhecido “Memorial Day” (você pode ver mais sobre esta data aqui ) e as ruas estavam cheias de pessoas querendo se divertir e aproveitar a noite. Mesmo tarde, aproveitamos para estender o jantar e dar uma passada no Rio Han para beber umas cervejas, como nos dramas coreanos.

Durante esta viagem, voltei diversas vezes ao Rio Han, e em todas elas a paisagem nunca falhou em me impressionar. Caminhar às margens do Rio ou apenas sentar e relaxar traz uma paz inexplicável. Creio que os coreanos não sabem da sorte que têm em apenas ter acesso à esse lugar. Um lugar onde você pode fugir de madrugada pra ir lá refletir, entende?

img_20160612_213759

img_20160612_213601

Apesar de ser 3h da manhã, haviam muitas pessoas praticando esportes, passeando com os cachorros, andando de bicicleta ou longboard, namorando, acampando com os amigos, etc. O mais engraçado é que não possui um “perfil” de frequentadores. Pessoas das mais variadas idades vão lá para esvaziar a mente e se divertir. Achei engraçado porque não havia polícia: “como pode um lugar tão movimentado de madrugada não ter segurança?” Depois entendi que era porque não precisava mesmo. A Coreia do Sul possui um dos menores índices de criminalidade do mundo e é considerada um dos lugares mais seguros para turistas.

A sensação de paz é tão gostosa e a Naira está aqui para concordar comigo, pois teve uma vez que dormimos na grama e não vimos o tempo passar (hahaha!)

rio-han

 

Ás vezes acontece de ter alguns cantores fazendo apresentações ali também, cheguei a ver aspirantes a rappers e algumas bandas undergrounds cantando ali durante a noite. Além disso, há algumas atrações como o show de luzes e um cruzeiro romântico, ideal para quem vai em casal (não foi o meu caso, estou só deixando claro LOL).

Para mim, esse sentimento de poder aproveitar a madrugada foi uma das coisas que mais me agradou no país. Não sei como é para vocês, mas sinto que “rendo” melhor de madrugada. Dá vontade de sair, de me exercitar, de fazer compras e senti que lá é bem possível, sem ter medo de ser assaltada. As lojas de conveniência ficam abertas 24h, e você também encontra alguns restaurantes e cafés abertos. O metrô fecha, mas os táxis não são tão caros e acabam sendo uma boa opção.

No meu segundo dia, já no feriado, tive a oportunidade de ir à N Tower, outro lugar maravilhoso em Seul. A N Tower, Namsan Tower ou Seul Tower como também é conhecida sempre acaba aparecendo em alguns dramas, creio que vocês já devem estar familiarizados com ela. O lugar já virou set de filmagem de dramas famosos como Boys Over Flowers e My Love From Stars e é onde tem aquelas árvores que os casais colocam cadeados simbolizando o amor entre eles.

img_20160606_213824

Apesar das mil cenas da N Tower em dramas, quando penso nela só lembro desse MV:

E eu estava tipo:

namsan-tower

Acabei indo antes de jantar e o lugar estava simplesmente LOTADO! Ficamos quase uma hora na fila para entrar, mas super valeu a pena. Tinha muitos turistas principalmente chineses e japoneses e bastante coreanos também. Vale uma observação: 98% casais e 1,98% famílias e 0,2% representando eu e meu amigo.

Se eu puder dar uma dica para quem for, seria definitivamente para não ir sozinho. Normalmente eu não ligo para fazer os passeios sozinha, mas creio que ficaria um pouco intimidada na N Tower. Só de entrar na bilheteria você já sente aquela atmosfera cena de drama romântico: a luz é baixa e até os bancos são em V, como se estivessem “quebrados” ao meio para que os casais fiquem mais juntos quando sentarem.

Lá o percurso é dividido, onde você paga mais conforme vai subindo e tem partes que você pode subir de elevador ou de escadas com centenas de degraus. Se o Rio Han tem a melhor vista quando se está no chão, a N Tower tem a melhor vista quando se está no alto.

img_20160606_214407

Além da vista maravilhosa, há também o museu de ursinhos, restaurantes, os “cadeados do amor” e o bondinho em que a Jan Di e o Goo Jun Pyo ficam presos em Boys Over Flowers. Também tem lojinhas com lembrancinhas de Seul.

img_20160606_213521

O lugar é tão lindo que não passa vergonha nem com as fotos do celular.

O ponto alto do passeio é o mirante 360º, bem no alto da torre. Você consegue ver Seul praticamente inteira e os arredores. As paredes são de vidro e no alto eles colocam alguns dos principais países e a distância em quilômetros de onde você está. É incrível, realmente indico todos irem.

whatsapp-image-2016-09-13-at-14-50-50

Conheça mais sobre o Rio Han e sobre a N Seoul Tower.

Acho que o título pode ser um pouco enganoso. Ambos os lugares são lindíssimos e não devem ser deixados de lado na programação da sua viagem. Vá e conheça tudo que puder!

Essa foi minha impressão de dois dos maiores pontos turísticos de Seul. Fique ligado em nossas redes e site, que vamos contar todas as nossas aventuras na Coreia, sem esconder nossas reais impressões sobre o país e seu povo.

Até a próxima!

Por Caroline Akioka.
Não retirar sem os devidos créditos.

  • Ana Célia Mayrink Ferreira

    Amei a crônica. Tem alguma sobre gastronômica coreano ou restaurantes para ir em Seul ou em Busan?

    • Caroline Akioka

      Olá Ana! Não fomos à Busan, mas aproveitamos muito a gastronomia de Seul! Vamos nos preparar para falar sobre isso em uma próxima vez então! Obrigada! ^^