K-pop: Uma história. Antiguidade, os primeiros homens – SeoTaiji & Boys

Em nossa primeira parte contamos como as influências estrangeiras e históricas foram importantes para a formação da música pop coreana, mas se houvesse um marco ou ponto onde pudéssemos dizer que o bebê K-pop nasceu, este seria com o debut do trio SeoTaiji & Boys.

 

A revolução do gênero

Na década de 1990, a música pop começou a incorporar outros estilos de músicas americanas, como o rock, rap e techno. E foi em 1992 que tudo definitivamente mudou, no canal MBC estreava Seo Tai-ji, Yang Hyun-suk e Lee Ju-no, conhecidos como SeoTaiji & Boys.

seo-taiji-boys
Seo Tai-ji, Lee Ju-no e Yang Hyun-suk.

Até 1991, SeoTai-ji tinha uma banda de heavy metal chamada Sinawe, com o fim do grupo ele mudou totalmente os rumos e reuniu-se a Yang Hyun-suk, que futuramente fundaria a YG Entertainment, e Lee Ju-no. Papa YG deslumbrado com a música que Seo fazia se ofereceu para juntar-se ao grupo, assim como Lee que se juntou como dançarino de apoio e backing vocal.

Devido sua habilidade de fundir músicas orientais e ocidentais, o trio alcançou rapidamente a popularidade. As empresas de entretenimento viram nesse novo estilo um chamariz para o lucro, logo muitos grupos começaram a copiar. Nascia o K-pop moderno.

 

Capa do primeiro álbum do 'Seo Taiji & Boys’. Março, 1992.
Cover do primeiro álbum do ‘Seo Taiji & Boys’. Março, 1992.

“Nan Arayo” (난 알아요, Eu sei), sua música de estreia, ficou em primeiro lugar por 17 semanas. Foi nomeada pela Spin como a 4ª entre 21 melhores músicas de k-pop, em 2012 e pela revista Rolling Stone entre as 50 melhores músicas de boybands de todos os tempos. SeoTaiji que após o fim do grupo voltou a ser vocalista de rock, fez posteriormente uma versão desta música no estilo metal.

A censura

Com o segundo álbum, “Hayeoga” (何如歌, “De qualquer maneira”), o grupo buscou novos rumos, com elementos de rock and roll, apesar de ainda ser um álbum de dança. Este foi o primeiro álbum a vender 2 milhões na Coreia do Sul.

Durante a promoção do álbum o trio foi proibido de aparecer em vários canais de TV, devido seu visual: brincos, jeans rasgados e dreadlocks.

O terceiro álbum não foi menos controverso. As músicas dançantes eram quase inexistentes, e o heavy metal e rock alternativo predominavam. Músicas polêmicas como “Kyoshil Idaeyo” (교실 이데아, “Ideologia da sala de aula”), com vocal gutural, uma forte crítica ao sistema de ensino coreano e a pressão sofrida pelos jovens em relação ao futuro, foram alvo de censura. Isso rendeu mais críticas, onde eram acusados de mascarar mensagens satânicas em suas músicas.

Porém, SeoTaiji & Boys não recuou e lançou um 4º álbum, incluindo o estilo rap gangster. A música “Sidae Yugam” (시대 유감, “Vergonha dos Tempos”) foi proibida pelo Comitê de Ética e Desempenho Público por ter letras que criticavam o governo. Assim a versão da música foi para o CD apenas com o instrumental e a reação dos fãs foi intensa e parte do sistema de “pré-censura” foi abolido em 1996 graças a este caso. Um LP e a versão digital foi lançado após o fim da censura.

 

No apogeu… o fim

O trio já gozava de pleno sucesso, mas em 1996, Lee Juno anunciou que SeoTaiji resolveu dissolver o grupo. Um álbum com a compilação das melhores músicas foi lançado sob o título: “Goodbye Best Album”. SeoTaiji foi para os Estados Unidos, Lee Juno e Yang Hyun-suk formaram novas gravadoras, sendo este último muito bem sucedido com a YG Entertainment, como falamos anteriormente.

Após 2 anos, SeoTaiji acabou por retornar à Coreia do Sul e ao mundo da música, com seu primeiro álbum solo. “Ultramania”, de 2000, foi um de álbuns de maior sucesso nesta nova etapa.

Em 2014, no programa da JTBC “Newsroom” Seo TaiJi falou em entrevista sobre uma possível reunião do SeoTaiji & Boys, ele respondeu: “Nós conversamos entre nós muitas vezes sobre isto. O maior obstáculo é que, no passado, nós fizemos muitas performances belas, que os fãs se lembram, mas se voltarmos a ficar juntos agora, eu me preocupo que podemos decepcionar, por isso não estou confiante. Falta-me mais e mais confiança à medida que envelheço. Eu não acho que eu seria capaz de dançar tão ferozmente como no passado.”

 

A herança do SeoTaiji & Boys

O grande sucesso de suas músicas foram atribuídas as influências ao estilo swingbeat¹, com letras inovadoras e que tratavam dos problemas da sociedade coreana e estimulava o pensamento individual dos jovens. E SeoTaiji & Boys acabou por influenciar não apenas o k-pop, mas também artistas de Hip Hop e R&B como: Yoo Seungjun , Jinusean , Deux, 1TYM e Drunken Tiger.

Juntamente com o trio e os grupos que sugiram posteriormente (e trataremos no próximo post), inventou-se a “fórmula para criação de ídolos”, que foi tão bem sucedida a ponto de influênciar os grupos de kpop mesmo agora, mais de 20 anos depois. A estratégia de promoção, que passou de geração a geração, baseava-se em músicas com uma base de hip hop e uma dança divertida. Esse método ainda é seguido, além de se provar ser eficaz não apenas na Coreia do Sul, como em todo mundo.

Em nossa próxima postagem continuaremos nossa saga na década de 1990 e vamos explorar o surgimento das três maiores gravadoras do segmento K-pop: SM, YG e JYP.

¹Swingbeat – música pop que combina o jazz, eletrônico, funk, rap e blues. Originalmente era realizada por músicos negros. (Definição do dicionário: Merriam-Webster)

Por Amanda Carolina
Fontes: “Musical terms worldwide: a companion for the musical explorer” de Jan Laurens Hartong (2006) / Billboard / “Global Noise: Rap and Hip Hop Outside the USA” do Tony Mitchell / The Korea Herald / Allkpop
Não retirar sem devidos créditos

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.
  • Ramon Lima

    FANTÁSTICO AMANDA! Excelente artigo sobre os “Beatles coreanos haha”, Seo Taiji é deus master da musica coreana todos os recordes de vendas são deles ps: sem repackage, versão chinesa ou álbum de natal, e o mais importante com uma qualidade EXTREMA em cada album desde do grupo até a carreira solo dele, queria muito q os fans de k-pop de hoje em dia pesquisasse mais sobre eles, que além de fazer musica boa criticava muito o governo coreano da época, além de ser o melhor grupo de kpop de todos os tempos também foi o grupo mais livre por mais que isso tenha rendido umas censuras e boicotes de premiações,
    Parabéns pelo artigo!

    • Heyfodase

      Sim,Seo Taiji é o cara ! Eu a muito tempo não o ouvia,entretanto,recentemente,o grupo de k-pop BTS fez o remake de ‘Come back home’,e eu,particulamente,adorei.
      Adorei,primeiramente,porque o som ficou muito bom,segundo, porque voltei as raízes e relembrei o quão bom era ‘SeoTaiji & Boys’ e por último,mas não menos importante,porque as novas gerações dos fãs de k-pop irão conhecer essa lenda.

  • Nossa, que matéria sensacional!!!! Amei!!! Ansiosa para ler as próximas postagens sobre o surgimento das gravadoras. Não conhecia o Seo Taiji. Pretendo acompanhar mais o trabalho dele daqui em diante. 😀