[Análise/Teoria] Os MVs do BTS estão conectados e explicamos tudo pra você – Parte 1

Você acha muita loucura dizer que todos os MV’s do BTS estão, de alguma forma, conectados? Se sim, vamos te mostrar pistas que te deixarão com a “pulga atrás da orelha”. Se não acha loucura, bem vindo a turma!

A princípio, No More Dream, o MV de estreia do grupo, não parece ter ligação com Danger e muito menos com o mais recente Blood, Sweat & Tears. No entanto, estes videoclipes montam uma storyline que nos conta a história do grupo, baseada no livro icônico Demian (Hermman Hesse), recebendo apoio do clássico O Apanhador do Campo de Centeio (J.D. Salinger), feita em ciclos e que tem mais um deles possivelmente “encerrado”, na mais alta categoria, com o lançamento do 2º álbum de estúdio [WINGS].

O trabalho de BTS nos apresenta a música em uma das principais intenções que a cerca: questionar. Desde o debut BTS impactou, trazendo o conceito, que posteriormente se mostrou muito maior que apenas um conceito, de jovens questionadores, que já havia sido julgado quando na voz de Seo Tai Ji & Boys, e aceito, quando sutil na voz de DBSK e outros grupos da segunda geração.
Ainda que não inovando, BTS trouxe uma roupagem atual e os holofotes para as questões sociais da educação coreana, que envolvem as inúmeras horas de estudos impostas aos seus jovens, e a necessidade eterna de se obter sucesso material, pregada por toda a sociedade (a discussão é longa e poderá ser abordada em um momento futuro).

Forever Young, Run, For You, I need U e o Prologue de I need U, estes music videos foram alvo de inúmeras análises e teorias, que inclusive já publicamos aqui na KoreaIN, antes mesmo de pensarmos em fazer essa análise geral.

Os 5 mv’s são integrados e trazem a narrativa das memórias recentes dos 7 garotos. Podemos perceber que talvez Jin e V sejam os principais personagens, a princípio sem percebermos as motivações. Os outros garotos  parecem compor a história, preenchendo as lacunas necessárias. V se destaca em I Need U, o primeiro MV, por cometer um assassinato e de forma subjetiva sabemos que ele pede ajuda para um dos integrantes usando o telefone. Entraremos em detalhes sobre estes MVs na segunda parte desta análise.

No More Dream, N.O., Boys in Luv, Just One Day e Danger constroem o primeiro ciclo de vida da boyband. Os três primeiros singles trazem letras que afrontam o sistema escolar e social coreano, além de narrar as mudanças na vida de um jovem em plena adolescência. Os garotos afirmam e reafirmam suas capacidades, sua coragem em seguir seus sonhos e principalmente a persistência em torna-los realidade. Boys In Luv e Just One Day são bem mais tranquilas, apresentando uma certa aceitação, afinal aparentemente está se aproximando o termino do período de estudos e os garotos já podem decidir sobre seguirem seus sonhos, em detrimento das longas horas de estudo.
O videoclipe de Danger por sua vez, se torna o elo de ligação da última era e a linha de narrativa que se segue com I need U, até Blood, Sweat & Tears. Os garotos já finalizaram seu período de estudos no colégio, mas agora são obrigado a crescer e enfrentarem uma vida adulta. E é aí que eles entram na busca pela salvação ou recuperação da infância.

O que nos motiva a esta análise são os videoclipes, toda a obra de videografia do BTS e colaboradores. Com o lançamento de um após o outro não se é possível coloca-los como partes que se completam, mas com as eras se findando, os cíclos se fechando, podemos perceber essas conexões e aproximações.

 

O MV de No More Dream talvez seja um dos mais sutis, sendo a canção em si sua principal força. A cenas são bastante simples e de cara já nos são apresentadas as dicotomias que serão bastante trabalhadas nos demais videos: claro e escuro, preto e branco, luz e trevas. Além disso, diversas pistas foram espalhadas pelo clipe, e só agora podemos coleta-las e conecta-las, entendendo seus motivos.

 

prancheta-bts-nmd-01

 

Dando sequência a proposta do MV de No More Dream, os garotos seguem em sua luta contra a repressão escolar e a chance de se expressarem livremente, assim como decidirem suas próprias vidas. Dentro da proposta do BTS, o videoclipe se encaixa como parte da fase que os jovens precisam enfrentar para atingirem o amadurecimento, que será aprofundada nas obras seguintes.

 

prancheta-bts-no-01


NOTA 1

Em dada cena do filme Matrix, o personagem Neo (Keanu Reeves) é obrigado a escolher entre tomar um pílula azul ou vermelha. Escolhendo a azul, Neo voltará à sua ilusória e superficial vida; se for a pílula vermelha, conhecerá a verdade que está por detrás do mundo que julga ser real. Ainda surgindo aí uma referência ao clássico Alice no País das Maravilhas e sua entrada em um mundo fantasioso pela toca do coelho.

Neo arrisca e opta pela pílula vermelha, que lhe permite a liberdade mental, conhecendo verdade por trás das aparências.
No videoclipe, o BTS é exposto apenas à pílula vermelha. Esse enunciado é o “start” para a discussão das dicotomias que constroem o “mundo real” e o “mundo ilusório”, levantando-se os primeiros embates de muitas leituras filosóficas e religiosas, que serão abordados posteriormente em outros MV’s do BTS.

Além disso, somos apresentados a outra condição humana: viver de forma dogmática e aceitar passivamente o que é imposto ou libertar-se e experimentar a vida através de outros tipos de conhecimento.

Essa dualidade é apresentada em diversas obras, além de Matrix. Em Alice no País das Maravilhas, como já citado, Alice é obrigada a escolher entre beber o líquido azul ou vermelho para sair da casa que é aprisionada; em O Mito da Caverna, de Platão, os homens precisam escolher entre viver no mundo das sombras, rodeados do que já conhecem, ou arriscar sua liberdade visitando o mundo exterior à caverna.

 

prancheta-bts-no-02

prancheta-bts-no-03

 

Esse MV foi ambientado em uma escola com aparente situação de abandono. Os garotos já não aparentam ser comandados ou limitados a apenas estudar, trazem na verdade um ar de Bad Boys, do tipo que não liga para o colégio. É possível interpretar que talvez eles tenham saído de um colégio particular, no caso o do MV N.O. E foram transferidos para um colégio público, que não recebe os mesmos investimentos que o anterior. Aqui podemos perceber uma das primeiras referências ao livro Demian, que será fortemente referenciado na sequência.

O personagem Sinclair era estudante de escola particular, mas por vezes se envolvia com os garotos de escola pública, com destaque para Franz Kromer, que praticava bullying contra ele.

 

prancheta-bts-bil-01

 

Todo o MV de Just One Day é um jogo de dicotomia e uma brincadeira de luz e sombras. Ele vem como um complemento e conexão entre BOYS IN LUV e DANGER.

 

prancheta-bts-jod-01

 

Quando Danger foi lançado, inúmeras pessoas o julgavam como desnecessário, forçado ou até mesmo o desespero para um comeback. Entretanto, Danger nos traz as primeiras pistas claras das referências usadas dos livros citados na construção de toda a história.

 

prancheta-bts-danger-01

 

NOTA 1

O livro O Apanhador do Campo de Centeio, em tradução para o Brasil, surge como um complemento para o livro Demian, abordando temas do universo adolescente como: confusão, angústia, alienação, linguagem, rebelião, identidade e pertencimento.
Ambas as personagens dos livros mostram explicitamente seus embates em abandonar a infância e encarar a vida adulta, levando a adolescência como o momento em buscar o auto-conhecimento.

NOTA 2

TaeHyun (V) se encarando no espelho e J-Hope enquanto dança, trás uma carga forte de alto julgamento, ainda nos lembrando no Mito de Narciso.

O dilema de narcisismo é resumido naquele que está condenado a permanecer prisioneiro do mundo das sombras ou libertar-se através do autoconhecimento e da capacidade de conhecer os outros, mas o preço é a morte simbólica do ego, para que possa nascer novamente para um novo Eu superior, profundo e sagrado, que em si oculta.

A sombra representa o que não conhecemos de nós mesmos mas que podemos ainda conhecer, tal como as nossas potencialidades que ainda não desenvolvemos. Também faz parte da nossa sombra o que mais detestamos em nós mesmos, e por isso tentamos esquecer ou reprimir de alguma forma. Para negar o que não gostamos em nós mesmos, projetamos nos outros. Quando refletimos no Narciso que vive em nós, nos confrontamos com algo sombrio, o medo da sombra, do diferente, do desconhecido, do que nos incomoda e que não queremos ver no outro.

 

prancheta-bts-danger-02

prancheta-bts-danger-03

prancheta-bts-danger-04

Com Danger, encerramos o primeiro grande ciclo dos MV’s do Bangtan Boys, assim como encerramos nossa primeira parte. Logo traremos a segunda parte desta análise com as teorias de MV’s, photoshoots, teasers e músicas.

Agora, queremos sua participação =D Qual o seu MV favorito do BTS? Pretende ler os livros utilizados como referência pelos garotos? Tem algo que você sabe sobre esses videoclipes que não viu aqui? Mostra pra gente!

Siga nossas redes sociais e aguarde pela nova parte: Facebook, Twitter,Instagram e Youtube.

 

Por Naira Nunes
Fontes: Demian por Herman Hesse, O Apanhandor do Campo de Centeio por J. D. Salinger, Unisalesiano, TeclaSap, De Frente Com os Livros
Não retirar sem os devidos créditos

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.
  • K Popper Macho

    Meu MV favorito é Dope, a cada novo mv eu sempre fico parando quadro a quadro para saber se tem algum mistério por trás. Adorei a matéria, conseguiram me explicar muita coisa nessa primeira parte ♥

    • Revista KoreaIN

      Dope é ótimo mesmo! Que ótimo que vc adorou <3 Logo traremos a parte 2 *.*

  • Jaynee93

    Que análise incrível. Soube explicar bem e pude entender agora como eu me sentia ao ver os mvs, essa luta interna entre sair da adolescência e entrar na vida adulta. É a pior fase da vida, pra mim até agora, por ser difícil se desprender das idealizações e ter que encarar a realidade. É pressão de todos os lados.
    Super pretendo ler os livros, achei interessante.
    Não sei se posso dizer que tenho um mv favorito, ainda, apesar de todo esse tempo hauahau porque é jogado na minha cara esses conflitos internos hauhauahauahauha talvez eu ainda esteja ali no meio, em danger, tentando prolongar mais o tempo. Foi um dos mvs que mais gostei.
    Ansiosa pra segunda parte.

    • Revista KoreaIN

      Ai, que fofa você! Muito obrigada por ter lido e gostado =D
      Realmente, é uma das partes mais difíceis da vida. Acho que o papel do BTS, e de vários outros grupos, é importantíssimo nesse momento. Se expressar e se entender é essencial para o nosso crescimento como ser humano.
      Danger é incrível mesmo!
      Logo vamos lançar a parte 2.

  • SofroPorCoreanos

    Eu como viciada em teorias amei o post… sensacional mesmo, ansiosa pela parte dois (porfavor poste logo *- *)
    meu mv favorito é… run? I need u?… ou… boy in luv, war of hormone, danger… aahh são todos xD
    pretendo muuito ler os livros até pra eu entender mais sobre a teoria e conhecer a historia ^-^

    • Revista KoreaIN

      Logo vamos publicar, obrigada por ler =*
      Ainda mais que todos são ligados, amamos todos mesmo haha <3 <3
      Leia, são livros incríveis.

      • SofroPorCoreanos

        ♡♡♡ porfavor postem logo que n aguento mais *- *

  • Franciele Alves

    Esperando ansiosa pela parte 2, sua analise para teoria tirou todas minhas duvidas em relações algumas coisas, obrigado.

  • SofroPorCoreanos

    Eu tava pensando… como vcs vão adicionar o mv Run, i need u, save me, e o prologue butterfly… eles retratam cenas de drama na juventude e tals principalmente o prologue butterfly que tem o Jin com a câmara filmando coisas que n ta acontecendo ou ja aconteceu… o Tae cometendo suicídio etc

  • SofroPorCoreanos

    Cade a parte dois??

  • Ana Goes

    Existe uma parte no MV de Danger, no segundo refrão, em que supostamente o Taehyung aparece apoiado no espelho. Mas, como uma bela viciada em BTS e teorias, um dia, eu decidi analisar essa parte e, ao fazer isso, percebi que, na verdade, não é o V. Pode parecer loucura mas eu tenho toda a certeza do mundo de que não é ele, eu reconheço seus traços tanto quando eles estão de frente ou de perfil. O Taehyung não tem lábios tão redondos nem tão cheios e seu nariz é um pouco maior, sem contar que só tem uma pessoa com aquele tamanho de cabeça na banda inteira. A pessoa nessa parte específica seria o Jin, fazendo no MV uma sequência de cenas só dele. Pode parecer loucura mas eu tenho certeza. Pode pegar qualquer foto de ambos de perfil – se você procurar nos MVs vai ser fácil de achar uma – você vai ver que, naquela determinada cena no segundo refrão, não é o Taehyung, mas sim o Jin. Não sei se isso tem tanta importância para a história mas esse detalhe sempre me incomodou e vi nesse post uma chance de desabafar algo que me deixava com a pulga atrás da orelha.
    Para ser mais específica ainda, essa cena está entre 2:28 e 2:38 no MV de Danger.

  • Emma x

    Nossa essas caras sabe com mexer com a cabeça da gente kkkk
    Cada vez q assisto os mv’s fico com a cabeça cheia com tantas perguntas sem respostas, vivo recorrendo a teorias pela internet.
    Cada dia sinto minha vida social me deixando por conta disso kkk
    adorei mt essa matéria tirou mts duvidas , quando vai sair a segunda parte ?? já estou ansiosa , já vou preparando a pipoca e os lencinhos q isso tá melhor do as novelas da globo kkkkkkkkkk ;D
    Ahh meu mv favorito …. é beem difícil escolher só um + tenho q escolher então…”Dope”, q por sinal foi o primeiro q assisti *-*

  • Uchiha Yuuko

    Meu MV favorito é Blood Sweet & Tears.

  • Lyssa Noob

    Por tudo que é mais sagrado, postem segunda parte!! Amo vocês

  • Emanuelly Dias

    Antes de morrer eu tenho q conversar com o CEO da BH pra saber como ele faz essa macumba ai

  • Beatriz Silva

    uau sempre gostei bastante do mv just one day, fiquei bem curiosa para ler os livros e entender melhor as historias, foi bom esse post sobre as teoria entendi muita coisa sobre os mv´s <3

  • Louca das Teorias

    Por favor faz com os outros MVs, pq eu amei a sua teoria!!!!