Saiba como é comemorado o Natal em vários países da Ásia

Família reunida, o cheirinho de chester invadindo a sala, os presentes embaixo da árvore e a troca dos mesmos à meia noite, a salada (com uva passa) e aquela prima gótica que abre mão do pretinho básico para usar um vestido vermelho…

Soa familiar? Apesar do clima tropical, o espírito natalino é uma tradição que toma conta das casas e ruas do Brasil. É o momento de reencontrar parentes distantes e voltar para casa quase rolando de tanto comer. Nos países ocidentais, a comemoração cristã do nascimento de Jesus é muito comum, mas como o dia 25 de dezembro é comemorado nos países asiáticos? Pensando em sanar a curiosidade dos nossos leitores, selecionamos alguns países com tradições bastante diferentes do Natal que conhecemos.
Confira abaixo:

TAILÂNDIA

As ruas são decoradas com estátuas gigantes de Papai Noel (e quanto mais luz, melhor!) e nem mesmo os elefantinhos escapam do gorro vermelho. A data em si não tem muito apego religioso e a temperatura nessa época gira em torno dos 20 graus, mas já que reproduz o estilo à la norte-americano, todas as lojas tocam músicas típicas natalinas. Por outro lado e por influência chinesa, o país também é decorado com enfeites do animal do ano, que represente o calendário chinês. O dia é considerado romântico, por isso mais aproveitado por casais de namorados.

imagem-1-bangkok

 

JAPÃO

O Natal nunca teve muita importância religiosa no Japão, país com pouquíssimos cristãos. É importado com valor comercial para impulsionar as vendas da época. As cidades são preenchidas com decorações natalinas e muitas, muitas luzes, principalmente em pontos turísticos e com grande circulação de pessoas. As famílias japonesas costumam celebrar o dia com frango do KFC e o tradicional bolo de creme com morango. A data também é considerada um Dia dos Namorados fora de época, com restaurantes lotados de casais trocando presentes.

imagem-2-tokyo

imagem-4

 

FILIPINAS

Oposto ao Japão, nas Filipinas, essa é a data mais esperada do ano. A temporada natalina chega a durar 4 meses (são os meses do ano que terminam em ‘ber’, no inglês: September, October, November e December). Apesar do comércio existente, o aspecto religioso é muito forte e impressiona qualquer um. A tradição mais comum do país é a Simbang Gabl, simba = igreja, gabi = noite, que começa no dia 16 de dezembro. São 9 dias de missa, realizadas até em shopping centers, já que a quantidade de fiéis muitas vezes não cabe nas igrejas. Em San Fernando, capital do Natal, é realizado o Festival das Lanternas Gigantes, onde 11 vilarejos disputam para ver quem constrói as lanternas mais criativas.

imagem-5

 

ÍNDIA

São poucos os que realmente conhecem o significado do Natal. A grande maioria dos indianos enxerga o Natal como uma época em que os lugares são decorados para agradar os turistas. Quem celebra com bastante fervor o nascimento de Jesus são os cristãos, que costumam enfeitar suas casas com bananas e folhas de manga, além do clássico presépio. É um dia para servir a igreja e aos pobres, estar perto dos familiares e trocar presentes. Para os não cristãos, é apenas mais um dia de trabalho.

imagem-6

 

INDONÉSIA

Até 2010, 87% da população indonésia era muçulmana. Sendo assim, o feriado só é atrativo para a parcela da população que é cristã. Para estes, existem diversas celebrações e cerimônias com comidas regionais. Pequenos espaços dentro de shoppings de classe alta são os únicos lugares onde é possível observar decorações natalinas como as que conhecemos. Infelizmente, essa época do ano desperta um pouco de preocupação e medo. Com a crescente ameaça de terroristas ligados a ISIS, uma grande quantidade de militares são enviados às igrejas para reforçar a segurança das mesmas.

 

CHINA

Com o país focado no Ano Novo Chinês, a data festiva ainda vem sendo incorporada nas grandes cidades aos poucos. Muitos ainda desconhecem o verdadeiro significado deste feriado, já que menos de 10% da população chinesa é cristã. Para estes, a comemoração segue normal: as famílias se reúnem para celebrar o nascimento de Jesus e partilhar de um delicioso jantar, com suas casas enfeitadas com flores, lâmpadas e outros enfeites de papel. Como em alguns outros países asiáticos, as decorações tomam conta das ruas, com intenção de alavancar as vendas, já que existe a troca de presentes entre pessoas próximas. O Natal para eles é uma mistura de Halloween (sim, há decoração de Halloween) e Dia das Mães/Pais/Crianças/Namorados.
Curiosidade: lá, o Papai Noel é chamado de Dun Lhe dao Ren, que significa “Velho Natal”.

imagem-9

 

No próximo artigo traremos com o Natal é comemorado na Coreia do Sul e do Norte, aguardem!

E aí, ficou surpreso? Em qual desses países você quer passar o próximo Natal? Como é o Natal na sua família? Conte para a gente nos comentários abaixo!

 

Por Vanessa Ferreira
Não retirar sem os devidos créditos

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.