Literatura tradicional coreana ganha mais um título em português

Foi lançado em São Paulo no último dia 8, o livro Contos da Tartaruga Dourada.  Escrito por KIM SI-SEUP (1435–1493), o conjunto é considerado uma das obras primas da literatura coreana.

O conjunto escrito no século XV, é considerado o ponto fundador da prosa coreana.  Reúne histórias de uma época muito distante no século XV, que é aplicada nos dias atuais. Um romance em que o leitor se entrelaça com o passado em temas como política e religião, o mundo dos vivos e dos mortos e o amor.

Inspirado nos clássicos chineses e coreanos, o livro faz um mix entre as prosas, poesias e canções; os gêneros de literatura da fantástica à filosofia; da erudição à sensualidade.  O autor Kim Si-Seup se preocupou com a transmissão de sensibilidade ao acontecer dos eventos. Evidenciando também a fusão religiosa entre os elementos xamânicos, budistas, taoísta e neoconfucionistas.

No conto “Um jogo de varetas no Templo das Mil Fortunas” Buda é desafiado pelo protagonista em uma promessa do amor eterno. Em “Yi espreita por cima da mureta”, a união improvável de um casal é atravessada pela turbulência da guerra. “Embriaguez e deleite no Pavilhão do Azul Suspenso” mostra o encontro extranatural de um poeta com uma descendente da realeza. “Visita à Terra Flutuante das Chamas do Sul” tem como centro um embate de ideias filosóficas e religiosas entre um estudioso e um rei do mundo dos mortos. Já “O banquete esvanecido do palácio do Fundo das Águas” conclui e arremata a reunião revisitando temas das histórias anteriores e mostrando um personagem em caminho de iluminação.

Em meio às aventuras sobrenaturais, o autor também oferece detalhes da sociedade da época e dos modos de vida considerados louváveis – que os personagens apresentados nunca conseguem atingir e com os quais se chocam na busca pelos seus desejos. O encontro entre o real e o irreal marca um descompasso entre as formas de realização pessoal e a estrutura política e simbólica vigente, conflito comum em épocas de ruptura, como a que os reinos coreanos viviam.

Agora é possível ler a versão traduzida pela Professora e Doutora Yun Jung Im, que já traduziu obras do coreano para o português e foi duas vezes agraciada com o Prêmio de Tradução Literária do LTI Korea (Instituto de Tradução Literária da Coreia). Atualmente é professora do curso de Língua e Literatura Coreana na Universidade de São Paulo e coordenadora do Grupo de Estudos Coreanos (USP).

INFORMAÇÕES

Título: CONTOS DA TARTARUGA DOURADA
Autor: KIM SI-SEUP
Tradução, notas e textos complementares: YUN JUNG IM
Formato: 14 X 19 cm / 176 PÁGINAS
Editora: Estação Liberdade
Valor médio: R$36,00

Por Giovanna Akioka
Agradecimentos especiais: Editora Estação Liberdade
Não retirar sem os devidos créditos.

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.