[Teoria MV] Conectando as músicas misteriosas do Dreamcatcher

As rainhas do dark concept do Kpop, Dreamcatcher, já inovaram muito em menos de um ano de debut, com músicas incríveis e MVs misteriosos para arrepiar qualquer um. No entanto, com símbolos cheios de significados e cenários e cenas comuns entre os 3 MVs principais delas desse ano, Chase Me, Goodnight e Fly High indicam que há muito mais por trás das cenas dos clipes musicais e que há uma história que conecta as três músicas. Por isso, enquanto aguardamos a tão esperada chegada das meninas aqui no Brasil em dezembro, vamos analisar esses MVs para entender toda essa história e, assim saber mais do grupo.

 

O contexto do debut

Assim como toda a história começa já na primeira música delas desde a renovação do grupo, que transformou o Minx no Dreamcatcher, a análise aqui já começa no conceito inicial do grupo. O primeiro teaser continha apenas o símbolo do grupo, que se transformava de uma versão clara, com fundo branco e letras pretas, para um escuro, com fundo preto e letras em marrom. Isso já apresenta um fator, esses dois momentos e formas que o grupo tem, o antes e o depois, dualidades que vão ser exploradas nos lançamentos seguintes. Além disso, os teasers individuais das integrantes também mostravam 2 lados delas, um visual mais inocente e até de certa forma livre, com vestidos brancos em um campo aberto, enquanto outro tinha elas mais determinadas, e com roupas mais coloridas e típicas da cidade, com paredes e muros de cenário, representando, já no primeiro single, visuais de Dia vs Noite, mas que também podem ter ligação com o tempo, passado e presente, considerando o estilo das roupas e das fotos. Além disso, na maioria das fotos tinha uma coloração e estilo de fotografias antigas, como se representassem um passado, que já não existe mais.

Toda essa ligação de duas realidades e dois momentos no tempo são peças-chave na história que elas querem contar.

 

 

 

Primeiro MV: Chase Me, do single Nightmare

 

No dia 13 de janeiro, uma sexta-feira 13, para agregar ainda mais no simbolismo, elas debutaram com Chase Me, faixa-título do single Nightmare. Esse clipe segue uma história típica de filmes de terror, e já no começo é possível perceber que as meninas do Dremcatcher aparecem como seres sobrenaturais, não aparecendo em câmeras e criando alguns cliches bem representativos para o papel, derrubando livros, aparecendo em corredores escuros, destruindo pelúcias e bonecos, assombrando o visitante do hotel.

 

As “assombrações” em um corredor com iluminação precária.

 

O personagem, vivido pelo ator Jo Dong Hyuk, surge como uma espécie de caçador de fantasmas, carregando equipamentos para tentar, como a música diz, ir atrás delas (“chase me”) e capturá-las de alguma forma, seguindo documentos antigos sobre o hotel e inclusive uma foto bem antiga das meninas, indicando que elas já não estariam vivas, ou no mundo “real” há um longo período. Esta mesma cena das fotos indica que o hotel onde toda essa história acontece fica em Bruxelas, na Bélgica, que corrobora com a decoração do local, cheio de simbologias. Os vários quadros são todos do estilo de arte Vanitas, um gênero de natura-morta, em sua maioria representando o pós-vida, com caveiras, frutas apodrecendo, relógios indicando o pouco tempo restante e por aí vai. Além disso, o estilo Vanitas foi originado no século XVI na região dos Países Baixos, ou seja, na mesma região do hotel do MV.

 

Documentos e fotos antigas sobre elas.

 

Os quadros Vanitas no quarto, onde elas jogam livros e outros objetos no ar, sem aparecer para as câmeras.

 

Tudo começa com o caçador entrando no quarto 808, número inclusive referente ao código policial de distúrbio da paz, que é também o que ele faz ao entrar em um quarto de hotel, que apesar de abandonado estava “ocupado” por elas. Em algum tempo no local, ele acaba desmaiando, ou simplesmente dormindo, na cama. Vale lembrar que o nome do grupo é justamente “apanhador de sonhos”, o amuleto indígena que serve para filtrar sonhos bons e ruins. No caso daqui, o nome pode ter várias interpretações, já que o sono do caçador foi causado pelas meninas para fazer o oposto, perturbá-lo de várias formas possíveis. Ao mesmo tempo, tudo na música indica que elas na verdade sejam não fantasmas, mas pesadelos (assim como o nome do singles, “nightmare”), o que faria do caçador realmente um caçador de “sonhos”. Para aumentar essa teoria, em vários momentos na letra da música elas indicam que perambulam pelos sonhos das pessoas e que a forma de “assombração” delas na verdade é o que elas fazem para se divertir.

 

 

Os primeiros versos da música na voz da JiU já dizem: “Não vou te ver novamente. Eu só quero algo eletrizante. Sonhos de pessoas vazias são entediantes.”. E Yohyeon continua “Eu fiz uma simples cena de terror ontem, o que vou fazer hoje”, o que justifica as pequenas brincadeiras com clichés de filmes que elas fazem. A música segue nessa história, várias vezes repetindo que vai entrar em um novo sonho a noite e que nunca serão pegas pois irão para outros sonhos. Em um momento no rap da Dami, ela diz “Temos sete pequenos jogos para você”, o que indica ainda mais a diversão que elas tinham nos sonhos que visitavam, e enquanto isso as cenas mostram uma espécie de ritual, com todas em volta e ela no meio, até que depois ela também se junta as meninas sentadas ao redor do que restou no centro do círculo, uma boneca. E ainda, reforçando a ideia que elas só viviam nos sonhos, há um momento na música que a SuA diz “Com uma mordida em uma maçã vermelha”, fruta que tem vários significados que levam a isso, simbolizando a vida, sendo o fruto da decisão errada em Adão e Eva e a que carregava o veneno que levou à Branca de Neve ao sono profundo. E para completar, no próprio single, a música de introdução, anterior à Chase Me, se chama “Welcome do the Dream”, ou seja, “bem-vindo ao sonho”.

 

 

Depois de muitas assombrações e jogos das meninas durante a música, o caçador, já perturbado, chega ao real quarto 808, onde encontra as mesmas fotos antigas das meninas e, neste momento, também aparecem cenas delas brincando e rindo no quarto, como em uma filmagem antiga, mostrando a felicidade delas de antes de terem se transformado. Ao final, o caçador ri satisfeito de ter chegado ao seu objetivo, mas esse não foi o fim das assombrações, como o clipe indica, já que a história tem sequência direta em Good Night, já que a pequena melodia do final do clipe, com o som do bater de um relógio ao fundo, também é o início de Good Night.

 

Segundo MV: Good Night, do single Fall Asleep in the Mirror

 

Sequência direta de Chase Me, o MV de Good Night mostra um andamento mais sério da batalha entre as meninas e o caçador. Enquanto a primeira música era sobre divertir a atormentar, a perseguição mútua chega no ápice quando o caçador encontra o quarto com todas as informações e objetos relacionados às meninas. Ainda em tons sombrios, desta vez em vez de usar de temáticas de filmes de terror focado em fantasmas, agora o tema principal é ligado à bruxaria, com mais indicação de feitiços, livros potencialmente de feitiçaria, e roupas com capuz, além da clara perseguição das meninas, enquanto entidade de Nightmare, como uma caça às bruxas. É nesta parte da história que vemos mais da intenção do caçador, que não parece querer tirar as “assombrações” do hotel, e sim de alguma forma poder usar aquele poder, estudando os livros e possíveis outros objetos fontes de poder e magia. Conforme ele descobre mais sobre elas e sobre esse poder, são intercaladas cenas das meninas fugindo no meio de floresta, como se ele estivesse alcançando-as em seu mundo. Ao mesmo tempo, visualmente o que as perseguem aparentam ser elas mesmas, como se o próprio poder, ou lado sombrio delas (já que diversas vezes existe essa separação de persona das meninas) que estão perseguindo-as conforme o controle do caçador.

 

 

 

 

Neste single, as imagens do álbum e do teaser mostram ideias de Branco vs Preto, o que também induz à luz vs escuridão, bom vs mal. Nas imagens da versão “Black”, elas estão em um cenário de floresta cheio de galhos, bem presente no MV e também no terceiro conjunto de fotos do álbum, que junta esses dois lados, com roupas claras mas em um ambiente sombrio e que leva o nome do single, o Fall Asleep in the Mirror. Os galhos e cenários de floresta são aqui símbolos para aprisionamento, como elas tem dificuldade de correr passando por isso e também quando mostram que são pegas por aquilo que as persegue, elas ficam presas entre os galhos. O nome do single também mostra uma outra forma de aprisionamento e um dos objetos base para essa parte da história, o espelho. Elas aparecem cantando através do espelho durante o MV, uma outra indicação de em que realidade elas podem estar, já que são Nightmares, o espelho pode ser uma forma de portal no qual onde elas podem se conectar com o outro lado e serem vistas, além dos sonhos. No próprio quarto 808 há um espelho, e quando o caçador se sente vigiado, metaforicamente aparecendo vários olhos ao seu redor, ele suspeita e vai justamente em direção ao espelho, onde ocasionalmente, ao invés do seu reflexo, ele vê uma das meninas, e também quando encontra um apanhador de sonhos. É também através de um espelho que elas conseguem pegar de volta um livro de feitiços e que as ajuda nessa virada da perseguição.

 

Sequência sobre o espelho em Good Night.

 

Queimando o livro com informações sobre elas e a magia do lugar, elas também queimam os galhos que as aprisionavam na floresta, conseguindo se libertar e afastar o que as perseguia. Elas tomam o caminho da ação, e toda essa transformação é mostrada na música. “Espere, calmamente. Vou esperar você dormir. Agora, é a hora”, no começo mostra a paciência delas de agir no ambiente mais confortável para elas, nos sonhos, como um reflexo também à Chase Me. “Nesse pesadelo sem fim, fique preso assim para sempre, como meu próprio brinquedo.”, este verso da Yoohyeon reforça esse sentido da prisão e dos planos delas de reverterem a situação e prenderem o caçador. Além disso, vale destacar que a música de introdução deste single se chama My Toy, “meu brinquedo”. Mais para o final, JiU e Siyeon mostram a virada de tom e a virada delas, dizendo “Pare de me testar, não me olhe assim com essa expressão lamentável” e “Eu fiz esse momento para você, não pense mais em escapar”. E enquanto isso, o refrão repete “Corra, corra, corra, para chegar longe. Corra, corra corra, para um lugar que você não consegue ver”. Enquanto essa parte poderia se referir a elas no começo da música, com a reviravolta ela torna um grito de provocação delas com o caçador, já que ao tomar o poder, elas destroem os vestígios sobre elas no quarto 808 e, por fim, conseguem, usando do espelho, prender o caçador em seu próprio pesadelo, finalizando com a última música do single, Lullaby, “canção de ninar”.

 

O livro “perdido” na floresta.

 

Por fim, a cena final. De volta a floresta, caminhando com seus capuzes, uma delas deixa cair o livro que começou a história, que aqui parece agora intacto. Existem duas possibilidades, a primeira é que essa cena é uma cena do passado, de antes desses acontecimentos, o caçador teria achado o livro no chão e descoberto sobre elas a partir disso. Tendo sido deixado lá ou acidentalmente, isso explicaria como ele encontrou sobre elas e também porque o livro apareceria inteiro mesmo depois de cenas delas queimando as páginas. A outra ideia é que tenha acontecido realmente depois, até porque neste MV mostra o caçador tirando esse livro da estante do quarto, e elas tenham deixado o livro cair de propósito para outra pessoa encontrar e ir atrás delas para que elas pudessem ter novamente sua diversão com um novo brinquedo.

 

Terceiro MV: Fly High, do mini-álbum Prequel

 

O nome do mini-álbum aqui já alerta, enquanto a história do caçador já acabou, Prequel revela como as meninas se tornaram Nightmare. Seguindo as cenas de passado que apareciam nos MVs anteriores, em Fly High elas aparecem com um tipo de uniforme e roupas claras, se divertindo no hotel. As cenas de dança e também da história oscilam entre a claridade e felicidade do sol e uma neblina mais misteriosa e melancólica que indica o início da transformação. Também aparecem cenas delas similares ao começo de Chase Me, como carregando um boneco como em filmes de terror. Aqui os problemas começam quando JiU encontra uma aranha e a captura com um pote de vidro.

 

Comparação de cenas do início de Chase Me e de Fly High.

 

De lá passamos para um cenário à noite, com Handong dormindo em uma cama cercada de flores e árvores. Ela parece visivelmente atormentada por um pesadelo, incluindo o aparecimento de uma criatura misteriosa – não se sabe se acontece dentro de seu sonho ou não. Pra representar ainda mais o aprisionamento delas, há uma cena em que Yoohyeon encontra um espelho, e junto a ele um apanhador de sonhos, dreamcatcher, assim como aconteceu em Good Night, onde elas usaram essas ferramentas para prender o caçador e, de lá, sai uma substância preta, como se os Nightmares estivessem saindo pelo portal para pegá-las. Depois, voltando para a cena da aranha capturada, mostra que a Yoohyeon resolve atormentar a aranha queimando-a, sem a JiU saber. Nessa parte, tanto pode ter sido já uma Yoohyeon transformada quanto pode ter sido o contrário, sendo o motivo pelo qual elas foram punidas a se tornaram Nightmares, sendo a aranha um disfarce para alguma bruxa – como a que aparece no quarto de Handong – como uma entidade do próprio local que viu o tormento da aranha causado por elas.

 

A aranha capturada.

 

O espelho em Fly High.

 

Após esses acontecimentos, mostram o restante das meninas preocupadas, percebendo que algo está errado e resolvendo fugir. As borboletas somem e o ambiente começa a ficar mais sombrio. No entanto, seu lado sombrio surge, e em vez de sair, a JiU fecha o portão, o que as deixa presas naquele lugar e naquela realidade, aceitando sua existência agora como Nightmares.

 

 

 

As letras da música também reforçam a história. “Com um toque da escuridão, sinto que você está olhando para mim”. O verso é de JiU, que capturou e observava a aranha, podendo ser uma referência a ela ou a entidade que estava a ela relacionada. Dami em seguida fala “É como um grande buraco negro em meu coração. Estou presa no sonho”, com a temática dos sonhos ainda envolvida na música. A Siyeon, como citando uma profecia, diz “Como uma rosa espinhosa [como a da cama de Dami], não posso escapar. No outro lado do espelho, um arco-íris perigoso aparece”, e vale lembrar que arco-íris possuem 7 cores, mesmo número de integrantes do Dreamcatcher, podendo ser uma referência a visão delas mesmas do outro lado do espelho. E no final, último verso da música, Dami repete seu rap, mas com uma diferença, dizendo “Eu estou presa no pesadelo”, quando elas mudam, segundo as fotos do álbum, do “Antes”, com as roupas do começo do MV, e expressões alegres, para o “Depois”, com os vestidos pretos e rostos inexpressivos do final, passando de viverem um sonho, para se tornarem pesadelos, e assim completando o ciclo.

 

 

Considerações finais: É o fim dessa história?

 

Chase Me apresentou um conceito de terror e apresentando o Dreamcatcher como nightmares, pesadelos. Good Night passou para o mistério da magia, mostrou a vingança delas e terminou a batalha contra o caçador. Fly High retornou ao começo e mostrou como passaram de meninas inocentes para essas entidades enigmáticas e poderosas, talvez até como uma metáfora ao próprio Minx, que elas tinham um conceito mais alegre, e passando para o amadurecimento, a diversão e a liberdade de um novo estilo de suas músicas. Em termos de história, a página oficial do Dreamcatcher intitula o primeiro single como “1-1” e o segundo de “1-2”, indicando a sequência de uma mesma história, enquanto Fly High é realmente o prequel. Mas essa intitulação não impediria que houvessem mais sequências, afinal Good Night termina indicando que elas ainda estão querendo se divertir como nightmares. Por outro lado, também é uma forma de indicar que existem outras histórias por aí sobre as meninas, podendo ou não continuarem com esses mesmos personagens. Continuando como “pesadelos” ou não, em poucas músicas e poucos meses o Dreamcatcher provou saberem usar estilos de músicas diferentes e ainda contar uma única e interessante história. Elas são capazes de fazer sobre um único tema, diversas músicas diferentes e com suas características, não só as faixas-títulos como as músicas secundárias, a exemplo do mini-álbum, que além de Fly High ainda tem as músicas Wake Up (“acorde”) e Sleep Walking (“sonâmbulo”), como referência direta ao mesmo tema delas e do próprio grupo, mas estilos musicais completamente diferentes. Mostrando sua complexidade como artistas envolvidas profundamente em criar o mistério do grupo e tornando a experiência das músicas única para seus fãs. Qual será a próxima história que elas vão nos contar?

 

 

Por Paula Bastos Araripe
Fontes: dreamcatcher7, happyface entertainment, coleenbyun, kpop junkee, united kpop, aminoapps
Não retirar sem os devidos créditos.