Já é 2018 na Coreia do Sul (e em toda a Ásia)!

À meia-noite do dia 1ª de 2018, 33 sinos soaram em Seul, inaugurando o novo ano para a Coreia do Sul. Segundo a polícia, cerca de 100 mil cidadão estiveram em Jongno-gu, Seul, num frio de 1 grau, apenas para acompanharem a queima de fogos de artifício e apreciarem a entrada do novo ano.

A prefeitura estendeu os horários de metrô e ônibus para as 2 da amanhã do dia seguinte, tudo para ajudar os cidadãos a voltarem em segurança para suas casas após os eventos de virada de ano.

A Lotte World Tower, em Songpa-gu, Seul, e a área do Jamsil Seokchon Lake estiveram lotados com uma multidão de pelo menos 100 mil pessoas, segundo organizadores, que se reuniram para assistir as luzes dos fogos iluminando os céus em um dia sem nuvens.
A contagem regressiva começou com 123 segundos antes que os andares da torre Lotte, o mais alto da Coreia, fossem iluminados para o delírio do público, que abraçaram e seguraram as mãos de seus parceiros, amigos e família.
Para o evento a organização da Lotte World Tower preparou 15 mil fogos de artifícil e 26 mil luzes de LED para uma performance de 555 segundos, representando os 555 metros de altura do edifício.

 

 

Por Naira Nunes
Fonte: Dispatch + Yonhap News
Não retirar sem os devidos créditos

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.