Filme coreano “BURNING” recebe nota histórica em CANNES

O último lançamento do diretor Lee Chang-Dong tornou-se o filme com a maior nota da história do Festival de Cannes. Baseado no conto Barn Burning de Haruki Murakami, o drama recebeu nota 3.8, superando o recorde anterior de 3.7 pertencente ao drama alemão Toni Erdmann, de 2016. Entre os críticos participantes do júri, apenas dois não deram a nota máxima, que é 4, ao longa-metragem. As notas também estão altas nos sites especializados de cinema, até agora o longa mantém nota 8,2 no IMDB e 93% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Produtor sul-coreano Lee Jong-Dong (primeiro à esquerda), e os atores Steven Yeun, Jun Jong Seo, Yoo Ah-in e o diretor Lee Chang-Dong acenam ao público em Cannes – Loic Venance/AFP/Folha de São Paulo

 

Estrelado por Yoo Ah-In, Jong Seo Jeon e Steven Yeun – que ficou conhecido mundialmente por seu personagem Glenn em The Walking Dead -, “Burning” conta a história de Lee Jong-soo (Yoo Ah-in), um jovem escritor do interior que se muda para Seul. Lá, ele reencontra Haemi (Jong Seo Jeon), que insiste em achar que era vizinha do jovem durante a infância.

Jong-soo se interessa imediatamente por Haemi e todos os seus charmes, mas tudo fica mais sombrio quando a jovem desaparece inexplicavelmente. Para o aspirante a escritor o único culpado seria Ben (Steven Yeun), um playboy que adora colocar fogo em estufas.

 

O filme estreou na Coréia dia 17 de maio e, por enquanto, não há previsão de lançamento no Brasil.

 

Por Isabela Marques
Fonte: Screen Daily e Folha de São Paulo
Foto: IMDB
Não retirar sem os devidos créditos.

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.