De motoqueiro de gangue à superfã: homem japonês afirma que TWICE mudou sua vida

De participante de uma gangue de motoqueiros, a super fã do TWICE. Fanboy do grupo feminino diz que as garotas são a razão da mudança do estilo de vida dele. Um fã japonês do TWICE recentemente compartilhou no twitter sua história pessoal de uma transformação: eis que o moço era membro de uma gangue de motoqueiros de bosozoku e se tornou um bom cidadão depois que virou fã do grupo feminino.

Bosozoku, se trata de uma subcultura japonesa de pilotos de motocicletas personalizadas, sem capacete, fazendo barulho e ultrapassando sinais vermelhos. Seus membros geralmente são menores de vinte anos, idade que marca a maioridade legal no Japão.

Os integrantes de gangues de bosozoku são considerados “rebeldes”, fora das leis rígidas da sociedade japonesa.

Ele afirma que, depois de se deparar com TWICE, ele pôde mudar.

“Dois anos atrás, eu nem sonharia em ser um ‘otaku’. Dois anos atrás eu não teria sonhado segurar um lightstick, fã de leques e cantando ‘fanchants’ ao invés de segurar um acelerador e uma embreagem. Eu estou dizendo que as coisas que você valoriza e acha divertidas estão sujeitas a mudar. Você deve estar aberto para aprender coisas novas”.

 

Essa história não parece um enredo de mangá?

Por Izabely Albuquerque.
Fontes: (1), (2).
Não retirar sem os devidos créditos.