Seleção sul-coreana é atacada com ovos e travesseiros, mesmo após serem recebidos como heróis do país

Reprodução: Equipe sul-coreana chega a aeroporto de Incheon Foto: ED JONES / AFP / Jornal Extra

Os sul-coreanos deixaram a Rússia como heróis, após vencerem a Alemanha na fase de grupos (os atuais campeões do mundo) por 2×0 em um jogo inacreditável. Infelizmente, mesmo com a vitória, os coreanos também foram matematicamente eliminados, após a Suécia vencer o México por 3×0.

Os jogadores e a comissão técnica, entre eles a estrela do time, Son Heungmin, que fez 2 gols durante sua participação e Cho Hyunwoo, o goleiro que foi o terror na vida dos jogadores alemães, chegaram a Coreia do Sul nessa sexta (29). Foram recebidos no aeroporto de Incheon por uma multidão de fãs calorosos, que gritavam pelo nome dos jogadores e frases de apoio pelo desempenho do grupo. Uma situação completamente diferente de 2014, na Copa do Brasil, quando a seleção coreana foi “recepcionada” com tradicionais doces coreanos – uma espécie de insulto na cultura coreana – nesse mesmo aeroporto.

Entretanto, não foi só de amor e idolatria o momento histórico, segundo relatos dos jornais The Sun, Olé e ESPN. Durante uma sessão de fotos e conferência com as mídias presentes, um pequeno grupo de pessoas começou a atirar ovos e almofadas estampadas com a bandeira do Reino Unido na direção do time, que ficou surpreso com a situação.

 


Os sul-coreanos terminaram na terceira posição do Grupo F, à frente dos alemães, mas não conseguiram vaga para a fase de mata-mata. Os jornais internacionais ressaltam que ainda não há explicação para as ovadas, mas acreditam que tenha sido um protesto. Uma vez que, Son Heungmin, joga no Tottenham, da Inglaterra.

 


O técnico, Shin Tae-Yong, afirmou a insatisfação em já estarem voltando para a Coreia do Sul, mas agradeceu os fãs pelo apoio.

“Sem nossos fãs, não teríamos conseguido criar o milagre que fizemos”, destacou o treinador, em referência à vitória histórica contra a Alemanha.

O melhor resultado da Coreia do Sul em Mundiais ocorreu em 2002, quando foi sede junto ao Japão. O time acabou em quarto lugar após perder para a Alemanha na semifinal, que disputou a final contra o Brasil, que foi penta campeão naquela época.

 

Aeroporto de Incheon lotado de fãs da seleção para recepciona-los. Foto: ED JONES / AFP / Reprodução: Jornal Extra

 

Por Naira Nunes
Fonte: ESPN, Jornal Extra, twitter@1689hae
Não retirar sem os devidos créditos

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.