Black6ix no Rio de Janeiro: uma noite para ninguém esquecer

Nesta última quarta, dia 18, o Rio de Janeiro deu as boas vindas ao Black6ix na quarta parada da turnê do grupo no Brasil. Era tanta animação dos fãs em encontrar os idols que fãs começaram a se reunir no local do evento, o tradicional Hotel Windsor Guanabara, com horas de antecedências. A dedicação transbordava, fãs com camisas, cartazes, sacolas de presentes para os meninos e até tiaras com o rosto dos garotos e letreiros iluminados em LED com o nome do grupo.

O Meet&Greet e hihug, primeiro evento da noite, foi cheio de abraços e poses incríveis e criativas. Foram abraços coletivos, corações de fingerhearts ou até mesmo formados com os braços de vários integrantes, integrante sentado no colo do outro e até pose b-boy com selo Taeyoung de qualidade. Em algumas fotos, o Yey fazia gestos que lembravam o homem-aranha, o que rendeu o apelido de homem-aranha para ele (que claro, adorou, já que é fã do super herói). A proximidade idols e fãs logo nesse começo aqueceu o coração de todos e deixou tudo mais animado para os eventos seguintes.

 

 

Seguindo para o fansign, os meninos foram super atenciosos com os pedidos e se esforçavam ao máximo para se comunicar com os fãs, apesar da barreira linguística, e aceitaram todos os presentes com carinho. Com coroas de flores, tiaras e pulseiras coloridas, a cada momento eles ficavam ainda mais fofos (o que já parecia impossível). E sempre que podiam, atendiam aos gritos da plateia com seus nomes, acenando, mandando fingerhearts para todos os lados e até soltando “Rio, eu te amo” e “Vamos fechar?” em algumas ocasiões. Em um intervalo, eles cantaram Evidências, música que virou hino da passagem do grupo no Brasil.

 

 

O fanmeeting fechou a noite com chave de ouro. Com auditório lotado, eles falaram que apesar da turnê corrida, os fãs deixaram eles energizados durante todo o evento. Contaram também sobre o desejo de voltar outra vez e fazer mais shows para os fãs. Yey disse até que um show era pouco e queria fazer 2 por dia em cada cidade. A primeira impressão da cidade para eles foi bem positiva e eles comentaram que, das cidades brasileiras que eles visitaram, foi a que mais parecia a Coreia.

Logo na primeira música – Like a Flower – eles mostraram a vontade de estar perto dos fãs, saindo do palco e passando bem pertinho do público, para o delírio de todos. O gesto se repetiu em outras faixas, principalmente Universe, quando todos eles passearam pelos corredores para alcançar até os fãs no fundo do auditório.

 

 

Dando sequência1 às músicas do grupo, Alone fez todos ficarem emotivos e impressionados com o talento vocal dos meninos. Por fim, a faixa de debut, Please, arrancou gritos até dos fãs mais roucos, que fizeram questão de cantar com eles. Eles também apresentaram dois covers especiais: Not Today e DNA, do BTS. Os passos fortes e sincronizados deixaram todos impressionados e a intensidade das danças e pulos foi sentido por todo o auditório.

 

E, claro, não faltou interação. Cada um deles chamou um fã – foram três meninos e três meninas – para sortear uma atividade que teriam que fazer juntos. Teve de tudo: dança sexy (mais de uma, inclusive!), abraço pelas costas, música acapella dedicada ao fã, e até kabedon (o gesto famoso dos mangás de encurralar o crush em uma parede – nesse caso, a parede foi as costas do alto Jongwoon). O grupo também preparou uma surpresa extra: Ziki foi desafiado a dançar samba para o público, e até puxou outros integrantes para mostrarem todo seu talento na nova dança que aprenderam.

 

 

Foi animação do início ao fim, mesmo após quatro horas de eventos. A gritaria foi tanta que, ao fim do show, o Yey pediu para que os fãs quando chegassem em casa tomassem chás ou pastilhas para a garganta e cuidassem da voz. Para acalmar o coração dos fãs que já choravam nostálgicas com o fim daquele dia, eles asseguraram que retornariam para vê-los novamente. E disseram também que assim como o Cristo Redentor tem seus braços abertos para proteger as pessoas, o Black6ix protegerá seus fãs mesmo longe, aguardando pelo retorno.

 

A parada final do grupo é em São Paulo, para o World Pop Festival, onde encontrarão também o D.I.P e o Rania. Se ainda não tem o seu ingresso, ainda dá tempo de comprar e ver ao vivo o show do grupo:

 

São Paulo – Fansign, Meet&Greet e Showcase com Black6ix
Data: 21/07/2018
Local: World Pop Festival – Mart Center – Rua Chico Pontes,1500 – Vila Guilherme
Ingressos disponíveis: www.clubedoingresso.com/wpf (crianças de até 10 anos terão gratuidade na entrada.)

 

Por Paula Bastos Araripe
Não retirar sem os devidos créditos

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.