[Dossiê – Cadê o K-idol] Onde está o I.O.I, AS VENCEDORAS DO PRODUCE 101?

Recentemente a KoreaIN começou uma nova série para satisfazer a curiosidade de todos os fãs sobre as atividades daqueles idols sumidos por aí. Primeiro foi o grupo UNIQ e agora nós vamos falar de um grupo com uma história bem diferente, mas ainda no coração de todos: I.O.I.
Parece que foi ontem, mas já se passaram quase dois anos do disband programado do girlgroup e três anos desde quando tudo começou com
Pick Me. A K-IN fez na época do primeiro aniversário do programa um levantamento sobre as 101 trainees, mas hoje vamos focar na carreira das 11 meninas do I.O.I, desde então.

 

 

Como o I.O.I foi formado

Enquanto nos apaixonamos pelo debut recente das 12 meninas do IZ*ONE, resultado da temporada mais recente do reality show Produce 48, nada mais justo do que falar sobre as pioneira. O que começou como uma aposta ousada de reality de sobrevivência – 101 trainees de várias agências disputando 11 vagas do grupo vencedor do Produce 101 – rendeu outras tantas edições do programa, que teve seu formato exportado para outros países. Foram diversas tarefas que representavam a rotina dura de treinamento dos idols, com treinadores renomados e incluíam desafios e apresentações icônicas.
Como não lembrar da homenagem aos debuts memoráveis de girlgroups, que reacendeu o amor de todos por músicas como Into the new world? Ou então quando reinventaram Bang Bang da Jessie J com uma performance de dança incrível? Ou, claro, a vitoriosa da batalha de conceitos At The Same Place que rendeu até pedidos de “mais um” do público? Mesmo depois das igualmente incríveis temporadas seguintes, é impossível não lembrar de como tudo começou.

 

 

A breve mas explosiva história do grupo

Após semanas intensas de competição e eliminação, foi formado o top 11 escolhido pelos votos do público coreano com, do rank 1 para 11: Jeon Somi, Kim Sejeong, Choi Yoojung, Kim Chungha, Kim Sohye, Zhou Jieqiong, Jung Chaeyeon, Kim Doyeon, Kang Mina, Lim Nayoung e Yoo Yeonjung. Juntas elas formaram o I.O.I, sigla para “Ideal of Idol” (“ideal de idol”), além de referência ao “101” do programa.

O “ái-ôu-ái” debutou em maio de 2016, um mês depois do fim do programa. Antes disso elas divulgaram um vídeo especial de Crush, música da batalha final e que deveria ser o debut oficial, mas foi trocado por uma nova música, Dream Girls, do álbum Chrysalis.

 

 

Como um grupo temporário, elas debutaram já sabendo quando seria o final de suas promoções. Seguindo o programado, foram 8 meses de I.O.I, com disband oficial em janeiro de 2017. Mas o pouco tempo foi bem usado, com lançamento de várias músicas incríveis e shows lotados. Teve música de unit com Whatta Man, a viciante Very Very Very e a triste despedida com Downpour. Isso sem falar dos inúmeros prêmios, inclusive melhor grupo feminino novato no MAMA daquele ano e melhor artista novato no Golden Disk Awards e no Seoul Music Awards.

 

 

 

 

O que elas estão fazendo agora?

O disband delas certamente foi doloroso para os fãs e para as meninas, que se tornaram muito amigas em tão pouco tempo. Para todos, resta manter essas lembranças felizes enquanto torcemos por uma reunião do I.O.I no futuro. E, sem dúvidas, acompanhar a carreira de cada uma delas torcendo pelo sucesso de todas, junto a seus respectivos grupos ou solo.

Antes de começar, vale lembrar que, diferente das temporadas seguintes, na primeira geração do programa não houve limitação para atividades fora do grupo. Enquanto Wanna One e IZ*ONE não podem participar de outros grupos simultaneamente, as meninas do I.O.I podiam, e foi o caso de boa parte delas.

 

O Destino das Integrantes

Yoo Yeonjung – Starship

Apesar de começar desconhecida e por baixo, aos poucos foi mostrando o talento de sua voz e conseguiu uma vaga no grupo em 11º lugar no grupo vitorioso. Ela entrou no programa como trainee da agência Starship, mas não muito depois de entrar para o I.O.I, a empresa a colocou no grupo que havia debutado há poucos meses, Cosmic Girls (ou WJSN).

Apesar de o grupo ter 13 integrantes, sua voz poderosa lhe rendeu a posição de main vocal. A primeira música que fez parte foi Secret e até hoje continua bem ativa com o grupo, além de fazer OSTs de alguns k-dramas. Ela também teve participação no primeiro episódio do drama Hwayugi – A Korean Odyssey, como uma trainee participante de uma competição de talentos.

 

Primeira música da Yeonjung no Cosmic Girls

 

Música mais recente das Cosmic Girls

 

Lim Nayoung – Pledis

Rapper do I.O.I, Nayeon começou com a fama de “sem emoção”, mas mostrou uma grande evolução nesse aspecto para se tornar uma idol e entrou no I.O.I em 10º, sendo também a líder do grupo, por ser a mais velha, nascida em dezembro de 1995. Uma curiosidade: antes do Produce ela chegou a participar da seleção para o After School e o Hello Venus, mas foi eliminada.

A Pledis levou sete trainees para o programa e duas conseguiram entrar para o top 11 final. Assim que o programa acabou, todas as sete, e mais três trainees de fora, debutaram na empresa como o grupo Pristin, inicialmente chamado de Pledis Girlz. Lá Nayeon também cumpre a posição de main rapper e líder. Ela também participa da sub-unit Pristin V.

 

Debut do Pristin

 

Nayoung na unit Pristin V

 

Kang Mina – Jellyfish

A fofa Mina ficou em 9º no Produce, e foi uma das duas trainees da Jellyfish – das três que entraram na competição – a entrar para o I.O.I. Similar à Pledis, a Jellyfish debutou seu primeiro girlgroup juntando as três com outras seis trainees, formando o Gugudan. Ela também está nas duas units do grupo, Gugudan 5959 (ou OguOgu) com a Hyeyeon e Gugugan SeMiNa, com a Sejong e a Nayoung, o mesmo trio que participou do Produce 101.

Ela também já participou de k-dramas, sua estreia como atriz foi na comédia romântica Children of the 20th Century. Este ano ela também foi apresentadora do programa musical Show! Music Core ao lado do Ong Seungwoo do Wanna One e Mark do NCT.

 

Debut do Gugudan

 

Debut da unit Gugudan 5959

 

Kim Doyeon – Fantagio

Doyeon, da Fantagio, tem história similar. A agência levou cinco trainees para o programa e duas entraram no I.O.I, sendo a Doyeon em 8º. Mas, diferente das demais, elas não tiveram atividades paralelas ao grupo enquanto ativo. Apenas depois do disband, em 2017, a Fantagio anunciou que as duas, juntas da outra participante do programa Jung Haerim (hoje Elly) formariam o novo girlgroup de oito meninas da empresa.

Inicialmente elas eram chamadas de i-Teen Girls, mas foram renomeadas para Weki Meki. Ela também participou da colaboração especial com o Cosmic Girls, a unit WJMK. Era um quarteto com ela e Yoojung do Weki Meki e Seola e Luda do WJSN. Seu debut na atuação foi na série Short.

 

Debut do Weki Meki após o fim do I.O.I

 

Colaboração do Weki Meki com Cosmic Girls

 

Jung Chaeyeon – MBK

O caso da Chaeyeon foi um pouco diferente. Ela e a Huihyeon (ou Cathy) já haviam debutado e estavam ativas no grupo rookie DIA antes do Produce 101. Mas, buscando uma oportunidade de treinar mais e se destacar, elas se afastaram do grupo temporariamentepara participar do show. No fim, Chaeyeon entrou no I.O.I em 7º lugar.

Assim que o programa acabou, as duas voltaram para o DIA e ainda em 2016 lançaram Mr. Potter. Ela teve uma carreira ocupada desde então. Debutou como atriz em Drinking Solo, já atuou em k-dramas, web séries e filmes e apresentou programas de variedades. Será inclusive protagonista em uma série coreana da Netflix em 2019, Because It’s My First Love.

 

Primeiro comeback do DIA depois do Produce 101

 

Comeback mais recente, que rendeu First Win nos programas semanais

 

Zhou Jieqiong – Pledis

Nascida na China e mais conhecida na coreia como Kyulkyung, ela foi a 6º colocada do Produce. Assim como a Nayoung, ela entrou no Pristin e faz parte do Pristin V. Reconhecida como visual dos grupos que fez parte, ela participou de eventos de moda e já gravou OSTs para k-dramas.

Além disso, fez sucesso na China e focou uma parte de suas atividades individuais lá: foi jurada e instrutora de dança do programa Idol Producer e debutou solo com o single digital Why, fazendo shows pelo país.

 

We Like, música do Pristin

 

Debut stage do seu solo na China, Why

 

Kim Sohye – RedLine

Assim como a Sohye tinha um treinamento diferente das outras participantes do programa, vinda de uma agência de atores, ela também construiu uma carreira diferente. Com seu esforço nas aulas de canto e dança, ela cativou os coreanos e terminou em 5º lugar no Produce. Tendo agora atividades como idol, ela criou sua própria agência de uma pessoa, Shark & Penguin (S&P) Entertainment. Ela abriu também o Penguin’s Café, um lugar junto à agência e que também seria ponto de encontro com fãs.

Ela foi apresentadora de vários programas, inclusive o Star Show 360 da MBC e o Game Show da SBS. E, claro, como atriz já conseguiu diversos papéis em dramas. Seu primeiro trabalho como protagonista foi no filme Kang Deok-soon’s Love History, que lhe rendeu indicação no KBS Drama Awards. É possível ver o filme legendado em inglês no canal da KBS World TV no Youtube.

 

Episódio da Sohye no web drama Poetic Story

 

Kim Chungha – M&H

Main dancer do I.O.I e da nação, ChungHa já brilhava no programa. Além das habilidades em dança, tem ótimos vocais e é uma coreografa talentosa, como provou na apresentação de Bang Bang. Por conta disso, ganhou merecidamente o 4º lugar no programa e entrou no I.O.I. Inclusive, a coreografia de Whatta Man é de autoria dela, “ganhando” de outras três companhias contratadas para isso.

Após o fim do grupo ela seguiu carreira solo de enorme sucesso. Ganhou prêmios como artista novata no Seoul Music Awards e no MAMA e esse ano foi indicada a quatro categorias no MAMA. Também fez músicas em projetos colaborativos e OSTs, participou de alguns programas de variedade e competiu no Hit the Stage.

 

Debut solo da ChungHa

 

Projeto da SM Station com Seulgi (Red Velvet), SinB (G-Friend) e Soyeon((G)I-dle)

 

Choi Yoojung – Fantagio

De primeira center do Produce 101 no Pick Me até o 3º lugar na final, Yoojung foi uma das figuras mais marcantes dentro e fora do programa. Muito além de um visual, ela tem talentos que foram sendo mostrados a cada nova atividade. Dentro do I.O.I ajudou a criar as letras do rap de algumas músicas junto da Nayoung.

Além de ser integrante e rapper do Weki Meki, ela tem suas atividades solos principalmente em programas de variedade. Foi parte do elenco permanente do programa de karaokê Golden Tambourine durante um ano de existência do show, estava no elenco principal do reality Idol Fever e participou do King of Masked Singer.

 

Comeback mais recente do Weki Meki

 

Performando Very Good do Block B no Golden Tambourine

 

Kim Sejeong – Jellyfish

Sejeong foi uma das mais populares do programa, que disputou o primeiro lugar no programa do início ao fim, ficando em 2º na final. Não à toa, suas atividades fora do I.O.I foram de grande sucesso. Entrou para o Gugudan e para a unit SeMiNa, mas possui também uma estável carreira solo. Seu debut como cantora solo, com a música Flower Way, ficou em primeiro em sete ranks de grande importância e seu first win foi o recorde de mais rápido para um solo.

Sua música foi produzida pelo Zico, mas baseada em uma história que a Sejeong criou sobre sua mãe. Ela também fez colaborações com o Taeil do Block B e o Doyoung do NCT. Participou de vários programas de variedade, como apresentadora inclusive e teve seu debut como atriz no papel principal no k-drama School 2017. Sua participação no drama gerou indicações e prêmios como atriz revelação.

 

Comeback recente do Gugudan

 

Música da unit SeMiNa

 

Debut solo da Sejeong

 

Jeon Somi – JYP

Curiosamente, justo a integrante do I.O.I com maior popularidade antes e depois do Produce e que foi center do debut por causa do 1º lugar é a que tem o futuro mais incerto. Ela era trainee da JYP, mas sem lançar carreira solo e nem debutar em um grupo novo (apesar de boatos recentes sobre isso), ela acabou saindo da agência em 2018. Mas não muito depois entrou na The Black Label, subsidiária da YG, onde é esperado que ela consiga, enfim, seu debut após I.O.I. Isso não significa que ela não teve atividades nesse tempo, pelo contrário.

A maknae do I.O.I fez colaborações com artistas como Eric Nam e Jun.K. Também lançou uma música com a Yoojung, a Chungha e a Huihyeon. Foi apresentadora do The Show, do Seoul Music Awards e do Music Bank Berlin. Participou de dois programas diferentes que incluíram atividades de idols e lançamento de músicas com o grupo do projeto, a segunda temporada de Sister’s Slam Dunk e o Idol Drama Operation Team.

 

Música do projeto do Sister’s Slam Dunk

 

Música do grupo Girls Next Door, do Idol Drama Operation Team

 

Por Paula Bastos Araripe
Fontes: CJ E&M, Mnet, Mwave, YMC Entertainment, Starship, Pledis, Jellyfish, Fantagio, MBK, S&P, KBS World TV, M&H, JYP, One Hallyu, Nowkpop, Allkpop, Aminoapps, Kknews, Reddit, Kpop Wikia, Wikipedia
Não retirar sem os devidos créditos

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.