[EXCLUSIVO] Oh My Girl fala sobre pontos memoráveis da carreira e expectativa para conhecer os fãs brasileiros

Falta menos de um mês para as meninas do Oh My Girl chegarem ao Brasil pela primeira vez para a realização da sua turnê. Enquanto aguardamos a chegada delas, batemos um papo especial com o grupo, com perguntas sugeridas pelos próprios fãs direto nas redes sociais da K-IN. O grupo falou sobre pontos memoráveis das suas coreografias, conceitos que querem explorar e a relação entre elas. E, claro, comentaram animadas sobre a expectativa de vir ao Brasil. Confira!

KoreaIN – O que vocês sabem sobre o Brasil?

HyoJung: Eu vi uma vez na internet uma foto das Cataratas do Iguaçu. Não somente pelas cataratas, acho que é um país muito bonito e cheio de energia!

JiHo: Eu ouvi falar de samba e o carnaval do Rio. Ouvi falar que era uma festa enorme e gostaria de conhecer um dia!

KoreaIN – Qual das meninas está mais animada para vir ao Brasil?

Binnie: Como é a primeira vez que vamos conhecer fãs do Brasil, acho que todas estamos muito animadas e ansiosas! Quero ir logo para poder trazer várias lembranças boas.

MiMi: Hm!! É muito difícil de apontar alguém! Como para todas é a primeira vez a visitar o Brasil, acho que todas estamos muito ansiosas.

KoreaIN – Qual a expectativa para com o Brasil e o que sentiram ao saber que tem muita gente que quer vê-las?

YooA: Eu considero um país cuja palavra “paixão” vem primeiro na cabeça. Fiquei surpresa ao saber que pessoas do outro lado do mundo conheciam o Oh My Girl.

Arin: Estou muito ansiosa porque nunca tinha ido antes e quero logo ver os Miracles que nos esperam no Brasil!! Logo nos encontraremos!

KoreaIN – Qual é a música vocês mais estão ouvindo no momento?

YooA: Harry Styles, “Kiwi”.

SeungHee: A música “Fiancè” do MINO!!! Gosto de cantar “Naye A-NAK-NE~~”!! E depois repetir “NE~~”!! É muito divertido!!!! ><

KoreaIN – Qual a coreografia preferida de cada integrante?

HyoJung: O meu preferido é a coreografia de “Cupid”! Apesar de ter um conceito “refrescante”, tem seus passos marcantes.

MiMi: Eu gosto das coreografias deste último álbum, “Remember Me”! Gosto porque tem passos livres e podemos mostrar as características de cada uma de nós.

YooA: O meu preferido é o “One Step, Two Steps”.

SeungHee: Eu gosto muito da coreografia de moinho do “Secret Garden”!!! São passos grandes e muito bonitos que combinam muito com a música!

JiHo: Eu gosto da coreografia de “conchas” do “Closer”. É algo muito cara da Oh My Girl.

Binnie: Eu gosto da coreografia da música “Twilight”, do nosso 6° EP (“Remember Me”).

Arin: Eu também gosto da coreografia da música “Twilight” que, apesar de não ser uma das músicas principais do álbum, tem um estilo diferente. Acho que é porque podemos mostrar aos Miracles algo diferente do comum do Oh My Girl.

KoreaIN – Vocês têm um dia em especial que gostariam de viver novamente?

JiHo: Eu quero rever meus amigos do Ensino Médio. Gostaria de ter mais lembranças de vida de estudantes com eles.

Arin: Eu gostaria de voltar para quando tinha menos de 5 anos de idade e ficar com a minha família. Tenho poucas lembranças e tenho curiosidade de como era.

KoreaIN – Que tipo de conceito vocês querem tentar na próxima vez?

HyoJung: Gostaria de tentar uma balada muito emotiva e fazer acordes com as meninas!

Binnie: Eu pessoalmente gosto muito de f(x) e, dentre as músicas delas, gosto muito de “Red Light”. Gostaria de tentar um conceito parecido quando tivermos oportunidade

KoreaIN – Como é a relação de vocês? Vocês já tiveram alguma briga?

SeungHee: É muito curioso mas nós nunca brigamos. Acho que é porque tentamos sempre considerar a opinião das outras e entender. Não temos motivo para brigar porque sempre tentamos entender e pensar umas nas outras.

YooA: É verdade. Acho que nunca brigamos. Acho que é realmente porque temos consideração às outras e assim não criamos motivo para briga.

KoreaIN – Neste último ano as meninas conquistaram o primeiro “First Win” em um programa, como foi a sensação de receber o prêmio depois de tanto tempo se esforçando?

 JiHo: Até agora não consigo acreditar. Apesar de ter sido a Oh My Girl a receber, pensamos que é um prêmio para os Miracles que sempre nos dão carinho e para os staffs que trabalham muito por nós. Me fez pensar que devo me esforçar ainda mais.

MiMi: Primeiramente, não consegui acreditar. Na verdade, não estava esperando por isso! Acho que como eu sempre pensava em seguir o caminho com passos lentos, pensei que ainda era cedo para ganhar algo tão significativo. Tinham muitas pessoas para agradecer e foi muito difícil expressar com palavras o que sentia.

KoreaIN – Qual é o objetivo de vocês agora como grupo? O que desejam alcançar?

HyoJung: Gostaria de continuar crescendo devagar para um dia nos tornar um grupo conhecido e amado pelo mundo inteiro. Gostaria que muitas pessoas conhecessem a Oh My Girl e as nossas músicas.

YooA: Gostaria de, como agora, seguir o caminho passo a passo. Quero curtir o que estamos vivendo hoje.

KoreaIN – Por último, por favor deixem uma mensagem para os fãs brasileiros.

MiMi: Pessoal do Brasil!!! Apesar de estarmos muito longe, sei que vocês estão sempre torcendo por nós e graças a isso iremos nos encontrar. Isso é realmente valioso! Quero agradecer muito e vamos nos ver logo!

Binnie: Primeiramente, obrigada por nos dar tanto carinho, apesar da distância. Nós também estamos super ansiosas, então, nos aguardem! Amo vocês 🙂

O Oh My Girl chega ao Brasil no final de janeiro para uma turnê de fansign terminando com um show em São Paulo. A primeira parada é o Rio de Janeiro, no dia 29, com duas sessões de autógrafos. Em seguida elas vão para Porto Alegre, no dia 30, e Curitiba, no dia 31. No dia 2 elas farão o show e hi-touch no Tropical Butantã, em São Paulo, e no dia 3 ocorrem as últimas duas sessões de autógrafos na cidade, fechando a turnê. A produção é da Highway Star e os ingressos podem ser adquiridos no Sympla. Corre que ainda dá tempo de comprar seu ingresso para curtir a passagem das meninas no Brasil!

Por Paula Bastos
Agradecimentos: Highway Star
Não retirar sem os devidos créditos.