Fotografo Sul Coreano ganha prêmio PULITZER

O fotojornalista Sul coreano, Kim Kyung-hoon, da agência de notícias britânica Reuters, ganhou o prêmio Pulitzer 2019, na categoria “Fotografia de última hora (Breaking News)“, na última terça-feira. A foto escolhida para o prêmio foi a de uma mulher hondurenha, que fugia com seus filhos de gás lacrimogênio, na fronteira com os Estados Unidos em 25 de novembro e 2018.

” Maria Meza, uma migrante de 40 anos, de Honduras, juntamente com uma caravana de milhares da América Central, que tenta chegar aos Estados Unidos, foge do gás lacrimogêneo com suas filhas gêmeas de cinco anos, Saira Mejia Meza e Cheili Mejia Meza em frente ao muro da fronteira entre os EUA e o México, em Tijuana, México, em 25 de novembro de 2018 . “

Kyun-hoon está entre os 12 fotógrafos da agência de notícias Reuters que ganharam o famoso prêmio de jornalismo.

Kim Kyung-hoon

Os juízes elogiaram as fotos vencedoras por “uma surpreendente narrativa visual da vivencia, da urgência, do desespero e tristeza dos migrantes em suas jornadas ao EUA, da América Central e do Sul.

O editor chefe da Reuters, Stephen Adler, disse que o reconhecimento foi gratificante, mas em suas palavras “a atenção do público deve se concentrar mais nas pessoas que retratamos, não em nós. ”

Kim Kyung-hoon nasceu em 1974, e está na Reuters desde 2002. Recentemente ele publicou um livro chamado “Deixe-me ler as fotos”.

Veja mais fotos premiadas: https://www.pulitzer.org/winners/photography-staff-reuters-1

Tradução e adaptação Larissa Ariel
Fonte The Korea Times
Não retirar sem os devidos créditos
.