Dia das Mães | Dicas de conteúdos incríveis para mamães kpoppers (ou não)

Domingo, 10 de Maio de 2020: Dia das Mães. Um dia inteirinho dedicado para enaltecer e contemplar as musas responsáveis por nossas doses diárias de amor.

Sabemos que o Dia das Mães nesse ano será um pouco diferente, talvez até mais próximo, porém com menos pessoas ao redor. Sem aquele famoso ‘almoção‘ de família com o karokê no final da tarde, ou um churrasquinho maroto com direitinho a piscina e umas cervejas. Entretanto, o iolamento social para diminuir o contágio do covid-19 é extremamente necessário. E reconhecendo a importância, fizemos uma lista com indicações para você curtir o dia ao lado da pessoa que você tanto ama!

CANÇÕES

Flower Way – Sejeong (Gugudan)

Enquanto ainda promovia com o grupo feminino I.O.I, Sejeong lançou o solo “Flower Way” produzido por Zico, após a participação dela no programa “Talents for sale”. Durante a exibição, Sejeong contou a sobre a relação de amor e gratidão para com a mãe, pois a mesma foi responsável por criar dois filhos sozinha após o abandono do marido. Há trechos da canção que chega a arrepiar: “O quanto suas lágrimas tiveram que regar para que essa flor (Sejeong) florescesse?”. A letra da música, inclusive, é baseada em cartas que a própria Sejeong enviou para a mãe. O MV traz a cantora em situações atuais, mas que remetem a atos da infância em que a figura materna esteve presente, como o impulso em um balanço, o envolver no edredom, o ajustar do suéter no corpo, entre outros. Ative a legenda para se emocionar: 


The Light – The Ark

Pega os lencinhos, respira fundo e vamos lá. Um MV muito emocionante que narra a relação entre uma mãe solteira e uma filha estudante. A mãe precisa lidar com todos os ‘perrengues’ do cotidiano para proporcionar um bem estar e boa educação para a filha. Vemos isso no início do MV quando ela acorda bem cedinho, abre a geladeira e encontramos diversas bebidas de leite fermentado, o que descobrimos no final ser a favorita da garota. O MV apresenta duas personagens em um dia comum, mas que termina da forma mais trágica possível: a filha sofre um acidente com o ônibus de excursão da escola e falece. A letra da canção é uma declaração da filha para mãe, dizendo que a apoiará da mesma forma que foi apoiada. 



Mama – J-Hope

O solo especial de J-Hope para o álbum Wings pode ser considerado como algo muito mais simples e singelo do que as teorias investigadas e compartilhadas pelas Armys (fandom do BTS): uma homenagem a mãe do rapper. Sim! A letra é profunda e pessoal, e conta a história do pequenino e sonhador Hoseok, que teve apoio da mãe desde quando descobriu a paixão pela dança. Em um trecho especial da canção, J-Hope diz que deseja isso para os filhos: apoio, para que eles floresçam e andem por um vasto caminho de flores. 


Grandmother Bird – Kihyun e Jooheon (MonstaX)

Minha falecida avó tinha uma fala muito especial: avó é mãe duas vezes, a princípio eu não compreendia a lógica, mas quando ela se foi eu percebi que o aconchego que ela me trazia era sim como o de uma mãe. Por essa fala, a perfomance de “Grandmother Bird” merece ser apreciada. O programa “Hip Hope Nation” trouxe o vocalista principal do MONSTAX, Kihyun, e o rapper do grupo, Jooheon, para uma apresentação de tirar o fôlego, ao lado de uma senhora, representando a figura de avó. A canção fala sobre perdas, liberdade e amor. O trio traz para a apresentação todo o amor materno da avó, que deseja proteger e ajudar nos sonhos do neto. Jooheon havia perdido sua avó e finaliza a apresentação em lágrimas. Ative as legendas!


LIVROS

Please Look after mom

Please Look After Mother - Livros na Amazon Brasil- 9780753828182

Quando So-nyo, de 59 anos, é separada do marido entre as multidões da estação de metrô de Seul, a família começa uma busca desesperada para encontrá-la. No entanto, à medida que segredos de longa data e tristezas particulares começam a se revelar, eles são forçados a se perguntar: quão bem eles realmente conheciam a mulher que chamavam de mãe? O livro traz uma reflexão a partir de uma situação triste, porém necessária: o quanto prestamos, verdadeiramente, atenção nas pessoas que vivem ao nosso lado?

Disponível na Amazon


Panchiko

Ask a Korean!: The Misplaced Props in Pachinko

Panchiko conta a história de Sunja, uma jovem de 15 anos solteira, que engravidou e, para a sociedade daquela época (1911) ‘desonrou’ os pais. Isak, um ministro Cristão, oferece a ela uma chance de se salvar, a pede em casamento e a leva para viver com ele no Japão. O livro mostra a relação de Sunja com uma cultura completamente desconhecida e desafiadora (a começar pelo idioma) e também da criação com sua filha. Sunja, mãe tão jovem, é capaz de oferecer todo amor do mundo mesmo naquela situação.

Disponível na Amazon.



Doramas

Hi bye, mama!

Um kdrama muito espirituoso e emocionante para assistir e refletir sobre as relações fraternais. A história gira em torno de Cha Yuri (Kim Taehee) uma mãe fantasma, que faleceu na hora do parto, e por sentir muitas saudades de sua filha, sua alma vaga ainda pela terra, principalmente ao redor da criança. A saudade da personagem faz com que seu espírito seja perceptível para os humanos, e ela tem o direito de ficar na terra por 49 dias, como uma espécie de reencarnação. Ela se aproxima da filha, mas percebe que tudo mudou, seu marido Jo KwangHa (Lee Kyunhyun) casou-se novamente e tem uma nova personalidade, a qual Cha Yuri não reconhece mais. É indicado assistir o drama com lencinhos para as lágrimas e um chazinho de erva cidreira para acalmar o coração.


OS MELHORES PRODUTOS DE K-POP VOCÊ ENCONTRA AQUI!


Angry Mom

Talvez um dos dramas de grande referência quando o assunto principal da trama é a relação entre mãe super protetora e filha. Ah Ran (Yoo Jung “Moonlight Drawn By Clouds”) sofre muito bullying no colégio em que vive, deixando sua mãe Kang Ja (Kim Hee Sun – “My Fair Lady”) tão preocupada a ponto de cometer um ato impensável: se disfarçar para parecer uma estudante colegial e proteger a filha. Por ter uma aparência ainda jovem, Kang Ja se torna Jo Bang Wool para se disfarçar, o que ela não esperava era encontrar um caso de corrupção entre professores, CEOs e alunos considerados “influentes”, os quais chantagearam a filha para obter informações ou cobrar favores. 



Twenty Again

Fugindo um pouco dos clichês (mas nem tanto assim) “Twenty Again” conta a história da mãe Ha Nora (Choi Jiwoo – “Winter Sonata), que quando jovem sonhava em ser dançarina, mas aos 19 anos foi prometida em casamento e, logo em seguida, sem planejar, tornou mãe. Aos 38 anos, cansada e ainda com muito sonho passeando por sua mente, Ha Nora desiste de viver um casamento de aparências e decide traçar a vida por um caminho diferente, começando pela matrícula na faculdade. “Tweenty Again” mostra um confusa e conturbada relação entre mãe e filho (interpretado pelo rapper Real.be), afinal ambos têm a mesma idade e frequentam a faculdade, entre brigas tão reais (e cômicas) nos apegamos aos personagens e torcemos para que encontrem um bom caminho pela frente, sem tanta dificuldade e frustrações (mas é claro que vamos sofrer um pouquinho). 


Mother

Aviso de gatilho. Esse drama aborda temas muitos sensíveis e a violência gráfica é presente. Se você é sensível a esses assuntos, melhor parar por aqui e seguir com às outras recomendações, ok?

Remake de um drama com o mesmo nome, “Mother” é o grande responsável por deixar travesseiros e almofadas molhadas durante uma maratona. “Mother” conta a história de SooJin (Lee BoYoung “I Can hear Your Voice”), uma professora temporária em uma escola infantil, que descobre que a pequena aluna HyeNa (Heo Yool) sofre maus tratos por parte da mãe Ja Young (Ko SungHee “Holo, my love”). De coração partido por encontrar tantos hematomas na criança, e por perceber que ela estava sempre suja ou com fome, SooJin resolve fugir com a garota para longe, e ser a nova mãe. Esse drama faz o coração quase sair pela boca e as unhas são roídas ferozmente. Se você tem coração forte, vale a pena assistir. 

FILMES

Mother

O filme de suspense de 2009 é do aclamadíssimo diretor Bong JoonHo (Parasite) e conta a história de Do Joon (Won Bin –“A man from nowhere”), que é preso após ser considerado principal suspeito do assassinato de uma garota do colegial. Desesperada, a mãe (HyeJa Kim) começa a investigar o caso por conta própria, pois acredita que o filho é inocente. O filme tem reviravoltas chocantes, porém bem estruturadas, capazes de provocar gritos internos e muito nervosismo. O filme tem nota 7.8 no site IMDb.


Little Forest

Hye-Won (Kim Tae-Ri “Mr. Sunshine” e “A Criada”) se cansa de sua vida difícil na cidade e volta para sua cidade natal no campo. Lá, ela cura suas feridas emocionais com a ajuda de seus amigos de longa data, natureza e comida local. O filme também mostra a relação entre mãe e filha, que parece ter sido esquecida por conta do tempo e da correria do dia-a-dia. Um filme para respirar um pouquinho diante desse caos interno que todos temos.

Essa lista saiu com muitas lágrimas e com muito amor. Dia das Mães é sempre um dia especial, pois o sentimento de quem foi responsável por nos dar a vida, e por nos acalentar por longos meses, somente pode ser resumido em: amor incondicional.

Então corre para dar um abraço, um beijo, um chamego, ou fazer uma ligação. na pessoa especial para você, a KoreaIn entende que Mãe é uma figura de proteção e de aconchego, então não importa o que você considera como essa figura: Mãe-drasta, Tia, Avó e até o Pai, corre e demonstre seu amor de forma sincera. 

Depois disso, aproveita para compartilhar outras dicas aqui nos comentários. Tem alguma canção, kdrama, filme, etc, que você quer indicar pra todo mundo? Então nos escreva!

Fontes: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7) e (8)
Não retirar sem os créditos!


Últimas notícias