5 canais coreanos com temática LGBTQIA+

Hoje, 28 de junho, é comemorado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas intersex). A data é celebrada e lembrada mundialmente, marcando um episódio ocorrido em Nova Iorque, em 1969.

A revolta de “Stonewall Inn” aconteceu contra uma série de invasões da polícia de Nova York aos bares frequentados por homossexuais. Muitas vezes eram presos e sofriam represálias por parte das autoridades. Este acontecimento desencadeou uma série de protestos em favor dos direitos dos homossexuais em diversas cidades norte-americanas.

A 1ª Parada do Orgulho Gay foi organizada no ano seguinte (1970), no intuito de fortalecer o movimento de luta contra o preconceito. A “Rebelião de Stonewall Inn” é considerada o “marco zero” do movimento pela luta da igualdade civil dos LGBTQIA+ no século 20.



Na Coreia do Sul a luta pelos diretos LGBT+ ganharam força nos anos 90, com pequenas ornizações pelo combate à discriminação. A luta tomou proporção, e no último ano a vigésima edição da Seoul Queer Culture Festival (a Parada LGBT+ coreana) teve um público recorde de pelo menos 70 mil participantes.

Uma das formas de se comemorar a data, sobretudo em relação ao período de quarentena que estamos enfrentando, é se informar sobre a luta e a vivência LGBTQIA+. Pra isso, selecionamos 5 canais coreanos que abordam, de diversas formas, a vivência dos homossexuais dentro da sociedade coreana, ainda muito conservadora.



1 – NEON MILK e a representatividade T e Q


O canal da NEON MILK foi fundado com um coletivo criativo produzido por pessoas LGBTQ+. Hoje eles contam com pelo menos 7 creators, que produzem todo tipo de conteúdo relacionado a Drag Queen, relacionamento homossexual e mais.
Alguns de seus creators são bastante famosos na internet, como é o caso de Yongrong Kim, make-up artist, modelo e criador da drag NANA. Garantimos que em algum momento você deve ter visto o rosto de NANA em algum lugar, porque ela já participou até mesmo de MV’s de KPOP.


2 – O lifestyle de 망원댁TV MANGO COUPLE


Há mais de 1 ano o casal Pack e Kim decidiu abrir um canal no Youtube, onde iriam compartilhar o dia a dia da vida de casal.

Como videos legendados em inglês, e alguns outros idiomas, o casal publica videos semanais mostrando passeios, a rotina do casal, viagens, trabalho e até rola uns videos de Q&A mais interativo com o público. O melhor, é que além de toda a diversão, não falta afronte ao preconceito da sociedade.



Assim como Pack e Kim, diversos outros casais coreanos compartilham suas rotinas no Youtube. É o caso do canal Bromance Couple _ Gay Story, comandado por Jju e Sik. Os videos mais populares são os de jogos entre casais, porém o maior destaque do canal fica com a série “G Movie”, onde eles lançaram um Gay Movie divido em episódios.



3 – NEEZ e Red Q na representatividade lésbica


A Coreia do Sul tem diversos canais de pequenos estúdios de produção audiovisual espalhados pelo youtube. É o caso do canal 니즈NEEZ_ , que tem produzido a série sobre relacionamento lésbico chamada “Am I the only one with Butterflies?”. O projeto iniciou há mais de 1 ano, e chegou até a segunda temporada, mas no momento está em hiatus.


Além do NEEZ, o canal Red Q também traz uma produção audiovisual voltada para o universo lésbico. O diferencial é a história contada com um visual extremamente aesthetic e cativante, cheios de close-ups e câmeras posicionadas de formas irreverentes. Vale a pena assistir!


Um dos canais coreanos de websérie mais famosos é o Cheeze Film. Voltado para o público jovem, eles abordam diversas formas de relacionamentos, descobertas sexuais, primeiro amor, amizade, entre outros. Dentre seus filmes mais populares estão as séries curtas de relacionamento lésbico, como é o caso de “My dear Friend”.



4 – 99Film e a representatividade gay


Focado em produções cinematográficas sobre o universo gay, o canal da 99Film lança trailers, teasers e making ofs de suas produções, que são publicadas à 5 anos no VIMEO.
Seus videos curtos ultrapassam os milhões de views e quase sempre mostram cenas românticas entre homens. Os filmes On Demand pelo Vimeo abordam diversos tipos temáticas, todas conectadas a relacionamentos homossexuais.
Vale a pena maratonar os videos do canal da 99film. Você fará isso rapidinho.


5 – Asian Boss e a voz da população


O objetivo do canal Asian Boss é dar voz às pessoas, não só na Coreia do Sul, mas em toda a Ásia. Suas produções mesclam matérias e entrevistas populares sobre diversos assustos sociais, dentre eles a comunidade LGBTQ+. Lá é possível ver o que diversas pessoas asiáticas, de diversos países, pensam sobre a comunidade LGBTQ+.
Vale a pena maratonar os vídeos e entender como o povo asiático encara a questão de gênero.



Atualmente, não é crime ser homossexual na Coreia do Sul, porém não existem leis que punem a discriminação ou que garantam liberdade e segurança à comunidade LGBTQIA+.

Ainda hoje, o 28 de junho tem como principal objetivo o combate à homofobia e a conscientização da população sobre a importância de se construir de uma sociedade igualitária e livre de preconceitos, independente do gênero sexual.