Idols sul-coreanos se manifestam em prol do movimento Black Lives Matter

Foto tirada no ano de 2016, durante a onda de passeatas feitas pelo movimento Black Lives Matter. Naquele ano, os manifestantes discutiam a truculência policial, mas também contra a eleição do presidente norte-americano Donald Trump (Crédito: Philipp Raheem)

Demonstrando apoio aos manifestantes em Minneapolis, nos Estados Unidos da América, e do mundo todo, alguns também fizeram doações em dinheiro

Após o assassinato de George Floyd em Minneapolis, nos EUA, foram desencadeados uma série de protestos. As reivindicações são sobre o racismo estrutural norte-americano e denunciam a brutalidade policial. Muitos artistas estão se manifestando a favor da causa, inclusive os idols de KPOP. Entre posicionamentos políticos, doações à instituições como Black Lives Matter Global Network e outras fundações de mesmo intuito, alguns idols como Jay Park, Mark Tuan (GOT7), Amber Liu (ex-F(x)), Jae (DAY6), entre outros nomes, se pronunciaram em apoio a causa.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Na quinta-feira, 28, o rapper ex-2PM e fundador da AOMG, Jay Park, fez uma doação de US$10.000 dólares (equivalente a R$53 mil reais) para a instituição citada acima, demonstrou apoio aos familiares de George Floyd e aos manifestantes na linha de frente dos protestos nos EUA, com um texto publicado no Instagram. O rapper também adiou toda a sua agenda e organizou os artistas da H1GHR para doarem também, arrecadando US$ 21.000 dólares.

OS MELHORES PRODUTOS DE K-POP VOCÊ ENCONTRA AQUI!

“Cansado de ter de fazer postagens como esta e cansado de as mesmas merdas acontecerem repetidamente.

Eu, tendo sido inspirado pela cultura negra e tendo amigos negros ao meu lado, apenas como homens e seres humanos… E pensar no quão desamparado ele se sentiu e no quão desumano foi seu tratamento… E pensar “e se fosse meu pai, ou tio, ou amigo” me faz ficar enjoado. Inúmeras vezes pessoas INOCENTES E DESARMADAS perderam a vida e ninguém assumindo a responsabilidade ou sendo responsabilizado. Pessoas que deveriam proteger e manter o público seguro, não tem o senso comum ou compaixão de entender que eles estão matando inocentes?

O Departamento de Polícia e pessoas em posições de poder não estão fazendo nada para provocar mudanças. Isso tudo me deixa cansado… O sistema todo está corrompido… E ninguém admite, porque estão todos com medo de serem responsabilizados por todos os anos de tratamento injusto e desumano. Não consigo nem mesmo começar a imaginar o quão exaurida está a comunidade negra com tantos anos de abuso.

Eu rezo a Deus que a verdade prevaleça e rezo a Deus para que as pessoas que têm compaixão e empatia sejam colocadas em posições de poder e autoridade, e que desapareçam aqueles que abusam de seu poder pela própria ganância e ego e se sentem superiores. O mesmo para os civis abusando de seus privilégios, chamando a polícia e MENTINDO. Ajam como seres humanos e Deus terá piedade da sua alma. #DescanseEmPazGeorgeFloyd


No último domingo (31), Mark Tuan, do GOT7, também se manifestou e publicou no Twitter um print, mostrando sua doação de US$7.000 dólares (um total de R$37 mil reais) à fundação George Floyd Memorial Fund, pela plataforma Fundraiser. Além da doação, o artista também inseriu o link incentivando os fãs a doarem também.

“Fique forte. Fique seguro”

No mesmo dia, o membro do DAY6, Jae, doou US$1000 dólares (um total de R$5 mil reais) para o Minnesota Freedom Fund. Ele também incluiu o link, para fãs e internautas seguirem o exemplo.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

O rapper Crush também fez uma contribuição monetária, sem divulgar números, para a George Floyd Memorial Fund, além de demonstrar apoio aos movimentos e protestos. A imagem publicada dizia: “Não é o suficiente ser não-racista quietamente, agora é o momento para ser vocalmente ANTI-racista”.

“Muitos artistas ao redor do mundo usam como inspiração a cultura negra, incluindo a mim. Nós temos dever de respeitar todas as raças. Eu acredito que todas as raças têm o direito de serem respeitadas. #DescanseEmPazGeorgeFloyd #BlackLivesMatter”


A banda rookie 2Z se posicionou com um tweet. O quarteto administrado pela Morph Management, escolheu mostrar apoio ao Black Lives Matter e pedindo justiça a George Floyd. Eles reproduziram o movimento de protesto feito pelo jogador de futebol americano, Colin Kaepernick, que em 2016 se ajoelhou durante o hino nacional dos Estados Unidos, mostrando apoio aos veteranos de guerra e à comunidade negra norte-americana.

Não ao racismo. Não a violência. Nós queremos paz. #BlackLivesMatter #JustiçaParaGeorgeFloyd #NãoConsigoRespirar

O rapper e produtor pH-1 se manifestou doando US$3 mil dólares (equivalente a R$16 mil reais) e fazendo uma série de tweets em prol do Black Lives Matter e pedindo justiça a George Floyd.

“Todas as vidas importam, no momento em que as vidas negras importam. Que Deus esteja com os familiares dele. #JustiçaParaGeorgeFloyd

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A ex-trainee da SM Entertainment, Seo Herin, fez uma série de publicações no Instagram, onde defendeu manifestantes, o Black Lives Matter e mostrou apoio à todas as manifestações. Uma delas foi compartilhada pela amiga Yeri, membro do Red Velvet.

Venho vendo muitas pessoas e marcas postando coisas desnecessárias diariamente e isso me irrita, que eles tenham escolhido ignorar e não colocar seus esforços em algo incrivelmente mais importante. Também vi pessoas postando vagamente sobre a situação, evidentemente mostrando nenhuma compaixão ou vontade de agir propriamente contra esse crime de ódio. Estamos seguindo um sistema corrupto por anos e pessoas negras merecem direitos humanos básicos. E como um SER HUMANO precisamos ajudar outros em situação de necessidade. É repugnante que existam pessoas ao redor que não tem empatia para com a comunidade negra e ignoram o tratamento ruim. O PRIVILÉGIO BRANCO NOVAMENTE. Por favor, faça o que puder para espalhar conscientização, assinando petições e falando sobre isso com seus familiares e amigos, e protestando. Nós não pararemos.

A ex-2NE1 se pronunciou pelo Instagram, com uma postagem em inglês e coreano, não somente demonstrando apoio ao Black Lives Matter, mas também cobrando posicionamento de todos os artista sul-coreanos, além de todos aqueles que usufruem da cultura de matrizes africanas. A rapper citou como exemplo diversas artistas negras que a inspiraram.

“‘The Miseducation of Lauryn Hill’ foi o primeiro álbum que meu pai comprou para mim. ‘DANGEROUSLY IN LOVE’ da Beyoncé foi o primeiro CD que comprei pra mim mesma. Janet Jackson me ensinou o poder do movimento da dança e expressão. Missy Elliott é o motivo pelo qual sou obcecada com o visual dos meus vídeos. Lil’ Kim foi uma das pioneiras da moda, que me ensinou como ser corajosa e como contar histórias através das minhas roupas. Aaliyah é a razão pelo qual ainda uso roupas folgadas e botas de combate nos palcos. Durante os raros momentos que frequentei karaokês, meus amigos me viram cantar (na verdade gritar) nonononoWAY da Whitney Houston. Isso termina com no mo drama da MJB [Mary J. Blige]. Algumas das maiores inspirações do 2NE1 foram as Destiny’s Child e TLC. Esses são só alguns does exemplos de mulheres centrais, que me inspiraram ao longo dos anos. Artistas, diretores, escritores, dançarinos, designers, produtores, estilistas na indústria do K-POP todos são inspirados pela cultura negra, quer reconheçam ou não. Gostaria de encorajar todos os fãs de K-POP à demonstrarem seu amor e apoio por tudo que recebemos de artistas negros. Quero explicar para todos os fãs de K-Pop, colegas asiáricos e não-americanos que sentem ter pouca ou nenhuma conexão com o que está acontecendo , que estamos todos conectados no fim do dia. E nós, asiáticos, vivendo no estrangeiro, também não enfrentamos racismo o suficiente, a ponto de estarmos entorpecidos e cansados disso? Nós temos que nos levantar, juntos como um, e ajudá-los a lutar por justiça. Nunca é tarde demais. Vamos enviar amor e apoio ao nos importarmos, elevarmos as vozes negras, nos educarmos e levarmos conscientização às pessoas que te rodeiam.”

View this post on Instagram

+

A post shared by CL (@chaelincl) on

O BTS se pronunciou a primeiro momento com um tweet, dizendo: “Nós somos contra o racismo. Nós condenamos a violência. Você, eu e todos temos o direito de sermos respeitados. Ficaremos juntos”. Além de usarem a hashtag do Black Lives Matter, a Big hit Entertainment doará para instituições relacionadas ao combate do racismo e direitos iguais. Eles não revelaram nomes de instituições ou valores, mas garantiram que a remessa de doações está em andamento.

Até a última edição desta matéria, além dos artistas citados acima, esses foram outros artistas coreanos ou do KPOP que se posicionaram abertamente em suas redes sociais sobre o movimento contra violência policial e sobre Black Lives Matter: Yeri (Red Velvet), Wheein e Moonbyul (MAMAMOO), Taeyang (BIGBANG), Johnny e Ten (NCT/WayV), Yesung (Super Junior), Ravi (VIXX), Peniel (BTOB), Tablo (Epik High), Ashley (Ladies Code) Le (EXID), Jinsol (April), Jo Kwon (2PM), Park Yuri (ex-Produce 101) Jiwoo e BM (KARD), JooE, Nancy e Ahin (Momoland).

Essa imagem publicada por Ahin, do Momoland, foi a mesma reproduzida no Instagram de suas colegas de banda Nancy e JooE. (Fonte: reprodução)

Os solistas: Amber Liu (ex-(Fx)), Minzy (ex-2NE1), Tiffany (Girls Generation), Jessica (ex-Girls Generation), Henry Lau (ex-Super Junior), Kevin Woo (ex-UKISS), Jane (ex-The Ark), Hoya (ex-Infinite), Zelo (ex-BAP), Saay (ex-EVOL), Lee Hi, Zion.T, Jessi, Bibi, Loco, Villian, Simon D, BoA, Tiger JK, Jamie e Baek Yerin (solistas e ex-15&), Leenzy, DALsooobin, Code Knust, PSY, Heize, Dean, Devita, Ugly Duck, Jiselle, Grey, Kim Samuel, Dean, DPR Live, Eric Nam, Holland, AleXa, Rain.

“Estou com vocês. Me solidarizo com os colegas de trabalhos, amigos e toda a comunidade. Minha equipe e eu condenamos essa injustiça. #BlackLivesMatter”

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No hall das celebridades, Bae Doona, atriz e fotógrafa foi uma das que também se pronunciou. A banda indie, Se So Neon, publicou em seu instagram e a vocalista Soyoon se posicionou em sua conta pessoal. O grupo feminino Flor Us, também tem usado suas redes para postagens sobre o movimento. Até a Drag Queen coreana, ex-participante da competição RuPaul’s Drag Race, na 11ª temporada, Soju, se pronunciou para convocar as grandes empresas de KPOP, BigHit, SM, YG e JYP, para se pronunciarem abertamente, considerando a grande influência da cultura negra em suas músicas e MVs de seus artistas.

A vocalista e maknae do grupo feminino rookie Secret Number, Denise, teve sua conta desativada pela própria empresa, Vine Entertainment, após mostrar apoio ao movimento Black Lives Matter. Vale lembrar que o grupo tem menos de um mês de debut e não se sabe se há alguma cláusula contratual de postagens permitidas em redes sociais dos artistas.

Na última segunda-feira, 25, iniciou-se uma série de protestos nos Estados Unidos em prol do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) e pedindo justiça à todas as vidas perdidas para a brutalidade policial. As manifestações foram motivadas após a divulgação de um vídeo em Minneapolis, cidade no estado de Minnesota, nos Estados Unidos, onde mostra o ex-segurança George Floyd (46), um homem negro e desarmado, sendo detido, algemado e imobilizado, após supostamente tentar passar uma nota de U$20 dólares falsa. O oficial Derek Chauvin usou técnicas de contenção agressivas e fora de qualquer instrução oferecida aos profissionais de segurança, isto é, posicionando o joelho no pescoço de Floyd por 8 minutos e 40 segundos, sem qualquer intervenção dos outros policiais presentes. George pediu diversas vezes para o policial tirar um pouco do peso de cima dele, pois ele não conseguia respirar, pedidos não atendidos e que posteriormente levaram à sua morte por asfixia.

Chauvin foi detido e preso na última sexta-feira, 29, respondendo por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e assassinato de terceiro grau (responsável pela morte, ao atuar de forma irresponsável ou imprudente).

#BlackLivesMatter #JusticeForGeorgeFloyd

Fontes: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8
Não retirar sem os devidos créditos!

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});