SeungYoun (WOODZ) faz comeback + revela detalhes sobre ter morado no Brasil

Cho Seung Youn (ou mais conhecido aqui como Luizinho) finalmente teve seu aguardado comeback solo lançado nesta segunda (29). O cantor, que faz parte do boygroup UNIQ e foi integrante do X1 após ter participado do Produce X 101, lançou o mini-álbum EQUAL e o MV para a faixa-single Love Me Harder. Para as promoções, fez uma apresentação digital aos fãs sob a já conhecida alcunha de WOODZ.



Antes do lançamento, o solista deu uma entrevista para a revista W Korea, que será parte da edição de julho. Na ocasião, ele falou sobre o período em que morou no Brasil e sobre o apelido carinhoso usado até hoje pelos fãs brasileiros.

OS MELHORES PRODUTOS DE K-POP VOCÊ ENCONTRA AQUI!

Capa da edição de julho da W Korea. Foto de Heejun Kim.

Ele começou: “Assim que terminei o ensino fundamental, arrumei as malas e fui para o Brasil para estudar futebol. Passei um ano em Santos, uma cidade portuária no sudeste de São Paulo, e um ano em Penápolis, uma pequena vila no noroeste. Santos tem uma atmosfera parecida com Los Angeles nos Estados Unidos. O mar é próximo e no por do sol o vento sopra fresco. Depois dos treinos da noite, eu costumava correr e brincar com meus amigos na praia.

Como é costume entre orientais, Seung Youn também tinha um nome em inglês: Evan. Porém, o Brasil mudou muitas coisas na sua vida, inclusive seu nome: “Quando cheguei ao Brasil, me chamava Evan, mas soava um pouco simples. Naquele tempo, perguntei aos meus amigos brasileiros pelos nomes locais deles e deparei-me com o nome Luizinho. Assim que ouvi o nome, gostei tanto que mudei meu nome de Evan pra Luizinho.



A entrevista na íntegra pode ser lida na edição de julho da W Korea ou no site oficial da publicação aqui.

Quando você começou a acompanhar a carreira do Luizinho? Na época do UNIQ ou do X1? Conta pra gente nos comentários.

Ouça EQUAL:

https://open.spotify.com/album/1Rk5vYQVrDttieSUvKOGsm?si=Z1oOgVMcSuSsdAUGcsDRhw

Fontes: (1), (2)
Não retirar sem os devidos créditos.