Revista Rolling Stone inclui KPOP entre as 75 melhores músicas de boybands

A Rolling Stone – renomada revista estadunidense sobre música e cultura em geral – lançou ontem (24) uma lista das 75 melhores músicas de boy bands de todos os tempos na opinião de seus redatores. E 6 grupos de k-pop foram incluídos na lista conquistando um total de 9 lugares do ranking e brilhando ao lado de artistas como Backstreet Boys, *N SYNC e The Jackson 5. Confira conosco quais músicas foram escolhidas na seleta lista:



BTS – Fake Love (56º)

Lançada em 2018 como parte do álbum Love Yourself: Tear, Fake Love foi exaltada por ter sido a primeira música do grupo a entrar no Top 10 das paradas norte-americanas. A publicação ainda destacou a grandiosa produção do MV dirigido por Choi YongSeok e a bilhante coreografia de
Son Sung-Deuk, que ganhou o prêmio de Melhor Coreógrafo do Ano no Asian Music Awards por seu trabalho em Fake Love.



INFINITE – The Chaser (55º)

Um dos clássicos do INFINITE, The Chaser foi chamada de uma das “joias da coroa” do grupo. Os louros aqui foram a produção retrô de Sweetune – originalmente o duo formado por Han Jae-ho e Kim Seung-soo – misturando batidas oitentistas e elementos da música tradicional coreana.

[LEIA MAIS] 10 músicas de k-pop com elementos de músicas tradicionais coreanas


Seo Taiji and Boys – 난 알아요 (I Know) (43º)

E eis que a faixa debut do grupo que fundou o k-pop aparece na lista. Lançada em 1992, 난 알아요 (ou “Nan Arayo“) já trazia a combinação de uma forte influência ocidental com letras em coreano que começou a revolução na música do país e inaugurou o gênero que hoje conquistou o mundo. Seo Taiji and Boys ainda hoje serve de inspiração tanto para idols consagrados como para aqueles que almejam tornar-se um.


OS MELHORES PRODUTOS DE K-POP VOCÊ ENCONTRA AQUI!


TVXQ! – Mirotic (39º)

Um dos grandes sucessos do TVXQ! e que até hoje é amada por muitos mesmo após mais de 10 anos de seu lançamento, Mirotic é uma faixa atemporal que dominou as paradas e fez o LP do qual é título levar o Golden Disc Awards de 2008. A letra quase foi censurada pela Comissão Coreana de Proteção à Juventude por ser considerada sexy demais e foi necessário a SM Entertainment intervir juridicamente para impedir.


BTS – Euphoria (34º)

O solo de Jungkook que teve RM como um de seus autores é a faixa de abertura de Love Yourself: Answer e uma delicada canção em um álbum que traz músicas agitadas como DNA, Idol e Mic Drop. A capacidade do grupo de mudar sua sonoridade ao longo de um só álbum é como um ás na manga, provando que podem trazer coisas ainda mais grandiosas futuramente.


BIGBANG – Fantastic Baby (31º)

Um dos maiores hinos do k-pop de todos os tempos não poderia ter ficado de fora dessa lista. O mini-álbum Alive, do qual a faixa faz parte, fez história por ter sido o primeiro álbum de k-pop a entrar nas paradas estadounidenses e o MV ficou por muito tempo como um dos mais vistos no Youtube atrás de Psy.



BTS – Spring Day (19º)

Chegando ao top 20 da lista, temos a poderosa Sping Day. Aqui, temos um destaque para a letra que – mesmo comovente e tratando de perdas e sofrimento – vai além dos clichês de corações partidos. O MV também é exaltado, inclusive por sua referência a Snowpiercer, longa do ganhador do Oscar Bong Joon Ho.


SHINee – Sherlock (14º)

O primeiro single híbrido do k-pop, formado pela combinação de Clue (o instrumental) e Note (os vocais), inovou não só pela sua composição como também pela sua coreografia que é dita como a mais cara que a SM Entertainment já investiu. Criada por Tony Testa, que também trabalhou com Britney Spears e Janet Jackson, os passos sincronizados do SHINee melhoram ainda mais o MV de Sherlock.


BTS – Moon (5º)

O solo de Jin, que também participou da composição da faixa junto com RM, do Map Of The Soul: 7 fecha a lista como o hit de k-pop mais bem colocado do ranking. Em sua declaração de amor pelo ARMY, Jin canta como os fãs são o mundo e ele a lua que gira em torno deles.


Gostaram da lista da Rolling Stone? Quem você acha que poderia ter entrado nessa seleção? Conta pra gente nos comentários.

Fonte: (1)
Não retirar sem os devidos créditos.

Últimas notícias