ÆSPA: Conheça o novo girlgroup da SM Entertainment

(Crédito: Divulgação)

Após especulações sobre o que seria o “ÆSPA”, palavra publicada pela SM Entertainment, a empresa anunciou oficialmente o debut de um novo girl group. O quarteto irá fazer sua estreia em novembro, mas como nada produzido pela empresa de Lee Soo-Man poderia ser simples, a mão por trás da criação de grupos como TVXQ, Super Junior, Girls’ Generation, SHINee, f(x), EXO e as units do NCT, anunciou que o ÆSPA será muito maior: uma união entre a AI (Artificial Intelligence, ou Inteligência Artificial) e a música.




O nome conceitual – ÆSPA – é uma junção dos termos “AvatarxExperience” (experiência com avatar) e “aspect” (aspecto), com a proposta de “ser capaz de experienciar novos mundos através de avatares”. Uma explicação conceitual, mas que foi explicada mas esmiuçadamente pelo próprio Lee Soo-Man em uns do painéis da World Cultural Industry Forum 2020 (WCIF), uma conferência online para discutir sobre o futuro e a indústria cultural.

Durante o painel “K-pop and Culture Universe”, Lee Soo-Man apresentou o conceito para o novo girl group e os detalhes futuristas envolvendo o projeto. Explicando que já havia iniciado planos para um Multiverso expandido da SM com o EXO, mas o ÆSPA representaria um passo muito maior, no qual avatares virtuais dos artistas interagiriam de forma mais próxima com os fãs.


“Havia mencionado o SMCU (SM Culture Universe, Universo Cultural da SM) na visão, que é o valor básico do mundo no entretenimento no futuro, mas em breve darei início ao entretenimento do futuro. Estaremos exibindo o girl group, aespa, como o primeiro projeto do SMCU.”


Disse Lee Soo-Man, apresentando o começo de uma nova era para o entretenimento.


A proposta gigantesca foi ganhando novos detalhes conforme o discurso seguia. Além do intrincado plano para um entretenimento baseado em proximidade fã-idol, a partir de uma ferramenta virtual, o aespa ainda é um girl group com conceito, vocais e muito talento. O CEO prometeu composições, músicas e performances, misturando as habilidades das integrantes reais com as infinitas possibilidades envolvendo as cibernéticas.


“Aespa irá projetar um futuro mundo centrado em celebridades e avatares, e nascerão como um grupo completamente novo e conceitos inovadores que transcendem os limites entre “mundo real” e o “mundo virtual”. Acho que seria bom criar uma visão de mundo com histórias inovadoras e poderosas desde o planejamento, e como criar e transmitir uma história e como entrar na visão de mundo através de conteúdos futuros. Acho que esse é o jogo. Melhor que uma cosmovisão interpretada como um símbolo e uma metáfora, criamos uma narrativa com todo uma nova e muito atraente história e personagem, e essa história é um elemento importante para artistas e músicas expressarem. Acho que essa é a chave pro sucesso. Quando lançarmos o aespa para o mundo, as músicas e composições delas serão uma experiência nova para o entretenimento toda através de IP (direitos de propriedade intelectual), visuais, performances, incluindo vídeo, como videoclipes, assim como histórias fascinantes. Tenho certeza de que tudo será feito.” O CEO e continuou, sobre as narrativas. “Os membros existentes no ‘mundo real’ e os membros-avatares existentes no ‘mundo virtual’ se comunicam através de um mundo intermediário, digital, entre os dois mundos. A narrativa cresce constantemente. Os membros do ‘mundo real’, e os membros-avatares do ‘mundo virtual’, e a misteriosa existência no ‘mundo virtual’ que as apoia e age como ajudantes, se torna realidade como um membro do grupo. Existe um novo conceito de grupo com identidades pioneiras nas quais estamos trabalhando. Os membros do ‘mundo real’’ e do ‘mundo virtual’ todos têm cérebros de Inteligência Artificial como o de diferentes criaturas, assim podendo conversarem, ajudando a se tornarem amigos e compartilharem informações. Estamos planejando mostrar todo o conceito e narrativa que antes não conseguíamos exibir antes, tal como levar e trazer informações desses mundos para dividir informações. Eventualmente elas entraram uma no mundo da outra, interagindo e sendo capazes de fazer livestreams em redes sociais, o que não existia até agora.”

Lee disse em parte do discurso.

Ainda não há informações complementares sobre como funcionará o grupo, se terá membros fixos ou se funcionará em units (tal como o NCT), mas um vídeo publicado nas redes sociais do aespa apresentou a aparência e dinâmica entre real e virtual, usando como exemplo Karina, a segunda integrante a ser revelada.




Conheça as integrantes do ÆSPA:


Winter


Nome: Kim Minjeong

Posição: Vocalista e dançarina

Nascimento: 30 de dezembro de 2001

Nacionalidade: Coreana

Winter foi a primeira a ser revelada. Ela foi trainee por três anos e já era notada por seus vocais e dança


Karina


Nome: Yoo Jimin

Posição: Vocalista, rapper e dançarina

Nascimento: 11 de abril de 2000

Nacionalidade: Coreana

Karina foi a segunda integrante revelada e a primeira a ter seu membro-avatar revelado após a conferência. Ela apareceu pela primeira vez no MV de Want do Taemin, mas desde antes já era conhecida entre os fãs que acompanham tudo que é divulgado pela SM Entertainment.



Ningning


Nome: Ning Yizhou

Posição: Vocalista e maknae

Nascimento: 23 de outubro de 2002

Nacionalidade: Chinesa

Ningning foi apresentada no SMROOKIE de 2016, mas já havia se apresentado em vários programas musicais chineses. Ela gosta do BLACKPINK e tem a Jennie como bias, além de ser amiga de alguns integrantes do NCT.


Giselle


Nome: Uchinaga Aeri

Posição: Rapper

Nascimento: 30 de outubro de 2001

Nacionalidade: Coreana-japonesa

Giselle sabe tocar guitarra e fala fluentemente japonês, coreano e inglês. Ela estudou no colégio internacional Sacred Heart School. Foi trainee por 1 ano.

Fontes: (1), (2), (3)
Fotos: SM Entertainment – Divulgação
Não retirar sem os devidos créditos.

Últimas notícias