Governo coreano tomará medidas para proteger celebridades menores de idade

O Governo Coreano anunciou no fim de setembro que tomará uma série de medias para proteger celebridades e trainees menores de idade de práticas ilegais, tais como fraude. A preocupação começou devido ao fato de que crianças e adolescentes estão entrando no mundo do entretenimento cada vez mais precocemente, expondo-se à diversos riscos. A ação está sendo feita em conjunto por vários órgãos e é liderada pelo Escritório de Coordenação de Políticas Governamentais.



Uma das medidas visa evitar que agências exijam dinheiro e valores de pessoas que pretendem virar celebridades e façam promessas fraudulentas de dívidas. Atualmente, o sistema de busca da Agência de Conteúdo Criativo Coreana (KOCCA, na sigla em inglês) apenas mostra o nome e registro de cada agência. Com as novas regras, cada empresa terá que fornecer dados sobre quais celebridades estão sob sua tutela. Anualmente, cada agência registrada passará por avaliação, bem como escolas de entretenimento. Além disso, a fiscalização e a imposição de multas serão reforçadas em relação ao cumprimento das normas de restrição ao emprego de criminosos sexuais e de educação sexual obrigatória. A polícia judiciária especial será designada para reprimir as agências não registradas.

Outro ponto a passar por modificação será o sistema de audições. Como boa parte das seleções acontecem por conexões pessoais, criando assimetria de informações e possibilidade de fraude, notícias e informações sobre audições passarão a ser postadas nos sites de associações e fundações e será criado um guia para reforçar a transparência de tais processos.

O direito de descanso apropriado e educação também serão complementados por diretrizes mais específicas que poderão ser aplicadas em ambiente de trabalho. Também serão redigidas diretrizes específicas para aparições na TV. Para cláusulas que não possuem restrições legais, como a que especifica por quanto tempo uma celebridade menor de idade pode prestar serviços dependendo da sua idade, modificações serão feitas para incluir multas em caso de descumprimento. Na ocorrência de denúncias de crimes ou outros danos, os casos nos quais as vítimas forem menores terão prioridade.

A KOCCA também aumentará a capacidade de atendimento do seu centro de aconselhamento psicológico e de carreira para permitir o acompanhamento de até 350 pessoas, muito além da atual capacidade de 100. Assim as celebridades e trainees menores de idade poderão alivar um pouco o stress e preocupações advindas da profissão.

O governo declarou: “Inspecionaremos a situação cada departamento para que a implementação dos direitos de celebridades possa ser feito de forma eficiente.

Fonte: (1)
Imagem: Divulgação (Marbling)
Não retirar sem os devidos créditos.

Últimas notícias