Incêndio atinge prédio e deixa mais de 90 feridos na Coreia do Sul

Um incêndio atingiu um prédio de 33 andares na cidade de Ulsan, na Coreia do Sul, na noite de quinta feira (8). Segundo o Corpo de Bombeiros de Ulsan, ao todo 91 pessoas foram hospitalizadas com ferimentos leves, como inalação de fumaça ou pequenas queimaduras. Não houve registros de mortos e também não há relatos de feridos graves.



O incêndio começou por volta das 23h no horário local. Estima-se que o fogo tenha surgido entre o 8º e o 12º andar, na parede exterior do prédio. O motivo e local exato do início do fogo ainda são desconhecidos pelas autoridades. 

Foto por Kim Yong-tae/Yonhap via AP

O prédio, chamado de Samhwan Art Nouveau Apartment, possui cerca de 120 apartamentos residenciais. Ele é um dos vários prédios presentes na cidade metropolitana de Ulsan, centro da região industrial do país que fica na costa sudeste coreana, a 70 km ao norte de Busan. 

Felizmente, os bombeiros chegaram apenas 5 minutos depois da primeira ligação de um morador do 12º andar. Essa ação rápida permitiu evitar uma tragédia. Segundo o corpo de bombeiros, mais de 1000 profissionais foram enviados para controlar as chamas e resgatar moradores. Centenas de pessoas evacuaram o prédio e 77 delas foram resgatadas pelo corpo de bombeiros pela cobertura e outros pontos do prédio.



Por causa dos ventos fortes, o fogo se espalhou rápido e dificultou o trabalho de controle das chamas. Os bombeiros conseguiram extinguir as chamas após 13 horas de trabalho. Após isso, equipes de bombeiros se revezaram para entrar no prédio e procurar pessoas que pudessem ainda estar lá dentro. 

O primeiro-ministro sul-coreano Chung Sye-kyun agradeceu o trabalho dos bombeiros, expressou solidariedade para os afetados e reforçou a necessidade de melhores planos de prevenção a incêndios.


Por Paula Bastos Araripe
Fontes: [1], [2], [3], [4], [5], [6], [7].
Não retirar sem dos devidos créditos.



Últimas notícias