Cultura

10 KPOP IDOLS que ARRASAM na COZINHA

Se nós somos o que comemos, bem que poderíamos ser uma acelga fermentada maravilhosa, ou o popular kimchi. Não precisa estar há muito tempo no KPOP para já ter ouvido falar da culinária coreana e ter babado horrores vendo os oppas, noonas e unnies comendo aqueles pratos coloridos e suculentos.

Aproveitando a semana em que o evento de Culinária Coreana acontece em São Paulo, entre os dias 15 e 16 de setembro, listamos para vocês alguns kpop idols que são tão talentosos na cozinha quanto nos palcos.

VEJA TAMBÉM: Masterchef coreano? Participe do 1º CONCURSO DE GASTRONOMIA COREANA!

 

Fei – Miss A

Fei é a kpop idol-chef mais reconhecida na indústria e uma das que mais dominam a arte culinária entre todos dessa lista. Ela foi a ganhadora do 1º lugar no MasterChef Korea: Celebrity (uma versão do MasterChef, voltado para celebridades). Fei já apareceu em vários programas de culinária e sua comida é elogiada por muitos chefs coreanos renomados.

 

Jin – BTS

Um dos talentos do Seokjin, do BTS, muito conhecido entre as armys é: cozinhar bem. Ele é um dos responsáveis pela alimentação no dormitório. Desde o debut do grupo, o mais velho entre os sete, também transmite o momento das refeições online, no quadro “Eat Jin”, que era publicado no canal BANGTANTV e agora no VLIVE do grupo. Ele gosta de compartilhar com suas fãs um dos melhores momentos do dia: a hora de comer! Como se não bastasse, o Jin ainda mantinha um diário de receita com as armys! (Pena que ultimamente ele anda tendo muito tempo). O k-idol também já participou de alguns programas coreanos onde mostrou seus dotes culinários.

 

O video é antigo, mas nada como ver essa união do BTS desde o debut.

 

Taeyang – BIGBANG

O vocalista principal do BIGBANG está nessa lista por ter mencionado várias vezes sua paixão pela cozinha. Inclusive em sua participação no programa I Live Alone, ele chegou a mostrar seus dotes. Na verdade, ele prefere comer a cozinhar, mas por gostar de comidas boas, ele aprendeu a cozinhar – já que os outros membros do BIGBANG não são lá muito bons na cozinha, tanto quanto no palco. Uma curiosidade, nós, pobres mortais, somos viciados em séries, já o Taeyang é viciado em programas de culinária. Prioridades né mores?

 

Wendy – RED VELVET

Para os reveluvs, fãs do Red Velvet, não deve ser nenhuma novidade, mas talvez nem todos saibam do talento da Wendy na cozinha. Acredito que a Wendy não poderia estar num grupo com nome melhor que o de um bolo, uma das especialidades dela. Ela adora fazer guloseimas para seus amigos. Wendy é conhecida por frequentemente fazer “mimos” para seus staffs e gerentes que trabalham com ela e o grupo.

 

Key – SHINee

Key, apesar de se virar muito que bem na cozinha, não mostra tanto esse seu talento. Entretanto, já participou de alguns programas em que pôde exibir um pouquinho desse seu lado. Um bom exemplo foi sua participação no programa “Made to Order“, onde ele mostrou suas habilidades e técnicas culinárias fazendo uma caixa de bentô, uma marmita japonesa tradicional.

 

Yook Sungjae – BTOB

Além de cantar, dançar e atuar muito bem, o Sungjae também coloca vários homens no chinelo com suas habilidades na cozinha. A prova do talento dele e do sabor do “tômpero”, como diz o chef do Jaquin do MasterChef Brasil, é que ele conseguiu o 3º lugar no programa culinário Idol Chef King.

 

Hyerin – EXID

Hyerin é a integrante que melhor cozinha entre as cinco do grupo. Ela inclusive participou do programa Idol Chef King, junto com a Solji, e mostrou uma diversidade de pratos coreanos típicos que sabe fazer.

 

MinGyu – SEVENTEEN

Durante o programa “Seventeen’s One Fine Day“, Mingyu mostrou a todos que sabe bem o que fazer na cozinha. Ele cozinhou galinha fresca, cortou, limpou e preparou peixe, fez arroz, jjajang e tantas outras coisas que acabou ganhando o apelido de “MingJooBoo”, ou Dona de Casa Ming.

 

Henry Lau – ex- Super Junior

Como se não bastasse o Henry tocar piano, violino, cantar e dançar muito bem, ele ainda é aprendiz de um famoso chef coreano. Quem diria que o papel em um filme iria despertar nele a paixão por cozinhar? Sim! Ele começou a receber aulas de gastronomia por causa de um papel em um filme, mas acabou se apaixonando pela arte da cozinha. E nós? babamos, claro.

 

YoonA – SNSD

Além de visual na nação, YoonA é a integrante que mais se interessa por cozinhar entre todas do Girls ‘Generation. Mesmo que seja só um hobbie, a YoonA tem postura igual a de uma chef num programa profissional de culinária no vídeo abaixo. Rainha versátil, né mores?

 

Você também pode mostrar seus talentos na cozinha e ainda ganhar uma viagem pra Coreia! O 1º Concurso de Gastronomia Coreana é realizado pelo Centro Cultural Coreano de São Paulo entre os dias 15 e 16 de setembro e é voltado tanto para amadores quanto para profissionais, com direito à premiação! Corre para fazer sua inscrição, porque vai até dia 11 de setembro. Clica aqui para regulamento e inscrição: http://revistakoreain.com.br/2018/08/masterchef-coreano-participe-do-1o-concurso-de-gastronomia-coreana/

 

SERVIÇO

Data: 15 e 16 de setembro
Local: Expo Center Norte (Pavilhão Amarelo) – R. José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme.
Horário: A definir.
Realização: Centro Cultural Coreano no Brasil – Alameda Barros, 192, Santa Cecília, SP, Brasil

Mais informações: Tel (11) 2893-1098 / programas@kccbrasil.com

 

Izabely Albuquerque
Não retirar sem os devidos créditos.

Masterchef coreano? Participe do 1º CONCURSO DE GASTRONOMIA COREANA!

A culinária coreana é rica em sabores que agradam ao paladar do brasileiro, ou de qualquer pessoa que um dia resolva experimentar. Algumas pessoas até arriscam cozinhar um prato aqui e outro ali, e é por isso que o Centro Cultural Coreano de São Paulo realiza em Setembro o 1º Concurso de Gastronomia Coreana”.

O concurso, que será dividido em dois grupos, o grupo A para amadores e o B para profissionais, quer testar as habilidades dos brasileiros com a cozinha coreana. As provas têm início na segunda semana de setembro, mas as inscrições já estão abertas! Para participar é preciso ser maior de dezoito anos e ter nacionalidade brasileira (não pode ter nacionalidade coreana). No caso dos profissionais, é preciso apresentar um documento que comprove a experiência de pelo menos 1 anos em culinária.

Tanto os participantes do grupo A, quanto do grupo B deverão preparar um prato coreano famoso, como por exemplo: bibimbap, bulgogui, japtche ou até mesmo escolher outro prato que mais agrade. Não existe limitação de ingredientes e poderá ser usado componentes brasileiros. O tempo de preparo máximo é de 50 minutos.

A primeira fase do concurso é eliminatória, os interessados devem enviar sua inscrição por e-mail e esta será julgada; a lista de participantes será divulgada no dia 11 de setembro. Os selecionados na categoria amador realizarão a prova no dia 15 de setembro, e os da categoria profissionais no dia 16 de setembro.

 

INSCRIÇÕES

Para participar do concurso é preciso realizar a inscrição via e-mail, que deve conter em anexo o formulário de inscrição para o concurso e uma foto do prato que será preparado no dia. Além disso no assunto do e-mail deve conter o nome do concurso,  a categoria que o participante irá concorrer e o nome do participante, como por exemplo: “Concurso de Gastronomia Coreana/Amador/Nome do Participante”  ou “Concurso de Gastronomia Coreana/ Profissional/Nome do Participante”.

O e-mail de inscrição deve ser enviado para eventos@kccbrazil.com.br.

O formulário de inscrição está disponível no site do Centro Cultural (http://brazil.korean-culture.org/pt/438/board/183/read/91694).

 

PREMIAÇÃO

Na categoria amadores, haverá prêmio para 1º, 2º e 3º lugar, enquanto na categoria profissionais somente o 1º e o 2º lugar recebem prêmios.

 

Prêmios (amadores)

1º lugar – R$ 1.200,00 + passagem aérea para a Coreia do Sul

2º lugar – R$ 1.000,00

3º lugar – R$ 800,00

Prêmios (profissionais)

1º lugar – R$ 2.000,00

2º lugar – R$ 1.200,00

 

Além disso, o 1º lugar do grupo A também ganhará uma passagem para a Coreia do Sul, onde participará do “Concurso Mundial de Culinária Coreana” e do “Programa da Cultura Coreana”. E o vencedor do 1º lugar do grupo B poderá participar de uma aula especial de culinária coreana no Centro Cultural Coreano.

 

SERVIÇO

Data: 15 e 16 de setembro
Local: Expo Center Norte (Pavilhão Amarelo) – R. José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme.
Horário: A definir.
Realização: Centro Cultural Coreano no Brasil – Alameda Barros, 192, Santa Cecília, SP, Brasil

Mais informações: Tel (11) 2893-1098 / programas@kccbrasil.com

http://brazil.korean-culture.org/pt/438/board/183/read/91694#sthash.nqtPukFP.dpuf

Por Isabela Marques
Fonte: Centro Cultural Coreano do Brasil
Não retirar sem os créditos.

Vem aí o Brasil Hallyu Expo, o maior evento GRATUITO de Cultura Coreana do Brasil!

O Brasil Hallyu Expo 2018 é mais um evento GRATUITO organizado pela AT Korea e o Centro Cultural Coreano no Brasil, que já realizou inúmeros eventos de sucesso esse ano.
O Hallyu Expo acontece nos dias 15 e 16 de setembro, em São Paulo, no Expo Center Norte, e é o maior expo sobre cultura coreana do Brasil.
O evento trará apresentações especiais de música e dança, workshops, exposições, comidas coreanas, showcase com o boygroup IMFACT e muito mais.

A grande atração do evento será a participação do boygroup IMFACT, da agência Star Empire. Os garotos deixaram uma mensagem convidando todos os fãs da cultura coreana para participarem. Vem ver:

A entrada no Brasil Hallyu Expo é gratuita, mas você precisa realizar sua inscrição pelo link abaixo. A inscrição é válida para os dois dias de evento e será confirmada através do seu email.

INSCREVA-SE AGORA: https://www.eventbrite.com.br/e/brasil-hallyu-expo-2018-tickets-49559361384

CONFIRME SUA PARTICIPAÇÃO: https://www.facebook.com/events/1790045447782874/

 

 

SERVIÇO:

Data: 15 a 16 de Setembro
Horário: Sábado 13:00 – 20:00 e no Domingo 10:00 – 20:00
Local: Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme, São Paulo – SP
ENTRADA GRATUITA

5 covers INCRÍVEIS de KPOP em Gayageum

Ontem listamos 15 idols que tocam piano divinamente. Mas o que é o Gayageum que ouviremos no evento de amanhã?
Esse instrumento de origem coreana se assemelha à cítara e possui 12 cordas. Seu nome significa, literalmente, instrumento de cordas. Para conhecermos melhor o som do Gayageum, separamos uma lista de 5 covers de hits do k-pop tocados nele.

Amanhã, dia 23 de agosto, no 13° Dia da Cultura Coreana, você poderá ouvir o Gayageum em um encontro musical, que mesclará os sons do piano com o instrumento tradicional coreano. Mais informações sobre o evento você vê no final da lista.

 

5 – BTS “Blood, Sweat & Tears”

A ideia do youtuber BigMarvel foi misturar BeatBox com Gayageum e Kpop!

 

Já a youtuber Clara Melody fez uma adaptação mais tradicionalista.

4 – Momoland “Bboom Bboom”

 

3 – Twice “TT”

 

2 – Ikon “Love Scenario”

 

1 – EXO “Ko Ko Bop”

 

Qual foi o seu cover favorito? Adoramos a sonoridade do Gayageum e toda essa aura de “cultura asiática tradicional”.


Serviço:

Encontro de Música: Gayageum e Piano
Data: Quinta-feira, 23/08/18, 19:30
Local: Sala do Conservatório l Praça das Artes Rua Conselheiro Crispiniano, 378, Centro (acesso a veículos) / Avenida São João, 281, Centro (acesso de pedestres).
Entrada: Evento GRATUITO com vagas LIMITADAS (para se inscrever acesse o link < https://www.eventbrite.com.br/e/13o-dia-da-cultura-coreana-encontro-de-musica-gayageum-e-piano-tickets-49062390932)

 

Por Greyce Oliveira
Não retirar sem os devidos créditos

13º Dia da Cultura Coreana promove encontro musical entre piano e o tradicional gayageum

Nos últimos meses o Centro Cultural Coreano no Brasil realizou grandes eventos como a mostra de cinema com filmes coreanos premiados, exposição de cartoons coreanos, e os 11° e 12° dias da cultura coreana com dança moderna e o MINHWA, uma arte de pintura folclórica coreana.

Nesse mês de agosto já tivemos o concurso de gastronomia coreana, nos dias 16 e 17, para amadores e profissionais; E para o 13° Dia da Cultura Coreana, no próximo dia 23 de agosto, o Centro Cultural em parceria com a Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal da Cultura, e a Fundação Theatro Municipal, trazem um encontro musical, que mesclará piano com o instrumento tradicional coreano GAYAGEUM.

O evento é GRATUITO, mas as vagas são LIMITADAS. Você pode reservar sua vaga se inscrevendo aqui.

Retirado do facebook do Centro Cultural Coreano no Brasil

 

De origem coreana, o instruimento Gayageum se assemelha às cítaras. De acordo com o Samguksagi (registro da história coreana, 1145), ele foi desenvolvido em torno do século 6, período dos três reinos da Coreia, na confederação de Gaya pelo rei Kasil, depois de observar um antigo instrumento chinês. Então ordenou o rei, ao músico Wu Ruk que compusesse uma música utilizando o instrumento. Seu nome original era gayago, e depois foi modificado para gayageum. Wu Ruk aperfeiçoou o instrumento durante o reinado de Jinheung, na Dinastia Shilla.

Reprodução internet.

 

Serviço:

Encontro de Música: Gayageum e Piano.

Data: Quinta-feira, 23/08/18, 19:30

Local: Sala do Conservatório l Praça das Artes Rua Conselheiro Crispiniano, 378, Centro (acesso a veículos) / Avenida São João, 281, Centro (acesso de pedestres)

Entrada: Evento GRATUITO com vagas LIMITADAS (para se inscrever acesse o link <https://www.eventbrite.com.br/e/13o-dia-da-cultura-coreana-encontro-de-musica-gayageum-e-piano-tickets-49062390932 > )

 

Por Larissa Ariel
Não retirar sem os devidos créditos

 

12º Dia da Cultura Coreana: Workshop de MINHWA, a tradicional arte da Coreia

No dia 27 de julho (sexta-feira), às 15h, acontece no Centro Cultural Coreano o 12º Dia da Cultura Coreana e o tema será MINHWA, uma arte de pintura tradicional folclórica coreana.

Durante o evento, haverá exposição das artes da artista Tae Hwa Ha que, além de exibir suas obras, irá realizar uma apresentação de MINHWA para todos presentes no evento. 

Quem participar do evento também poderá ter a experiência de produzir uma arte MINHWA. O material para a pintura será fornecido pelo próprio Centro Cultural, porém é recomendável levar um avental para participar da atividade.

As inscrições vão até dia 26/07, os interessados devem acessar o formulário nesse link https://goo.gl/forms/m70J58fJJikC1aSA2 e preenche-lo para realizar a inscrição. As vagas são limitadas!

 

O MINHWA

O Minhwa é uma Pintura Folclórica Coreana. Apesar de ser uma arte tradicional, não é considerada convencional, pois em essência é um gênero de arte criado para as pessoas comuns (que viviam longe dos palácios).

O Minhwa é o resultado natural do desejo do povo em levar uma vida saudável e próspera, além de embelezar seu ambiente de vida. Os Minhwas abrangem uma variedade enorme de assuntos e formas de expressões, apostando em simbologias, eventos cotidianos dos coreanos e também na filosofia coreana. Apesar da arte ser tão diferente daquelas presentes nos Palácios, seu formato humorístico e simples, além de sua forma não convencional e cores ousadas, são características importantes da estética coreana.

Em uma pintura folclórica de um pássaro e de um tigre, o tigre é descrito como amigável e engraçado. O pássaro parece estar zombando do tigre.

 

Na antiguidade, era comum animais serem retratados nas pinturas, em sua grande maioria os tigres, os pássaros, tartarugas, veados e os dragões sempre foram os favoritos. Cada um tinha uma simbologia, mas os artistas acreditavam que alguns desses animais representavam a longevidade.

O tigre por exemplo, considerado símbolo da Coreia, representa um animal corajoso e esperto, que causava medo nas pessoas por ser mais forte do que elas. Nos Minhwas, as representações humorísticas de sua arte ajudaram as pessoas a superar o medo do tigre, dando a esse ser sagrado um comportamento e aparência mais amigáveis.

 

A versão Minhwa dos dez símbolos de longevidade, e um Minhwa de peônias e uma rocha sinuosa.

 

Atualmente as pinturas Minwha foram adaptadas na arte moderna, presentes em muros de bairros antigos, adesivos de carros, capas de celulares, material escolar, e até mesmo estampa de camisetas.

 

Arte Minwha presente nos muros de casas antigas e também em objetos do nosso cotidiano.

 

Gostou de conhecer o Minhwa? Então não esquece de se inscrever no 12º Dia da Cultura Coreana e participar das atividades envolvendo essa arte incrível!

 

SERVIÇO

Data: 27/07/2018
Horário: 15h
Endereço: Centro Cultural Coreano no Brasil – Alameda Barros 192 – Santa Cecília – São Paulo/SP

Entrada Gratuita

Inscrições: https://goo.gl/forms/m70J58fJJikC1aSA2
Mais informações: Tel (11)2893-1098 / programas@kccbrazil.com.br

 

 

Por Isabela Marques
Fonte: Centro Cultural Coreano e Antiquealive.
Não retirar sem os créditos.

 

 

Kim Jae Duk, famoso coreógrafo coreano, realiza workshop gratuito em São Paulo no dia 28

O prestigiado coreógrafo Kim Jae Duk vem ao Brasil nessa semana para um workshop especial organizado pelo Centro Cultural Coreano no Brasil. Na 11ª Edição do ‘Dia da Cultura Coreana no Brasil’, Kim retorna ao país para uma aula especial sobre dança moderna e para compartilhar seus conhecimentos com os presentes.

O evento é gratuito, mas os interessados devem enviar sua incrição até o dia 26 de junho através do seguinte link: https://goo.gl/forms/WoNtR5Xmb21Cn6fC3

Kim Jae Duk é líder do renomado grupo de dança contemporânea, Modern Table. Suas performances também utilizam um mix de musical, pan-sori, rock e hip hop, de forma que transcendem gêneros e limitações. Sua forma de dançar chama a atenção do público e da crítica devido à ideias não convencionais e projetos experimentais. Ele também trata tradicionais temas coreanos de forma única.

O artista coleciona prêmios durante sua vasta carreira como coreógrafo e dançarino. Ele ganhou o Primeiro Prêmio no Seoul Dance Festival com suas performances Simchung Guyz e Darkness Pumba, além de suas premiações como Special Jury Award no Seoul International Choreography Festival e Excellence Award no CJ Young Festival. Ele já palestrou na Rambert School of Ballet and Contemporary Dance em Londres. Incluindo isso, ele já performou internacionalmente conquistando as plateias de países como Cingapura, Japão, Indonesia, Malásia e também Países Baixos, Belgica, Argentina, Colombia e Brasil.

SERVIÇO
Data: 
28/06/2018
Horário: 
16h
Endereço:
 Centro Cultural Coreano no Brasil – Alameda Barros 192 – Santa Cecília – São Paulo/SP
Entrada gratuita
Mais informações: 
Tel: (11)2893-1098 / programas@kccbrazil.com.br

 

Site coreano permite que você alugue um ‘oppa’ para passear pela Coreia

Se você é fã dos kdramas e é um kpopper apaixonado pela indústria de entretenimento coreana, com certeza já pensou em visitar a Coreia do Sul por pelo menos algumas semanas (ou morar lá), não é verdade?
A cultura coreana é realmente rica e o país todo é um verdadeiro ponto turístico, cada bairro possui um belo cantinho que deixa nossa curiosidade afoita para conhecer e tirar várias e várias fotos no local. Mas, além do passeio, e se eu te disser que você pode alugar um coreano por algumas horas para que ele seja seu guia turístico? E aí, que tal?

O serviço do Oh My Oppa que tem dado o que falar nas redes sociais. Oh My Oppa é um site que te indica pontos turísticos e as atividades que você pode fazer no local, tudo isso com um belo rapaz coreano ao seu lado, passeando contigo e explicando cada pedacinho de onde você resolveu conhecer.

O serviço não é apenas para estrangeiros, claro que um coreano pode alugar um oppa por um dia, mas o público alvo da empresa são os visitantes que vão conhecer a Coreia do Sul e se sentem muito sozinhos. Basta entrar no site e encontrar seu oppa favorito. Cada um é designado para um local (um que possua muita afinidade e conhecimento). O site ainda apresenta a rotina do passeio, deixando em aberto duas diferentes listas para que o cliente escolha.

Você pode, por exemplo, passear com o oppa Kihyun pela galeria da SM ENTERTAINMENT¸ ou dar uma volta de bicicleta pelo Rio Han com ele. Ou que tal visitar o mercado de Gwangjang e comer vários pratos, tradicionais da Coreia do Sul ao lado do William? Quem sabe ainda, aproveitar a noite em Gangnam, se divertir em fliperamas e ainda ter um jantar super-romântico com o Jake? No site há 8 oppas esperando para serem escolhidos, basta procurar o passeio e a companhia que mais te interesse.

Todos os passeios incluem uma bebida (café, chá gelado) ou um lanchinho. Caso você queira comprar mais alguma coisa, você precisa pagar do seu próprio bolso, mas seu oppa vai sempre te acompanhar.

Todos os oppas do site

Segundo o criador do Oh My Oppa, Sr. Lee, tudo começou em uma brincadeira, em uma conversa com os amigos em um barzinho, mas resolveram tentar, afinal tudo vale uma experiência. O serviço funcionou e atrai cada vez mais estrangeiros à procura de um oppa.

Quero alugar um oppa!

Antes de tudo, o site pede que crie um cadastro para colher informações pessoais, pois assim será possível prosseguir com o aluguel e receber o feedback do cliente. Em seguida, é preciso “reservar” o oppa no site, e só pode ser feito às quartas-feiras. Seleciona-se o rapaz escolhido e logo em seguida o dia e hora desejados. Após a escolha do encontro, o site redireciona para outra página: a de pagamento. Os preços variam de U$D60 a U$D70, aproximadamente 220/230 reais. O pagamento é feito via cartão de crédito internacional e logo um o comprovante do aluguel chega no e-mail. Pronto! Agora é só esperar a data do passeio.

Após o encontro é possível deixar uma “mensagem” ao oppa, fazendo com que a reputação dele aumente e que ele fique por mais tempo no site. Alguns dos rapazes estão disponíveis em 3 dias durante a semana, outros tem a agenda livre durante a semana toda.

Comentários dos usuários elogiando o Oppa escolhido.

Caso aconteça algum imprevisto no dia, o passeio pode ser cancelado, basta enviar um e-mail para a empresa, o processo de cancelamento e reembolso é iniciado.

Os oppas geralmente sabem um segundo idioma, mas Sr. Lee afirma que “por ser um serviço coreano, a maioria dos rapazes falam melhor em coreano”. Alguns oppas, porém, falam inglês, mandarim e até espanhol! A comunicação é importante pois os oppas são guias turísticos que vão apresentar os lugares, além de bater um papo amigável com a acompanhante.

Muito fofo, não? Para algumas pessoas pode parecer um absurdo a empresa lucrar em cima desse serviço, porém não é algo incomum. Nos Estados Unidos, por exemplo, há diversos aplicativos e sites de acompanhantes, existindo até acompanhante para o velório (já pensou?).

Oh My Oppa proporciona os sonhos das dorameiras e um divertido passeio com um simpático coreano. Afinal, não bastar estar na Coreia, é preciso conhece-la e nada melhor do que aprender mais sobre o país ao lado de uma ótima companhia, não é mesmo?

E aí, ficou com vontade de usar o serviço? Conta para gente aí nos comentários!

 

Por Isabela Marques
Fontes: Oh My Oppa e StraitsTimes
Não divulgue sem os devidos créditos.