24k

Makestar, o financiamento coletivo do kpop que aproxima idols e fãs

Que o mundo do kpop tem cada vez mais grupos, vindos das mais variadas agências, já é de conhecimento comum entre os fãs. Por esse mesmo motivo, sobreviver nessa indústria, ainda mais vindo de agências pequenas, é cada vez mais difícil já que manter um grupo de kpop tem um custo alto que nem sempre dá um retorno imediato, impossibilitando a permanência do grupo, mesmo que contra a vontade de todos. Ao mesmo tempo, muitos grupos que não tem muito apoio local pode ter vários fãs internacionais que gostariam de ajudar mais o grupo. Unindo todos esses aspectos, o Makestar surgiu com uma pretensão: ser uma nova ferramenta de financiamento coletivo que une idols e fãs. Quer saber mais? A gente explica.

 

Estabelecido oficialmente em 2015 e com sede em Seul, o site funciona como plataforma para que as agências façam projetos para conseguir custear algum produto ou evento específico. As motivações são variadas, pode ir desde a filmagem de um novo MV até para uma sessão de fotos para um novo photobook, apesar que a motivação mais comum é para a produção dos álbuns dos artistas.

Já o sistema do site funciona como o de sites já conhecidos de financiamento: a empresa determina um objetivo financeiro para a conclusão daquele produto e pede doações, de qualquer tamanho, para chegar àquele objetivo. E ainda promovem presentes especiais para aqueles que ajudam o grupo, prêmios que melhoram conforme a quantia, podendo ser desde um agradecimento especial do grupo para você e indo até um jantar com os integrantes.

Apoio internacional

O interessante é que o site possui versão inteiramente em inglês e valor em dólar, o que permite que pessoas de todo o mundo possam doar. A prova disso está em um dos vídeos do Stellar para o projeto, que elas participaram já algumas vezes, em que elas agradecem aos fãs em 7 idiomas: Coreano, Inglês, Espanhol, Japonês, Italiano, Chinês e sim, até Português!

Stellar agradecendo ao apoio dos fãs internacionais

Outro detalhe é que não só a grande maioria dos projetos alcança o valor pedido como em boa parte das vezes passa e muito do valor antes do tempo limite da arrecadação. E antes que alguém estranhe esse exagero, para poder aproveitar essa ajuda, as empresas costumam também criar mais objetivos conforme o financiamento anda, gerando mais projetos para os idols e mais recompensas para os fãs. Já caso o financiamento não alcance o mínimo, o dinheiro dos fãs também não é desperdiçado, já que é comum também que seja no estilo “tudo ou nada”, ou chega aos 100%, ou então os fãs recebem todo o dinheiro de volta.

Idols no Makestar

Em pouco mais de um ano de existência do site, vários grupos até já conhecidos entre os kpoppers pelo mundo já tiveram projetos na plataforma. Para mostrar um pouco mais do que é o Makestar, selecionamos alguns dos idols que passaram pelo programa esse período.

Stellar, o primeiro girlgroup a fazer um show solo no Brasil está atualmente no seu terceiro projeto no site e é também mais bem sucedido no Makestar até agora. Isso porque o projeto atual, de um novo álbum especial para os fãs, pretendia 8 mil dólares e hoje já está na faixa de 76 mil, ou seja, chegando a 900% a mais do pedido inicialmente. Por ter chegado a esse número, vários objetivos e prêmios extras já estão garantidos além do álbum como um jantar especial para o Stellar com direito a vídeo de mokbang, um dia de folga para as meninas irem ao shopping e uma música composta pela Gayoung para o fandom, Twinkle, que fará parte do álbum. Se chegar a 1000% agora, o comeback do Stellar terá publicidade no metrô da Coreia, aumentando a visibilidade do grupo. Os outros dois projetos anteriores possibilitaram a produção dos álbuns de Sting e Cry, e geraram ainda vários vídeos divertidos de versões alternativas para as músicas, como mix com covers dos fãs, dance tutorials e as integrantes dançando partes das outras.

Sting com as partes da dança trocadas

O divertido tutorial para dançar o refrão de Vibrato

Outro grupo que já participou mais de uma vez foi o Berry Good. Os dois comebacks das meninas do ano passado foram financiados pelo programa. O primeiro foi um mini-álbum intitulado Very Berry já o segundo seria apenas um single, mas por causa do bom retorno que tiveram foi possível aprimorar e transformar o lançamento em outro mini-álbum, Glory. Em março foi lançada a terceira campanha delas para o próximo comeback. Mesmo ainda em andamento, a campanha completou 100% do necessário para o single ainda no primeiro dia.

Cenas do fanmeeting realizado como premiação pela contribuição no Makestar

Se exercitando com o Berry Good

Também conhecidos pelos brasileiros depois da turnê de fanmeeting de 2016, o 24K teve o seu primeiro álbum completo possibilitado com a ajuda dos fãs através do site. Assim em outubro, The Real One foi lançado com Bingo de faixa título, além da adição de músicas como Still 24K e Superfly. Uma das recompensas mais divertidas foi que cada um deles fez um vídeo fazendo gwiyomi. Eles também já estão com outro projeto em andamento para o próximo comeback.

Cory e o seu gwiyomi

Não só para comebacks o Makestar serve. Os rookies do ASTRO tiveram no seu primeiro photobook a memória especial de ter sido realizado junto com os fãs. Isso permitiu melhorias do produto, que ganhou capa dura, uma qualidade melhor das folhas, mais páginas e outros mimos para os fãs que adquiriram o livro pela campanha, como calendário e photocards especais.

Desafio de manequim do ASTRO

Legenda: Cenas da sessão de fotos do photobook

É bom deixar claro que fazer parte do Makestar não é sinônimo do grupo não ter dinheiro para nada. Existem projetos no site que foram criados como forma de se aproximarem aos fãs e dar algo exclusivo a eles. Mesmo 2PM e Apink, grupos amplamente conhecidos e de grandes empresas, já participaram do Makestar, sendo no caso deles para a criação de uma capa de celular em edição limitada, na qual a única opção de premiação por doação era justo a própria capa de celular. Já o Nine Muses também fez um photobook especial, na qual os contribuidores não só receberam o livro, além de outros presentes, como o que fosse arrecadado de valor além do suficiente para a produção do photobook foi doado para a caridade no nome do Nine Muses e dos contribuidores.

Existem até projetos para debut de novos grupos, como o caso do Top Secret e do MyTeen, que se apoiaram nos fãs que já conquistaram e mesmo sem terem sido lançados já tem fãs que os adoram e fizeram com que os objetivos de ambos fossem alcançados. E ainda uma campanha em andamento para a renovação de um grupo, o K-MUCH, que depois de um hiatus se recriou, mudou de nome para Be.A, escolhido pelos fãs, e agora usa o Makestar para ajudar no relançamento e também para aproximar os fãs, já que uma das prometidas recompensas é uma viagem com acampamento a noite com o grupo.

Outros grupos que já participaram do Makestar de alguma forma, e foram muito sucedidos, incluem Topp Dogg, Tahiti, High4, HALO, Lunafly, BADKIZ, Momoland, A.DE, Brave Girls, Crayon Pop, WA$$UP, OhBliss, April, B.I.G, Varsity e Laboum. Para quem quiser seguir os próximos projetos e vídeos que surgirem deles, o Makestar faz várias postagens com os grupos em suas redes sociais, no Twitter, no Facebook e no Youtube.

 

Por Paula Bastos Araripe
Fontes: Makestar, crunchbase, astroboys
Não retirar sem os devidos créditos

Quem são os grupos que fazem 5 e 10 anos de carreira em 2017?

Todos os anos os grupos de K-pop comemoram aniversário do início de suas carreiras, celebrando mais um ano completado com sucesso entre infelizes ocasionais disbands. Por isso, existem alguns números mágicos que mostram o sucesso do grupo em continuar na ativa fazendo músicas, alegrando aos fãs e a eles próprios por continuarem a fazer o que sonhavam. Uma dessas marcas é a dos 5 anos, quando o grupo já deixa de ser rookie completamente e pode comemorar a meia década de existência. A outra marca é a de 10 anos, quando celebram de fato uma década de atividades, estabelecendo-se por completo. Claro que isso, infelizmente, não deixa o grupo invulnerável a um disband, mas ao menos é mais certeza de que o seu nome entrará para a história.

Por isso, vamos celebrar aqueles grupos que debutaram em 2012 e 2007, listando alguns desses grupos que ainda estão na ativa para chegar em um destes marcos esse ano

2007

O ano de 2007 foi único para a primeira geração de K-pop, não só pelas músicas, mas também pela forma como os grupos que surgiram fizeram história nos anos seguintes. Não só é garantido que todo kpopper conheça pelo menos um grupo que tenha debutado nesse ano, como existem debuts que foram hits a ponto de até hoje serem tocados nas playlists. Outra coisa incrível é que, embora na época menos grupos fossem criados, houveram apenas 8 debuts e eles continuam com força até hoje, tendo apenas 3 disbandados nesse meio tempo: o trio misto 8Eight, que acabou em 2014, com o fim do contrato dos integrantes com a BigHit Entertainment, o KARA, que sofreu o chocante disband no ano passado e recentemente o Wonder Girls, que anunciou sua despedida para o mês de fevereiro.

 

Wonder Girls

Nada como começar uma pequena volta pelo tempo com o grupo conhecido pelos seus conceitos de músicas que remetem aos anos 60, 70 e 80. O grupo debutou já nesse conceito com Irony, e  se destacou no primeiro comeback, quando Tell me afetou a Coreia profundamente, se tornando altamente conhecida pelos coreanos, inclusive com uma coreografia viral repetida por várias pessoas na TV e em vídeos do Youtube (Você deve conhecer o: OMONA!). Originalmente formado por SoHee, HyunA, YeEun, SunYe e SunMi, o grupo teve algumas mudanças em suas integrantes ao longo dos anos. Logo depois do debut, Hyuna saiu a pedido de seus pais preocupados com a sua saúde e foi substituída pela rapper Yubin. Em 2010, Sunmi decidiu sair para seguir sua carreira acadêmica, entrando Hyerim em seu lugar. Entre 2012 e 2013, duas outras integrantes saíram: Sunye, para se casar e trabalhar como missionária com seu marido, e Sohee, que assinou com a Big Hit para focar na carreira de atriz. Na mesma época, foi anunciado o retorno de Sunmi ao grupo, deixando com 4 integrantes. Com as mudanças, veio uma restruturação do grupo, que deixou de ser um girlgroup focado apenas em dança para serem uma banda com as integrantes tocando instrumentos. Lançaram o álbum Reboot com a música título I Feel You, que manteve as raízes do grupo no estilo saudosista. A música mais recente é de julho de 2016, Why So Lonely.
Infelizmente, para o kpop, e felizmente para o desejo pessoal das garotas, o grupo anunciou o fim de suas atividades como Wonder Girls em janeiro.

F.T Island

A banda da ilha dos cinco tesouros, ou melhor, F.T. Island (sigla para Five Treasure Island) é o grupo mais antigo da FNC Entertainment, empresa que surgiu não muito antes do próprio grupo. Mesmo sendo de uma agência nova, F.T. Island debutou com um sucesso: Love Sick ficou no topo dos charts coreanos por 8 semanas consecutivas. No ano seguinte ao debut, o guitarrista Oh Won Bin saiu do grupo e foi substituído por Song Seung-hyun. Mas depois disso, o grupo não teve mudanças e continua com essa formação até hoje. F.T. Island tem sucessos na Coreia e no Japão, onde já fizeram até colaboração com o vocalista do One Ok Rock, Takahiro Moriuchi, na música Primavera (sim, isso não foi traduzido, na explicação original, o nome tem origem do latim, mas a escrita e o significado são os mesmos da palavra em português). A discografia da banda é extensa. Já são 15 álbuns completos, 8 mini-álbuns e vários singles e OSTs em coreano e em japonês. O comeback mais recente na Coreia foi o rock Take Me Now, que ficou em 5º no chart da Billboard de álbuns mundiais, a melhor posição do grupo.

Girls’ Generation

Girls’ Generation, Sonyeo Sidae, GG, SNSD. São vários nomes e apelidos para esse grupo que ficou conhecido como um dos girlsgroups da nação. O debut, com Into the new world, virou um clássico do K-pop, mas nem tão instantaneamente. Foi com o sucesso do grupo nos anos seguintes que as músicas anteriores voltaram à tona, sendo hoje muito praticadas e repetidas por grupos rookies. O sucesso de Girls’ Generation veio dois anos depois, com a icônica Gee, nomeada pela Melon como a música mais popular de toda a década dos anos 2000. Em abril de 2015, o grupo virou o primeiro girlgroup do mundo a ter 4 MVs com mais de 100 milhões de visualizações no Youtube, com Gee, The Boys, I Got A Boy e Mr. Taxi, sendo que no ano seguinte Oh! também chegou a essa marca. E esse é apenas 1 dos vários recordes que o grupo colecionou ao longo da década. Mesmo com a polêmica saída da Jessica em 2014, isso não afetou negativamente nem o grupo e nem a Jessica, que pôde fazer seu debut solo e com sucesso. SNSD mantém seu status que não é abalado mesmo com o crescimento da popularidade de girlgroups mais jovens.

SunnyHill

Surgindo no cenário do K-Pop como um grupo misto, com 3 garotas (Jubi e Seungah) e 1 garoto (Janghyun), SunnyHill mostrou que é possível fazer sucesso com um grupo misto, depois que seu álbum de debut Love Letter, com faixa título Ring Back Tone, ganhou prêmio de Excelente álbum de um novato. Logo depois do primeiro comeback, 2008 My Summer, o grupo passou por um período de hiatus sem novos comebacks, fazendo apenas OSTs. Depois disso, anunciaram a troca de empresa, da For Everyone Media para a Nega Network, e junto a entrada de uma nova integrante, Kota. Logo depois o quarteto teve seu primeiro trabalho fazendo uma participação na música solo da Narsha, Mamma Mia e em seguida a entrada de mais uma integrante, Misung. A primeira música do SunnyHill como um quinteto foi Pit-A-Pat, OST do drama The Greatest Love, que foi bem nos charts coreanos e ficou conhecida. Depois disso eles trocaram de empresa mais uma vez, para a LOEN Entertainment, onde lançaram sucessos como Midnight Circus, Pray e The Grasshoppers. Em 2012, Janghyun anunciou seu alistamente obrigatório, e ficou de fora das promoções do grupo, que passou a promover como um quarteto girlgroup. Após sua volta, ele participou do comeback Don’t Say Anything, mas logo em seguida saiu oficialmente para seguir a carreira de produtor e o SunnyHill continuou a promover como um girlgroup de fato, ao invés de grupo misto. A música mais recente delas é de agosto do ano passado, On the Way Home.

Supernova

O boygroup de 6 integrantes formado pela MNET Media debutou em setembro de 2007 com o álbum The Beautiful Stardust, com a música título Hit. Ao longo da carreira eles fizeram parcerias, como a com as integrantes do T-ARA na música épica T.T.L (Time To Love), e também tiveram individualmente singles solos e papeis de atuação em dramas e sitcoms. Como um grupo musical, eles continuam lançando músicas novas, embora a carreira do grupo tenha sido construída principalmente em músicas japonesas, onde já lançaram 7 álbuns originais e 6 álbuns de compilação de melhores músicas, sendo o mais recente do ano passado. Em maio de 2016 os 4 integrantes mais novos do grupo se alistaram no serviço militar obrigatório. E, enquanto isso, os dois mais velhos que já cumpriram seu tempo no exército vão lançar um mini álbum agora no início do ano.

Tritops

O boygroup surgiu com 3 integrantes, Hyungmoon, Yoojoon e Ilgoon, pela Joo Paramount Media. O debut foi com a música Green Frog (ou Tree Frog), do álbum Boorish Love. O trio também sofreu diversas mudanças de agência. Primeiro eles trocaram, em 2009, para a DoReMi Media, onde Ilgoon logo saiu para virar cantor solo, apesar que, mesmo ainda no grupo, os outros dois também tiveram carreiras solos com lançamento de músicas e atuações em dramas. Os demais continuaram como duo até que adicionaram um novo integrante, Woogoon. Em 2012, em outro mudança, foram para a Simtong Entertainment e no ano seguinte Ilgoon retornou ao grupo, formando agora um quarteto. E em 2014 eles trocaram de novo para a Van Leader Entertainment, onde continuam como um boygroup de 4 integrantes. Mais recentemente o grupo tem conseguido mais destaque devido a grande capacidade vocal de seus integrantes. O último comeback deles, de 2015, foi Sorry that I’m ugly.

 

2012

O ano de 2012 já mostrou um aumento significativo de grupos a terem debutado, se comparado a 5 anos antes. Foram 35 debuts naquele ano e, para a alegria dos fãs, também são muitos que continuam ativos, sendo 12 disbands e 23 grupos ainda promovendo e fazendo novas músicas.

24K

Já conhecidos dos kpoppers brasileiros depois da turnê deles por aqui no final do ano passado, o 24k debutou pela Choeun Entertainment com o mini-álbum e single Hurry Up no dia 6 de setembro de 2012. As músicas do grupo tem costume de incorporar vários estilos ao seu som, como dubstep, música eletrônica e trance. É também característica comum de várias de suas faixar serem músicas animadas e bem energéticas.

AOA

As Ace Of Angels começaram com um grupo de 8 integrantes que promoveria ao mesmo como girlgroup com as coreografias e como banda, com parte das integrantes tocando instrumentos, sendo uma delas, a Youkyung, tendo o apelido de “half-angel” porque ela não cantava, mas tocava bateria na sub unit das participantes da banda, o AOA Black. Desde o ano passado ela saiu oficialmente do AOA depois do fim do seu contrato, mas foi anunciado que ela poderia voltar em atividades futuras do AOA Black temporariamente. As outras 7 integrantes, consideradas pelo conceito de anjos como “anjos completos”, possuíam nomes de sua “indentidade de anjos”. Seolhyun é Seolhyunari, Choa é Choaya, Hyejeong é Hyejeong.Linus, Chanmi é Chanmi Titi, Yuna é Yunaria, Mina e Minaring e Jimin era Jiminiel. Seguindo esse conceito de debut, a primeira música delas foi Elvis, com a “queda” delas para poderem cantar no nosso mundo.

B.A.P

O grupo conhecido por ter uma imagem “selvagem” e músicas cheias de adrenalina, que contrastam de vez em quando com singles de cute concept para confundir qualquer um, B.A.P é outro que surgiu com um conceito único de grupo. Já no pré-debut eles lançaram um reality do grupo mostrando a história que os 6 integrantes, Youngguk, Youngjae, Daehyun, Himchan, Jongup e Zelo, seriam alienígenas que vieram para a Terra para salvar seu planeta natal, o Planeta Mato. Não a toa, os dois primeiros singles do grupo usam essa ideia de guerreiros de outro mundo em Warrior e Power, e cada um ainda possui um “Matoki”, um coelho de mascote que reflete a personalidade de cada integrante. Em 2014, o grupo se juntou para processar sua agência, TS Entertainment, por condições injustas de distribuição de lucro do seu trabalho. Depois de quase um ano de discussões, as duas partes entraram em um acordo e o B.A.P continuou na TS Ent, e não muito depois tiveram seu comeback com Young, Wild & Free.

EXID

EXID foi um grupo montado pelo produtor musical Shinsadong Tiger na AB Entertainment, sendo a maioria antigas trainees da JYP, com uma formação diferente da qual o grupo ficou conhecido. O grupo se formou primeiro através da Yuji, que chamou outras 3 antigas colegas trainees da JYP, Hani, Haeryeong e Junghwa para a AB. O Shinsagond Tiger ainda recrutou a rapper underground e compositora Elly, ou LE, como agora é conhecida, e juntou com a já trainee da empresa Dami. As 6 debutaram com o single Whoz that girl, mas não muito tempo depois Yuji, Dami e Haeryeong saíram do grupo e da empresa, cada uma com um motivo, e acabaram debutando novamente pela YNB Entertainment no BESTie no ano seguinte. Com a saída das três, a empresa adicionou duas novas integrantes, Solji, que era treinadora vocal, e Hyelin, que havia sido considerada pro grupo mas não entrou na linha original do grupo. Já com o novo quinteto, elas lançaram I Feel Good. O grupo passou por problemas por não conseguir o sucesso sonhado refletido no nome do grupo, “EXceed In Dreaming”, e corriam o risco do disband, que conseguiram escapar graçar a viralização de uma fancam da Hani durante uma performace de Up & Down. Depois disso, elas continuaram na ativa e com sucesso em todos os comebacks seguintes. Um fato curioso é que a maknae Junghwa apareceu no MV de Tell Me, das Wonder Girls, quando tinha em torno de 11-12 anos.

EXO

Um dos debuts mais esperados daquele ano, sem dúvidas, era do novo boygroup da SM Entertainment, EXO. O grupo teve direito a mais de 20 teasers e 2 músicas de pré-debut, What is Love e History, tudo em preparação para o lançamento oficial do grupo com MAMA. O inovador de EXO foi a divisão do grupo em 2 partes de 6 integrantes, um deles, EXO-K, que promoveria as músicas em coreano, e a outra metade, EXO-M, em mandarim. Essa divisão acabou não durando depois da saída de 3 de seus integrantes chineses do EXO-M a partir de 2014. O grupo, agora com 9 integrantes, promove junto, mas ainda fazem versões de suas músicas nos dois idiomas. E, claro, em um ano com grupos que surgiram com histórias e personagens altamente criativos, EXO não ficou de fora, com um conceito de definia cada integrantes como representante de uma força da natureza e seus respectivos poderes.

Fiestar

Hoje companheiras de agência do SunnyHill, Fiestar passou por um longo período de pré-debut, cada uma de suas integrantes passou por uma média de 4 anos como trainee e as seis, na formação original, treinaram juntas durante mais 2 anos. Também nessa época elas lançaram um dueto com a IU, Sea of Moonlight, para a coletânia de comemoração da LOEN. Em agosto elas debutaram oficialmente com Vista, com um MV que teve participação do Junsu. Em 2014, Cheska saiu do grupo, mas não foi substituída, deixando o grupo como um quinteto. O grupo continuou fazendo músicas novas regularmente, sendo a mais recente Apple Pie.

NU’EST

Antes de debutarem, o rosto dos integrantes do Nu’est já eram conhecidos por quem acompanhava o After School e o Orange Caramell, da Pledis Entertainment. Isso porque eles eram dançarinos de fundo em alguns MVs e performances dos grupos. Eles chegaram a aparecer também, já com a identidade visual do grupo, no MV do Hello Venus, companheiras de agência que debutaram no mesmo ano. O debut do Nu’est, Face, foi icônico a ponto de ter sido, por muito tempo, o MV de debut mais visto de todo o K-Pop. Esse número só foi superado recentemente, em março do ano passado, pelo Twice, o que ainda deixa Face em 2º com mais visualizações e também continua como o debut de boygroup mais visto.

VIXX

O first boygroup da Jellyfish Entertainment foi decidido através de um reality de eliminação MyDOL. No show os candidatos eram selecionados conforme a votação do público com base na performace deles no show. Ao final do programa, 6 dos 10 trainees participantes formaram o VIXX, cujo nome também foi decidido por votação. Após essa escolha no reality, o grupo debutou em maio, com Super Hero. Ao invés de se destacarem por ser um grupo com alguma imagem específica, o VIXX ficou conhecido por cada música ter um conceito bem formulado, juntando letra, harmonia, coreografia e MV para contar uma história.

 

Menções honrosas

Já que são muitos grupos debutados em 2012 e que continuam por aí, o que é bom, não daria para falar detalhadamente de todos eles. Mas, para não deixar ninguém de fora, vale a lembrança aqui dos outros grupos que continuam oficialmente como um grupo até hoje: 100%, 15&, A-Jax, BigStar, BtoB, Crayon Pop, Cross Gene, Hello Venus, Lunafly, Mr.Mr., Phantom, Spica, Tahiti, Tasty e Two X.

Imagem 2

Por Paula Bastos Araripe
Fontes: Youtube, Koreaboo, Kpopinfo wikia, Allkpop
Não retirar sem devidos créditos

[Entrevista Exclusiva] 24K no Brasil – Dança das Cadeiras + Guerra de Paçoca

Para matar a saudade, a KoreaIN trás para os 24U a segunda parte entrevista exclusiva com o grupo. Lançamos o desafio de Dança das Cadeiras e tocamos muita música brasileira, de Xuxa a Anitta. Os integrantes que perderam acabaram travando uma “guerra de paçoca” e rendeu muitas risadas.

Antes de virem ao Brasil, em dezembro de 2016, o 24K nos deu uma entrevista exclusiva sobre suas expectativas para a passagem da tour por aqui.

[Entrevista] Para o 24K um desejo alcançado: “O sonho de ir ao Brasil está se tornando realidade!”

 

Confira agora a parte 2 da entrevista exclusiva com o 24K na KoreaIN!

 

Quer mais conteúdo? Confira a primeira parte da entrevista do 24K logo abaixo!

[Entrevista Exclusiva] Tipo ideal, samba, açaí e Pão de pé (What?)… 24K fez memórias únicas no Brasil!

 

 

Agradecimentos especiais Highway Star + Choen Entertainment
Não retirar sem os devidos créditos

[RESULTADO] KoreaIN Awards – Os favoritos de 2016

Obrigada à todos que votaram no KoreaIN Awards de 2016! Com aproximadamente 10mil votos pelo twitter e site, de todos os lugares do Brasil em apenas 7 dias, ficamos (MUITO!) surpresas com a paixão de vocês.

Será que seu escolhido foi campeão nas categorias da K-IN? Confira:

 

CATEGORIA BIAS DA NAÇÃO
Aqueles que nunca se esquecem de dizer “hi to Brazil”

bias-da-nacao

CATEGORIA COREOGRAFIA LACRADORA MASCULINA

coreo

  CATEGORIA FIGURINO ARRASADOR

figurino

CATEGORIA CHICLETE DO ANO
As músicas que colaram na cabeça

chiclete

CATEGORIA HIT DO ANO

hit-do-ano

CATEGORIA MV AESTHETIC DE TUMBLR
Os clipes “aesthetic goals” com produção que deixa muito filme no chinelo

mv

CATEGORIA ALBUM EAR CANDY
Melhor álbum de 2016

album

CATEGORIA NÃO DORMI PRA ASSISTIR
O drama do ano que faz a gente trocar a cama pela tela do computador

drama

CATEGORIA MELHOR OST
As trilhas sonoras que nos fazem chorar junto com os protagonistas

ost

CATEGORIA PRÊMIO OPPA DE QUALIDADE
Os melhores “oppas” com selo “QUI HOMÃO”

oppa

CATEGORIA PRÊMIO GIRL CRUSH
As unnies/noonas que roubaram nosso coração esse ano

girlcrush

Arte por Yasmin Marcondes.
Não retirar sem os devidos créditos.

[Entrevista Exclusiva] Tipo ideal, samba, açaí e Pão de pé (What?)… 24K fez memórias únicas no Brasil!

Pouco tempo se passou desde a turnê da boyband 24K aqui no Brasil mas a saudade dos fãs já é grande. Os garotos deixaram o Brasil dizendo como esperavam que os fãs lembrassem pra sempre dos momentos que passaram com eles.

Pensando nessa saudade, a KoreaIN trás para os 24U uma entrevista exclusiva com o grupo. Conversamos sobre o tipo ideal deles, os sonhos e expectativas pra 2017, e as experiências que tiveram em terras brasileiras.

[Entrevista] Vir para o Brasil era um desejo do 24K: “O sonho de ir ao Brasil está se tornando realidade!”

Confira a primeira parte da entrevista do 24K para a KoreaIN!

Entrevista Exclusiva com 24K no Brasil – Parte 1: Q&A | KoreaIN x Highway Star

Por Naira Nunes
Agradecimentos especiais Highway Star + Choen Entertainment
Não retirar sem os devidos créditos

[KoreaIN AWARDS] Vote nos seus favoritos de 2016!

A KoreaIN quer saber um pouco mais sobre suas preferências, nosso leitor maravilhoso. Para isso, estamos lançando o KoreaIN Awards, com o melhor do K-pop de 2016 para você escolher os melhores do ano. Os votos serão computados do twitter, facebook e site e a votação é válida somente até o dia 07 de janeiro de 2017. O resultado sairá na semana seguinte.

Qual o dono do melhor figurino? Melhor coreografia? Oppa do ano? Girl crush da Coreia? Vote e marque seus amigos para votarem nos seus favoritos também. Lembramos que o objetivo dos awards é interagir e se divertir. Não pretendemos excluir ninguém e por favor atente-se em não ofender outros grupos nos comentários.

Divirta-se votando 🙂

CATEGORIA BIAS DA NAÇÃO
Aqueles que nunca se esquecem de dizer “hi to Brazil”

Nominados

24K – Kisu

Kisu conquistou o Brasil! Sempre atencioso, pedia em português “não empurrem” para que as fãs tomassem cuidado e disse em rede nacional “vou sentir saudades!”. Aliás, saudades dos meninos é o que não falta por aqui. O integrante do 24K além de múltiplos talentos, é o maior amante da cachaça brasileira que você respeita.

 

OH!BLISS – MEI

Apesar de nunca terem vindo ao Brasil, as meninas puderam ver um pouco do nosso país em um vídeo especial da Zany TV. Elas comeram doces, beberam drinks típicos e até reagiram à nossa Anitta e o Bonde das Maravilhas. Mei sempre demonstrando boas reações à nossa cultura, mostrou que potencial de sobra pra estar nessa categoria.

 

KARD – BM

BM acabou de debutar, mas já chamou atenção por seu visual impressionante e humor divertido. O integrante revelou em um vídeo que seu pai é de São Paulo e até sabe falar um pouco de português. Já passou da hora de vir nos visitar, não?

 

UNIQ – Cho Seungyoun (Luizinho)

O querido Luizinho já é conhecido por ter vivido no Brasil e jogado nas categorias de base do time do Corinthians. Desde o debut, já arriscava algumas palavras em português e até ensinou algumas expressões em um programa de rádio. Mas aqui no Brasil, tornou popular o meme “eu gostar”  e aproveitou para soltar todo seu vocabulário onde, segundo ele, é sua segunda terra natal.


[socialpoll id=”2410407″ path=”/polls/2410407″ width=”800″]

 

CATEGORIA COREOGRAFIA LACRADORA MASCULINA

Nominados

BTS – BLOOD, SWEAT & TEARS

Que o BTS teve uma popularidade explosiva esse ano não é novidade, mas o último lançamento do grupo foi incrível nos mais diversos níveis de perfeição. Misturando hip hop ao nosso famoso tecno brega (alá Calypso) com uma coreografia animada, alto nível técnico e com um toque de sensualidade, os meninos conquistaram (AINDA MAIS!) as fãs mundialmente.

 

GOT7 – HARD CARRY

HARD CARRY HEY! Os meninos do GOT7 não poupam esforços quando o assunto é coreografias complicadas. Hard carry é incrivelmente projetada para mostrar o talento dos garotos na dança e ao mesmo tempo deixar claro que eles podem ser incrivelmente bonitos enquanto performam algo que exige um tremendo esforço.

 

INFINITE – THE EYE

Infinite é referência quando o assunto é coreografias sincronizadas. “The eye”, o último lançamento do grupo, não foi diferente. Além da qualidade da dança e da estética da performance, a coreografia lembra os movimentos de um furacão. MINDBLOWING!

 

SEVENTEEN – VERY NICE

Seventeen é um prodígio, sempre mostrando performances impressionantes. Os próprios integrantes que são responsáveis pela produção das músicas, apresentações e coreografias. Em Very Nice, podemos notar quão detalhada e bem feita toda a dança foi planejada. Trabalho em equipe e sincronismo são as palavras chaves para descrever tamanha representação de arte.

 

[socialpoll id=”2410426″ path=”/polls/2410426″ width=”800″]

 

  CATEGORIA FIGURINO ARRASADOR

Nominados

LOVELYZ

As coordinoonas da Woollim Ent são conhecidas pelo capricho em seu trabalho. As meninas do Lovelyz usaram praticamente um figurino diferente em cada performance televisiva durante o ano passado. Em 2016, elas foram além. Seguindo o conceito e a coreografia do último comeback, coordenaram as roupas da girlband seguindo uma teoria solar e combinando cada peça vestida com as fases da lua. Fascinante!

 

BLACKPINK

As meninas mal debutaram e já são elogiadas pelos figurinos. Sendo em MVs, lives ou no dia-a-dia, dá pra ver que as coordis da YG super se esforçam no seu trabalho. O mix de feminilidade com peças de atitude que as meninas sempre vestem, arrasa em qualquer ocasião.

 

VIXX

VIXX é pique modelo. Ficam bem em tudo e ainda têm as estilistas mais ousadas do k-pop. Esse ano, com a trilogia de Zelos, Hades e Kratos, as roupas ficaram cada vez mais trabalhadas na sensualidade.  

BTS

Os meninos do BTS estão sempre bem vestidos! O visual director do grupo, Kim SeongHyun, além de lindo é ótimo no que faz! Seja na última coleção mais causal da Yves Saint Laurent em FIRE ou nos chics e modernos trajes sociais da BALMAIN, MIU MIU e VALENTINO em Blood Sweat & Tears, os integrantes mandam muito bem.

 

 

[socialpoll id=”2410428″ path=”/polls/2410428″ width=”800″]

 

  CATEGORIA CHICLETE DO ANO
As músicas que colaram na cabeça

Nominados

PRODUCE 101 – PICK ME
Pick me, pick me, pick me up!

 

TWICE – TT
Nomu hae! Nomu hae!

 

NCT DREAM – CHEWING GUM
Ch-ch-ch-chewing gum

 

RED VELVET – RUSSIAN ROULLET
Heart b-b-b-beat

 

[socialpoll id=”2410429″ path=”/polls/2410429″ width=”800″]

 

CATEGORIA HIT DO ANO

Nominados

TWICE – CHEER UP

 

EXO – MONSTER

 

BTS – FIRE

 

TAEYEON – RAIN  

 

[socialpoll id=”2410430″ path=”/polls/2410430″ width=”800″]

 

CATEGORIA MV AESTHETIC DE TUMBLR
Os clipes “aesthetic goals” com produção que deixa muito filme no chinelo

Nominados

LADIES CODE – THE RAIN

 

GAIN – CARNIVAL

 

AKMU – HOW PEOPLE MOVE

 

WINNER – SENTIMENTAL

 

[socialpoll id=”2410431″ path=”/polls/2410431″ width=”800″]

 

CATEGORIA ALBUM EAR CANDY
Melhor álbum de 2016

Nominados

EXO – EX’ACT

BTS – WINGS

SHINEE – 1 OF 1

 

BIG BANG – MADE

 

[socialpoll id=”2410432″ path=”/polls/2410432″ width=”800″]

 

CATEGORIA NÃO DORMI PRA ASSISTIR
O drama do ano que faz a gente trocar a cama pela tela do computador

Nominados

GOBLIN

 

W

 

DESCENDANTS OF THE SUN

 

MOON LOVERS  

[socialpoll id=”2410433″ path=”/polls/2410433″ width=”800″]

 

CATEGORIA MELHOR OST
As trilhas sonoras que nos fazem chorar junto com os protagonistas

GUMMY – YOU ARE MY EVERYTHING (DESCENDANTS OF THE SUN)

CHANYEOL E PUNCH – STAY WITH ME (GOBLIN)

V E JIN – EVEN IF I DIE, IT’S YOU (HWARANG)

https://www.youtube.com/watch?v=2Z6tSafMOHc

GUMMY – MOONLIGHT DRAWN BY CLOUDS (LOVE IN THE MOONLIGHT)

[socialpoll id=”2410434″ path=”/polls/2410434″ width=”800″]

 

CATEGORIA PRÊMIO OPPA DE QUALIDADE

Os melhores “oppas” com selo “QUI HOMÃO”
Não se preocupe com a idade, pois de acordo com os dramas coreanos

“Se você é bonito, você é meu oppa”

Nominados

BTS – JIMIN

 

EXO – BAEKHYUN

 

SHINEE – MINHO  

 

BIG BANG – TOP

 

[socialpoll id=”2410435″ path=”/polls/2410435″ width=”800″]

 

CATEGORIA PRÊMIO GIRL CRUSH
As unnies/noonas que roubaram nosso coração esse ano

WONDER GIRLS – YUBIN

 

MAMAMOO – HWASA

 

EXID – HANI

 

CL

 

[socialpoll id=”2410436″ path=”/polls/2410436″ width=”800″]

 

Vote e deixe o mundo saber que seu favorito lacrou 2016.

Não retirar sem os devidos créditos

24K amou o Brasil e disse: “Espero que lembrem dessa noite para sempre!”

O fim da tarde do show não pareceu iniciar muito bem, já que uma chuva forte insistiu em tirar a animação das fãs, que acompanhamos durante todo o dia. O que não passou de um anúncio para um noite incrível. A 24U e os kpoppers não se abalariam com qualquer chuva.
Durante todo o dia, antes de entrarem para o fansign e aguardarem o show, os fãs cantaram e dançaram diversas músicas do 24K, além de gritarem muito por eles. Após lotarem a casa de show Clash Club, um video de apresentação do 24K anunciou a chegada dos garotos, que surgiram abrindo o show com a canção BINGO, logo após algumas horas de um fansign muito animado, o último da turnês brasileira.
Desde o início do show falaram em português, pedindo para os fãs não chorarem e dizendo como estavam amando o Brasil.


Após a primeira explosão de músicas animadas, trouxeram But I love You, uma balada para acalmar o coração dos 24U brasileiros. Logo cantaram a impactante Still 24K. Os fãs gritaram muito, cantando junto dos garotos.
Logo após alguns videos dos garotos ensaiando, voltaram ao palco para conversar com os fãs. O euforia foi tanta, que diversas vezes Kisu e JinHong pediram silêncio fazendo um “Shhhh”, com o indicador sobre os lábios. Todos riram muito e passaram a ouvir atentamente as palavras dos integrantes.

 

img_2425_cortar_copiar

 

Antes de voltarem a cantar, pediram em bom português “Não empurrem”, para os fãs que estavam próximos à grade. Todos estavam contagiados com tanto empenho e graça. Após uma nova pausa, junto ao host Iago Aleixo, sortearam vários álbuns para os fãs e conversaram mais um pouco.

Para a surpresa de todos, 24K enlouqueceu todos na casa de show com um cover de BANG BANG BANG, música do grupo BIG BANG. E aos gritos de “Saranghae” eles trouxeram diversas apresentações especiais como duetos. Jeonguk e Cory se apresentaram com uma performance de rap, seguidos de Hongseob e Changsun, que travaram uma batalha de dança ao som de Eye Of The Tiger, música ícone do filme Rocky. Não bastasse tanta surpresa, todos entraram em deleite quando o 24K se apresentou com 24K Magic, do cantor Bruno Mars.

 

img_2850_kin_sig_cortar_copiar-copiar

 

img_2563_cortar_copiar-copiar
Em mais um momento de interação com as fãs, eles mostravam orgulhosos todas as palavras e expressões aprendidas em português. Kisu continuava a entoar sua favorita “Não empurrem…”, sempre levando o público ao riso. Os fãs então começaram a pedir em unissono para o 24K sambar, e foram atendidos. Como passos pouco definidos, eles sambaram para os 24U, que amaram. Após pedirem para que as luzes fossem acesas, para que eles pudessem ver o rosto dos fãs, Kisu gritou alto: “Vou sentir saudade de vocês”, assim mesmo, em português. E então agradeceram o carinho e o amor de todos.

Iniciaram a última parte do show com uma das músicas mais aguardadas do público, Superfly. Os fãs cantaram junto e pularam muito animados.

Sob gritos de “24K Saranghae” os garotos voltaram para o encore com um remix de BINGO, a música de trabalho mais atual. Não sabíamos quem estava mais feliz, os fãs ou o grupo.
Ao fim da música, voltaram a agradecer os fãs, dizendo que os amava e pedindo para que nunca esquecem daquela noite e prometendo voltar para revê-los. Após dizerem várias vezes como não queriam ir embora do Brasil e daquele palco, Cory pareceu ter a voz embargada por lágrimas.

 

img_2450_cortar_copiar-copiar

img_2487_cortar_copiar-copiar

img_3248_kin_cortar_copiar-copiar

 

Tiraram várias fotos com os fãs ao fundo e se despediram, deixando o palco e fãs completamente impactadas com o carisma, a alegria, a beleza e o talento deles.

 

Por: Naira Nunes
Revisão: Carol Akioka
Cobertura: Naira Nunes, Amanda Carolina e Carol Akioka
Imagens: Naira Nunes e Erica Imenes (SarangInGayo)
Agradecimentos especiais a Highway Star e Choeun Ent.
Não retirar sem os devidos créditos

[#24KnaKIN] 5 curiosidades sobre a boyband 24K

O 24K está quase próximo de chegar para a turnê no Brasil que irá acontecer no fim desta semana. Falamos um pouco sobre a tour aqui e a primeira sessão de autógrafos deles acontecerá no dia 8 de dezembro no Rio de Janeiro, seguindo dia 9 de dezembro para Belo Horizonte, 10 do mesmo mês para Curitiba e por fim, 11 de dezembro em São Paulo, onde os fãs paulistas também poderão desfrutar de um showcase com os hits dos meninos.
Para quem ainda não os conhece (e você pode conhecer o grupo melhor lendo a entrevista que eles deram para as fãs brasileiras aqui), o 24K é um grupo de kpop famoso por misturarem ritmos do hip-hop, eletrônica e o pop como nos singles “U R So Cute”, “Super Fly” e “Still 24k” e composto por 7 membros: Cory, Kisu, Jeonguk, Hui, Jinhong, Hongseob e Changsun.
Eles virão para o Brasil divulgar o primeiro álbum de estúdio com o single “Bingo”, já vem aqui curtir:


E a KoreaIN não consegue se segurar com a espera! Por isso que, para acalmar os nervos, fizemos uma lista com 5 curiosidades sobre os musos do 24K. Confira a seguir:

 

24k_1-2
O líder do grupo, Cory, nasceu em Seul mas se mudou para Oregon em Portland ainda quando pequeno e só voltou para a Coréia depois de se formar na faculdade. Ou seja, no fansign ainda dá para arriscar aquele “I LOVE YOU”. Fora os momentos únicos que ele já passou com as fãs internacionais por saber falar inglês.
24k_1-3

 

Temos ship no grupo SIM! Cory e KiSu formam COSU. As fãs sabem que dentre todos os membros os dois são melhores amigos. Os meninos adoram e até usam o nome as vezes.
24k_1-4
A maioria dos membros já frequentaram o ensino superior, como:

  • Cory – Universidade comunitária de Portland;
  • Kisu – Universidade de Artes de Baekseok;
  • Hui – Universidade de Kyunghee;
  • Changsun e Hongseob.

Imagina você indo para aula junto com eles?! :O
24k_1-5

O fandom oficial foi anunciado no dia 6 de dezembro de 2012 (ou seja, amanhã as 24U comemoram 4 anos de existência) através de um vídeo, ainda com a antiga formação do grupo. E você pode saber mais sobre eles na página da fã base brasileira 24KBrasil.

 

24k_1-6
Em uma entrevista, Jeonguk mostrou que tem uma tatuagem do lado direito do peito. O desenho é o logo do 24K (https://youtu.be/hhycj2vkSwA), ele disse que a fez em um momento muito decisivo de sua vida. A mãe dele ficou tão assustada que o perguntou o que ele faria se o grupo acabasse. Felizmente isso não vai acontecer, não é mesmo?!

Estamos animadíssimas! Cheguem logo 24K!
E vocês tem alguma curiosidade sobre eles? Nos conte nos comentários!

Por Giovanna Akioka
Não retirar sem os devidos créditos
Fontes: MissKpop, KpopProfileBrasil, Miner8