BTS no Brasil

BTS abre NOVA DATA de show em ESTÁDIO no Brasil após ingressos ESGOTAREM em 1 hora

Os fãs do boygroup BTS passaram longos dias de espera desde a confirmação do show deles no Brasil, ainda em fevereiro. O artista mais famoso do kpop dessa geração, anunciou que faria show único no Brasil, no dia 25 de maio deste ano.

Ainda em fevereiro, inúmeros fãs se reuniram para dormir na fila, em frente a bilheteria da avenida Francisco Matarazzo, nas proximidades do estádio Allianz Parque, em São Paulo. Eles aguardavam a abertura das vendas, que aconteceram hoje, 25 de maio. E nas casas de milhares de jovens pelo Brasil, a ansiedade era a mesma. Todos em busca da oportunidade de ver o BTS novamente em terras brasileiras.

Online, os ingressos começaram a serem vendidos às 10h da manhã de hoje (25). Pouco mais de 1 hora após a abertura das vendas pelo site Eventim, já era praticamente impossível conseguir ingressos.
O congestionamento das vendas também aconteceu nas bilheterias físicas. Durante as horas de venda, a fila de espera chegou a ter mais de 500 metros, passando por 4 quarteirões e um público estimado de 7.000 a 8.000 mil pessoas.

Infelizmente, nem tudo foi motivo de alegria para os fãs brasileiros, sobretudo os que aguardavam na bilheteria física. Os jovens e os pais precisaram lidar com a agressividade de cambistas, que chegaram a furar a fila de compra. Os ânimos exaltados geraram mal estar entre os presentes, e também online, causando até mesmo brigas durante a manhã desta segunda-feira. Ainda que a tentativa da Live Nation, que produz a turnê brasileira, com dezenas de funcionários, fosse manter a ordem durante as vendas, foi complicado.

Sem um número oficial de ingressos vendidos, estima-se que a lotação do primeiro show do BTS no Estádio Allianz Parque será entre 30 mil e 45 mil pessoas. Mas o público ficou insatisfeito!

Após bastante mobilização online durante esta tarde, começaram a surgir possibilidades de um show extra em São Paulo. Pouco após o anúncio oficial do SOLD OUT, o jornalista José Flesch (famoso por anunciar em primeira mão shows que acontecem no Brasil) deixou no ar a chance de que uma segunda data seria confirmada.

E no final da tarde, a própria BIG HIT Entertainment (agência do BTS) adicionou em seu site da turnê uma data extra para o dia 26 de Maio de 2019, em São Paulo, com o dizer “Coming Soon”. Alguns momentos depois, a Live Nation, produtora brasileira da turnê “BTS: Love Yourself – Speak Yourself“, liberou as informações oficiais de vendas do segundo dia de show do BTS no Brasil.

As vendas online para o show extra começam a partir da próxima quinta-feira, dia 14, às 10h, pelo site Eventim (com limite de 6 ingressos por CPF). Já as vendas físicas, na bilheteria do Allianz, terão início a partir das 12h do mesmo dia. Prepara-se!

Por Naira Nunes
Fonte: Eventim, Live Nation e UOL
Não retirar sem os devidos créditos.

BTS confirma show único em São Paulo

As armys pediram tanto que o BTS resolveu voltar ao Brasil. O grupo confirmou na tarde de hoje (19) que trará a turnê “Love Yourself: Speak Yourself” para os fãs brasileiros. O show está marcado para o dia 25 de maio e acontecerá em São Paulo, no Allianz Parque.

Cartaz oficial da turnê ‘Love Yourself: Speak Yourself’ lançado na conta oficial da Big Hit Entertainment.

Essa é a única passagem dos meninos no Brasil até agora, e também a única pela América Latina que está confirmada. Eles também subirão ao palco nos Estados Unidos e na Europa. A venda de ingressos será aberta no dia 11 de março, a partir das 10 horas.
Fiquem atentxs, armys. Não dá para perder uma oportunidade única dessas!

Video oficial de divulgação da tour, lançado na conta do instagram do Allianz Parque.

BTS no topo

O boygroup já desceu no país do samba três vezes: em 2014, 2015 e 2017. Na última vinda, com a “The Wings Tour”, eles mostraram que tinham crescido o suficiente para conquistar o lado ocidental do mundo também. E agora não há quem segure a explosão que é BTS.

A última turnê deles foi tão sensacional que acabou sendo transformada em filme e exibida em alguns cinemas brasileiros. Lembrando que os meninos já foram duas vezes nomeados e premiados como “Top Social Artist” pela Billboard. E, esse ano, já causaram alvoroço ao pisarem no red carpet do Grammy Awards.

Então, vamos dar todo o nosso carinho e apoio aos Bangtan Boys e mostrar que xs armys brasileirxs merecem mais shows por aqui!

Por Isadora Tristão
Fonte: BigHit Entertainment, Allianz Parque e Live Nation.
Não retirar sem os devidos créditos

KPOP: Filme do BTS será exibido nos CINEMAS BRASILEIROS

No final da tarde de ontem (18) a conta oficial da UCI Cinemas Internacionais no Twitter anunciou que o filme BTS – Burn The Stage: The Movie seria transmitido em todos os cinemas da rede, espalhados pelo Brasil.

A rede atende as cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Fortaleza, Curitiba, São Luís, Campo Grande, Manaus, Salvador, Juiz de Fora e Canoas, porém, em apenas 2 horas de venda, o site de ingressos não suportou a quantidade de acessos.

 

A data de estréia do BTS – Burn The Stage está prevista para 15 de novembro de 2018, mas por enquanto, será exibido pelo UCI apenas nos dias 29 de novembro e 01 de dezembro de 2018. Você consegue ver os ingressos ainda disponíveis pelo site Ingresso.com.

 

Em adição, a conta oficial do CINEMARK no twitter confirmou na tarde de hoje (19) que o filme também estreará nos cinemas da franquia. É esperado que eles atendam ainda mais cidades no Brasil, por serem uma das maiores empresas do país.

 

 

Dirigido por Park Junsoo, Burn the Stage: the Movie é o primeiro filme do BTS, no formato documentário, mostrando o backstage da BTS WINGS TOUR. As cenas revelam a história completa da ascensão meteórica para a fama da banda. O filme é uma reedição do documentário “Burn The Stage”, que foi exibido na íntegra, no youtube.

 

 

Por Naira Nunes
Fonte: UCI Cinemas
Não retirar sem os devidos créditos.

RapMonster e Hoseok (BTS) revelaram que sentem SAUDADES de fazer TURNÊ no BRASIL

No último dia 29 o canal norte-americano People TV lançou uma entrevista realizada com o BTS durante a The Wings Tour 2017. Durante 20 minutos os garotos brincaram de se confessar e revelar alguns segredos para os fãs.

Veja também: BTS confirma comeback com LOVE YOURSELF para 18 de setembro.

O líder, Rap Monster, ficou por conta de sortear as perguntas e ler para os integrantes. Dentre questões como: Qual o mais romântico? Qual sua música favorita do Drake? Qual a boyband favorita?, a que mais chamou atenção foi “Qual país da turnê você mais sentem saudades?”. No primeiro instante a resposta foi: America, afinal os meninos estavam nos Estados Unidos. Mas logo Hoseok gritou “Brasil!”, acompanhado por Namjoon que disse “Eu diria que é o Brasil!”.

Mais um belo dia para ser B-Army, não é mesmo?

Assista a entrevista completa abaixo (a parte sobre o Brasil está no minuto 11:07).

 

Por Naira Nunes
Fonte: People TV
Não retirar sem os devidos créditos

[Entrevista]”Os membros do BTS possuem charmes únicos.” – Diz SungDeuk, coreógrafo do grupo

O BTS veio ao Brasil pela terceira vez para realizar dois shows nos dias 19 e 20 de março, reunindo mais de 14 mil pessoas no Citibank Hall em São Paulo. O Bangtan passa por uma onda de sucesso na Coreia e no mundo, alcançando ótimos resultados de vendas internacionais e promove sua turnê mundial intitulada “The Wings Tour”. Uma das características dos ídolos sul coreanos é a coreografia sincronizada e de alto nível de dificuldade, que conquista dançarinos e covers continente afora.

A KoreaIN teve a oportunidade de conversar com Son Sung Deuk, responsável pelas danças do grupo. A conferência aconteceu no Café Together, localizado no Bom Retiro, onde logo após um café, fomos recebidos pela presença do diretor de performance da Big Hit e coreógrafo do Bangtan Boys. Ele, sempre muito simpático, respondeu às perguntas da imprensa com bom humor e sinceridade, onde abordou tópicos sobre carreira, a paixão pela dança, e claro, o próprio BTS.

P – Qual foi a primeira coreografia que você desenvolveu e para quem foi?
SSD – Há algum tempo na Coreia, houve um “survival show” onde através de um campeonato, sairia um campeão. Um dos meus primeiros trabalhos foi fazer a coreografia de um grupo participante, chamado “Hakdong Club”.

P – Como é sua rotina de estudos quando você não está trabalhando em uma coreografia?
SSD – Eu tento descansar o máximo possível e tento viajar bastante. Como meu trabalho gasta muita energia, eu tento recarrega-la descansando, viajando e fazendo workshops.

K-IN – O que você toma de inspiração para suas coreografias?
SSD – Eu tento me inspirar nas coisas do cotidiano. Tento também expressar ao máximo o significado da música, por isso me concentro bastante na letra. Vou pensando nas imagens.

P- Quanto tempo você demora para criar as coreografias e quanto tempo os artistas demoram para conseguir memoriza-la?
SSD – Se é algo bem rápido, a curto prazo, é uma média de 2 à 3 dias. Se é algo mais trabalhoso, é de 1 à 2 meses. Dependendo do nível de dificuldade da coreografia, o tempo para criação varia. Antigamente os artistas demoravam mais para “pegar” os passos, mas agora eles são muito bons e demoram bem menos. Para memorizar todos os movimentos, demoram apenas alguns dias. Atualmente demoram menos de 1 mês para conseguir realizar as danças sem nenhum erro.

 

 

P- No BTS, os meninos, especialmente na dance line (J-Hope, Jungkook e Jimin), têm estilos de dança muito diferentes. Como você lida com essas diferenças. Você tem que aproveitar tudo que os meninos têm a oferecer nestes diferentes estilos?
SSD – Não apenas a dance line, mas todos os membros do grupo possuem charmes individuais únicos. Quando eu crio uma coreografia, penso em cada um deles para que fique algo melhor em conjunto. Algo que encaixe com cada um dos integrantes.

P – Você já assistiu algum cover das coreografias que você já criou?
SSD – Sim! Eu vejo bastante! Sempre tento procurar no youtube os covers dessas coreografias. Pelo que eu sei, há muitos covers ao redor do mundo, bem mais do que eu imaginava. Algumas pessoas são muito boas. As roupas, os movimentos das câmeras, tudo tem uma qualidade muito grande. Eu fico muito agradecido por isso.

P – O trabalho dos coreógrafos coreanos está se tornando cada vez mais conhecido com o público e os fãs acabam acompanhando para conhecer melhor o trabalho dos artistas. Quais os principais desafios que você vê nessa profissão?
SSD – As performances apresentadas pelos artistas estão ficando cada vez mais importantes, então as pessoas que gostam de dança estão se aproximando mais do meu trabalho. O maior desafio é deixar o artista mais brilhante durante uma apresentação. Temos sempre que estar usando a criatividade para criar uma coisa nova, mostrar algo diferente.

K-IN- Você acha que para dançar é necessário talento inato ou esforço contínuo? Qual é mais importante?
SSD – Acredito que o talento é necessário. Você não consegue ser um bom dançarino apenas com as práticas. Treinando muito, você consegue dançar bem, porém existe um limite. Para ultrapassar esse limite, é preciso talento.

P- Você se diverte dando workshops? O que te motivou a começar com essa prática?
SSD – Fazendo workshops, tenho muitas sensações. Para eu me recarregar para meu trabalho, preciso viajar muito e descansar bastante. Através dos workshops, tenho a oportunidade de encontrar muitas pessoas diferentes e recebo muita energia delas. Recebo convite de diferentes lugares no mundo, mas infelizmente não consigo aceitar todos. Tento ir onde posso para compartilhar esses momentos.

P- Quais dançarinos você admira e tem como inspiração?
SSD – Eu gosto muito de todos os coreógrafos ao redor do mundo que fazem um trabalho incrível. Gosto de todos, mas especialmente Michael Jackson. Sempre que faço uma coreografia, tenho na cabeça os movimentos dele.

Sung Deuk ministrou 5 workshops de dança em São Paulo e todas as classes com inscrições esgotadas. Com talento de sobra, mostra que o sucesso do BTS é uma soma de diversas características marcantes, sendo as coreografias um ponto chave para uma performance incrível.

Por Caroline Akioka
Não retirar sem os devidos créditos

Conheça os vencedores da promoção #KINBTSAMINO

Em comemoração à vinda do BTS ao Brasil com a The Wings Tour, a Revista KoreaIN se uniu ao AMINO Apps para levar aos Armys brasileiros a oportunidade de um pouquinho mais do BTS em sua casa. Em março lançamos a promoção #KINBTSAMINO, um concurso cultural que presentearia 2 kits de prêmios do BTS, um para a melhor frase e outro em um sorteio para todos os participantes da promoção.

Um dos cards de divulgação da promoção.

 

Após 21 dias de promoção, foram escolhidos os grandes vencedores da parceria Revista KoreaIN e o aplicativo ARMY BTS Amino em Português. Foram mais de 3.600 mil participantes do concurso cultural, que trouxeram frases apaixonadas e muito criativas sobre o BTS.

Porém, de todos eles, apenas 2 levariam para a casa o KIT BTS ARMY com: Álbum “You Never Walk Alone” + Pôster + Chaveiro do BTS + Cards + Revista KoreaIN Edição BTS + Itens Especiais Amino.

Após lermos todas as frases, aqui estão os vencedores, revelados no dia 26/03:

Do dia 22/03 ao dia 25/03 lançamos enquete com as 5 melhores frases escolhidas pela KoreaIN e pelo Amino. A frase que teve mais votos, leva os prêmios para casa, um KIT com prêmios exclusivos (álbum BTS, goodies oficiais e revista KoreaIN).

Parabéns Mi Yoon!

 

Veja aqui a publicação original do anúncio do vencedor!

 

 

Dentre todas as 3678 frases que recebemos nos comentários, a segunda vencedora foi SUEH_UCHIHA, que leva os prêmios para casa, um KIT com prêmios exclusivos (álbum BTS, goodies oficiais e revista KoreaIN).

 

Veja aqui a publicação original do anúncio do vencedor!

 

Agradecemos a todos os participantes e apoiadores dessa promoção. Parabéns aos ganhadores e que possam curtir bastante o presente deles (já entramos em contato com os dois vencedores e os prêmios estão sendo enviados).

 

Revista KoreaIN
Não retirar sem os devidos créditos

15 momentos mais marcantes do BTS na “The Wings Tour” no Brasil

Em um mês muito movimentado para os fãs da música coreana, os brasileiros tiveram a chance de rever o BTS – e desta vez para um grande concerto, a ‘The Wings Tour’ aos moldes coreanos.

A KoreaIN quer que você conheça (ou relembre) todos os melhores momentos dos dois dias (19 e 20) de show do grupo mais famoso do kpop atual!

Momento 1

Antes mesmo do show começar os fãs cantavam e gritavam por todos os videoclipes que estavam passando nos telões. Nos dois dias de show eles gritavam “Beija, Beija”, para a cena do mv de Blood, Sweet and Tears em que Jin beija a estátua.

 

Momento 2

Algo comum em shows, infelizmente, são os fãs se expremerem contra as grades de segurança das pistas.
Entretanto, os brasileiros conheceram “O poder de NamJoon”. Ainda no início do show, quando todos estavam muito próximos à grade, o líder do BTS, Rap Monster (ou NamJoon para os íntimos haha), pediu em inglês para que os fãs não empurrassem contra a grade. Na música seguinte, o público todo estava confortavelmente espalhado por toda a pista premium.
Nunca havia presenciado isso, mesmo quando Kisu, integrante do 24K, pediu em português para que os fãs não empurrassem, usando o fatídico “Non empurrem”.

Momento 3

A rodada de solos foi agraciada pela emoção única de Suga durante a música “First Love”. A letra profunda, os significados e um público de mais de 7 mil pessoas fizeram com que Suga não cantasse o finalzinho de sua música, mostrando lágrimas nos olhos. Os fãs cantaram para ele e o clima do show foi incrível.

 

Momento 4

Os elementos usados no solo de Jimin criaram um sentimento muito forte para a música LIE. A venda, o lustre e o próprio Jimin sendo carregado pelos dançarinos trouxeram ainda mais significados para a canção.

 

Momento 5

Talvez o envolvimento dos fãs brasileiros no primeiro dia de show, respondendo a NamJoon com “We Love You” após a parte da música “I wish I could love myself” em REFLECTION realmente tenha motivado o rapper.
No segundo dia do show ele mudou a letra da música para “Yes, I do love myself”, afirmando se amar, deixando os fãs perplexos. Para somar, ao final do show ele ainda disse: “Vocês responderam minha música com We Love You. Agora eu digo: Eu amo vocês!

 

Momento 6

JHope é muito conhecido por ser o mais animado do BTS, e como os próprios meninos dizem, o responsável por trazer a luz ao grupo.
E isso ficou muito claro durante os shows aqui no Brasil. Cada vez que JHope abria um sorriso, ele emanava uma luz própria, comandando as reações de todos.
O seu brilho foi complementado pelas diversas imagens que apareciam no telão contando sua trajetória de vida no solo de MAMA.

 

Momento 7

Nos shows coreanos um coral sobe ao palco para fazer o coro de Mama, entoando “Hey Mama…”. Aqui no Brasil o coral foram o fãs. J-Hope parecia completamente satisfeito em poder ouvir todos cantando o coro da canção com tanta vontade. Aquele sorriso mais sincero dele estampava seu rosto.

Momento 8

O solo de Jin impactou os fãs assim que viram o integrante no palco, antes mesmo de começar a cantar. A voz suave de Jin em Awake foi embalada por um coral de fãs.
Quando pude olhar para as pessoas a minha volta, percebi que todas estavam chorando. Foi um momento muito emocionante, logo acompanhado por gritos de “Jin” e “Kim SeokJin”.

 

Momento 9

A cascata de balões durante a performance de FIRE foi surrealmente linda. O projeto de um fanclub do BTS encheu balões durante toda a primeira parte do show pra joga-los de cima da área da Plateia 1, para a pista. O efeito foi incrível e o próprio BTS ficou impressionado.

Momento 10

A nostalgia tomou conta de todos quando o grupo começou o mashup de músicas antigas. Cantaram N.O, No More Dream, I need U e várias outras dos primeiros álbuns.

Momento 11

O que definitivamente cativou os brasileiros foi o ótimo português que o BTS treinou para interagir com os fãs. Quando percebi que não teria tradutor fiquei “Nossa, e agora?”, mas fui positivamente surpreendida com um português fofo. Separei as frases mais marcantes:

“Juntos vamos voar mais alto.” – JHope
“Espero ver vocês mais vezes.” – Jungkook
“Agora estou muito feliz.” – Taehyung
“Graças a vocês me sinto muito melhor. Estou muito feliz. Amo vocês” – Jin

Momento 12

Os banners no primeiro dia durante a canção 2!3! foram criados e entregues pela fanbase Bangtan Mozão. Inspirados pelo projeto coreano, o banner dizia: “Vamos andar juntos no caminho das flores.”


No segundo dia, os banners foram entregues pela fanbase Bangtan Brasil em parceria com uma fanbase internacional, para serem erguidos durante a música Spring Day.

 

Momento 13

Que Jimin e Jungkook são muito próximos e grandes amigos, todos sabemos. E o Brasil teve a honra de presenciar um momento muito fofo de interação entre eles.

Momento 14

A chuva de papel picado sempre me faz sentir bem, e não foi diferente vendo o BTS e os fãs serem cobertos pelos pedacinhos de papéis.

Momento 15

No final do segundo dia de show os integrantes ganharam camisetas do Brasil como o nome deles. Taehyung não conseguiu segurar a emoção e chorou com a camiseta do brasil cobrindo seu rosto.

 

 

Por Naira Nunes
Agradecimentos Bangtan Mozão
Não retirar sem os dedivos créditos

BTS impressiona na música e no português: “Vamos voar mais alto juntos!”

Ontem (19), os fãs do BTS puderam mais uma vez expressarem seu amor pelos garotos, que ficaram muito emocionados com o momento. Após longas horas de espera em uma fila de quilômetros, os Armys tiveram a oportunidade de ouvir as músicas do álbum WINGS e os singles ‘Not Today’ e ‘Spring Day’ do repackeged ‘You Never Walk Alone’.

Logo de começo a sequência ‘Not Today’, ‘Am I wrong’, ‘Baepsae’ e ‘Dope’ fizeram o público saltar e gritar muito, acabando por se apertarem contra a grade. No primeiro break cada integrante se apresentou e o Rap Monster, o líder, pediu para que os fãs não ficassem se empurrando. Na sequência seguinte, como se fosse mágica, a maioria do público da Pista Premium havia se dispersado ao longo do espaço, para curtirem o show confortavelmente.

As performances solo trouxeram o talento particular de cada um dos integrantes. Jungkook se apresentou com ‘Begin’, num stage que misturava suas habilidades vocais e seu estilo de dança. Jimin impressionou com ‘LIE’, cujo as apresentações apenas haviam sido vistas pelos fãs na internet. A partir daí, os Armys foram imersos em um dos momentos mais pesados da noite, quando puderam ouvir ao vivo Suga cantando ‘First Love’, uma de suas produções para o álbum mais recente do grupo. A música trouxe uma carga nostálgica, em que ele fala de sua infância e juventude. O rapper se emocionou com o feedback dos fãs durante o stage.

https://twitter.com/koreainmz/status/843610124539383808

Após apresentações impecáveis de ‘LOST’, ‘Save me’ e ‘I Need U’, Rap Monster retornou os solos com ‘Reflection’, criando um stage memorável com uma estrutura impactante. Foi então a vez de TaeHyung, que cativou a todos com sua voz extremamente profunda, de tons graves e sentimentais.

JHope, tão adorado pelos brasileiros, nos transportou para 2006, levando para os telões e para o palco toda a sinceridade de sua vida. Apresentando ‘MAMA’ com imagens da sua infância nos telões e letras de gratidão pelo apoio contínuo de sua mãe aos seus sonhos. O público arrancou dele um sorriso maravilhoso enquanto cantavam em uníssono o refrão da canção.

 

Jin emocionou a todos cantando ‘Awake’. Por todos os lados se viam fãs aos prantos, tocados pela belíssima letra da canção, que fala sobre nunca desistir, persistir mais um pouco e correr atrás de seus sonhos.

Um novo clima surgiu quando a Rap Line subiu ao palco com Cypher PT4, fazendo todos saltarem em seus lugares gritando muito alto ‘I Love myself’. Logo após engatando ‘Fire’ com o seu “beoltorunae”, incendiando o stage.

Os garotos surpreenderam a todos quando deixaram o conforto de ter um intérprete de coreano para aprenderem português e conversar com os fãs. Eles perguntavam se os Armys estavam gostando do show, elogiavam a animação de todos e agradeciam por estarem ali, tudo em um português completamente compreensível.

A sequência ‘N.O’, ‘No More Dream’, ‘Boys In Love’ e ‘Danger’ reviveram os tempos áureos em que Jungkook e Taehyung também faziam rap. Fomos surpreendidos com a evolução da técnica deles, com destaque para Jungkook que fez um trabalho memorável.

O show trouxe momentos leves como em 21 CENTURY GIRLS, em que os fãs interagiram com os cantores e coreografaram a música.

Logo após atenderam às expectativas dos fãs com uma performance fascinante de ‘Boys Meet Evil’, com JHope, e ‘Blood Sweat and Tears’. Encerraram o show com a melancolia de ‘2!3!’, ‘Spring Day’ e a animadora canção ‘WINGS’, enlouquecendo toda a audiência. Na primeira, foram homenageados com um projeto de faixas que tem acontecido por todos os lugares que eles passam.

Ao final do show, agradeceram as fãs em português. Falando sobre como estavam felizes e se sentindo bem por fazerem o show no Brasil. Jungkook disse: “Espero ver vocês mais vezes. Agora estou muito feliz.” Suga disse que “O Brasil sempre me deixa boas lembranças. Tá Bom?”, quando todos responderam “Tá Bom!”. JHope ganhou a todos perguntando se todos continuariam a amar o BTS sempre e disse “Nós vamos voar mais alto juntos!”.

Todos deixaram o Citibank com palavras como “impressionante”, “incrível”, “o melhor show da minha vida” e com a certeza de que estavam ainda mais apaixonados pelo grupo que um dia conheceram pela Internet.

 

Por Naira Nunes
Imagens Naira Nunes
Não retirar sem os devidos créditos.