rio de janeiro

Korea Biz Week traz feira cultural e empresarial para o Rio de Janeiro

O Korea Biz Week aconteceu entre os dias 13 a 15 de outubro no Rio de Janeiro, a fim de estreitar o laço comercial entre Brasil e Coreia. O evento foi organizado pela KOTRA-RJ (Korea Trade-Investment Promotion Agency) e contou com diversos expositores, que se reuniram no Centro de Convenções SulAmérica para apresentar seus produtos para visitantes e empresários interessados.

Entre os stands que se destacavam estava o da Missha, empresa que já entrou no mercado brasileiro ao lançar um de seus produtos mais famosos, o M Perfect Cover BB Cream. Para os interessados sobre a marca, haviam maquiadores profissionais para embelezar as visitantes e mediadores apresentando outros produtos (ainda sem previsão de chegada ao Brasil) para quem quisesse testar por conta própria. Para aqueles que desejavam fechar negócio ou apenas conhecer mais das empresas coreanas, foi disponibilizado um setor para vídeo conferências

7

Para aqueles que curtem cosméticos coreanos, o evento contou com a palestra da Thalita Carnevale e Raquel Pinheiro, moderadoras do grupo Cosméticos Asiáticos que já tem mais de 7 mil membros trocando experiências. A palestra aconteceu nos dias 13 e 15 e abriu espaço para perguntas daqueles que tinham dúvidas e se mostraram interessados pelo universo de Rotina de Pele e Maquiagem Coreana.

Raquel Pinheiro e Thalita Carnevale
Raquel Pinheiro e Thalita Carnevale

Para aqueles que queriam conhecer mais da culinária coreana havia um stand de K-Food, em que eram distribuídos kimbap e lamen, além de poder comprar alguns itens de fabricação coreana, como doces, salgadinhos e o famoso suco de uva, o BonBon.

1

Evento para toda a família, havia até espaço infantil temático do personagem Pororo, com banquinhos para descansar e desenhos para colorir. Até mesmo a personagem Pucca andava pelo evento, posando para fotos com quem quisesse e dançando Cheer Up, do Twice, nas horas vagas.

A atração internacional do Korea Biz Week foi  Choi Jong Bin, que fechou os dois primeiros dias do evento com covers de músicas de K-pop, como Joah, do Jay Park (que inclusive é amigo do cantor). Animado com a empolgação do público, Choi Jong Bin cantou também músicas próprias, e chegou a ensinar parte do refrão para que todos cantassem junto. Apesar da estadia curta no país, ele agradeceu o carinho que recebeu dos brasileiros e disse que todos os artistas coreanos deveriam fazer shows no Brasil para sentirem a mesma vibração que ele recebeu. Pediu ainda para que as pessoas levantassem das cadeiras, pulassem e dançassem durante a última música, organizando uma verdadeira festa para os presentes.

2

Nos três dias o palco principal recebeu apresentações de canto e dança de k-pop com solistas e grupos covers do Rio. O espaço teve até direito a uma apresentação de canto acapella improvisada de Ride me do Jay Park e à músicas tocando o dia inteiro quando não haviam atrações, dando a oportunidade para que, quem quisesse, subir no palco e dançar a vontade. No primeiro dia quem estava presente ainda pode aprender a dançar Solitary Goodbye, a versão coreana da música Sayonara Hitori, de Taemin, em um workshop. E no dia 14 ainda tiveram duas rodadas de random play dance, sendo a segunda no estilo do Weekly Idol, com as músicas 2 vezes mais rápidas do que o normal, desafiando os participantes que se atravessem a tentar dançar para conseguir comida coreana como prêmio.

O último dia trouxe ainda mais apresentações de canto, mas sem nenhum concurso, já que o objetivo era estimular que o Rio de Janeiro tivesse mais covers, e também um concurso de dança valendo prêmio em dinheiro para os três primeiros colocados. Os 8 solistas e grupos covers participantes performaram coreografias de artistas bem variados, como Kiss&Cry, Got7, Black Pink, CoCoSoRi, Ailee e Girls’ Generation. Dos dançarinos premiados, em 3º lugar ficou Matheus Ventura, com Into the New World, das Girls’ Generation; em 2º ficou Roat 9, com Paparazzi, também nas meninas do SNSD e em 1º lugar ficou o grupo especializado em Ailee, Aileeance, que se apresentou com I will show you.

6
1º colocadas do grupo de Dança Cover, o grupo Aileeance
5
Roat 9 faturou o 2º lugar dançando Paparazzi das SNSD

Nesse dia também teve apresentações de taekwondô e hapkidô, mostrando as várias habilidade marciais tradicional e convidando o público a conhecer mais no Instituto Nam Ho Lee.

4

É fato que a Onda Hallyu não para de crescido no Brasil, e o Rio de Janeiro como um dos grandes centros urbanos do nosso país tem recebido cada vez mais eventos temáticos. Apesar disso, ainda há uma certa carência se comparado a outros polos como São Paulo, por isso é tão importante o apoio do público. Torcemos para que não apenas o Rio, mas outras cidades e estados se conectem cada vez mais com a Coreia do Sul.

Por Amanda Soares e Paula Bastos Araripe
Imagens: Paula Bastos Araripe

Não retirar sem devidos créditos

Casa de Pyeongchang transporta cariocas e turistas do Rio de Janeiro para a Coreia do Sul

A Casa de Pyeongchang, ou simplesmente, Casa da Coreia, esteve presente na praia do Leme durante todas as Olimpíadas e agora também nas Paralimpíadas. Ela faz parte das cerca de 30 casas temáticas organizadas por diferentes países. Mas se você está no Rio de Janeiro e ainda não pode visita-la, não se preocupe que ainda da tempo! A Casa da Coreia vai estar aberta para visitação até o dia 18 de setembro, quando termina as Paralimpíadas.

Durante toda a Olimpíada a Casa de Pyeongchang contou com diversas atrações, algumas fixas e atrações convidadas. O objetivo era apresentar a atmosfera das próximas Olímpiadas de Inverno, que serão celebradas na Coreia do Sul no ano de 2018.

100_6447

Localizada próxima da Pedra do Leme, um palco externo foi montado, onde houveram shows internacionais como K-Tigers, Ongals, Korean Raphsody, entre outros. Além dessas, contou com apresentações de covers de k-pop, taekwondo, música tradicional e break-dancing.

100_6461

Entre as atrações fixas, os visitantes são capazes de experimentar esportes de Inverno com óculos de realidade virtual, em uma experiência fantástica. São 3 diferentes simuladores e alguns chegam a dar um frio na barriga!

100_6457

Para quem adora fotos, há um espacinho para você registrar sua visita, as fotos são enviadas para seu e-mail e se você postá-las nos instagram com a tag de Pyeongchang, pode até ganhar alguns brindes. Outro ponto de sucesso são os mascotes, dois grandes ursos do Bandabi e Soohorang fazem sucesso com crianças e adultos.

urso

Ficou com vontade? Pois, neste domingo as atrações vão continuar. É esperado um grande encontro de amantes da cultura coreana para o último dia da Casa da Coreia. Haverá grupos covers, sorteios de álbuns de k-pop e muita dança! Não deixem de prestigiar Pyeongchang e quem sabe sonhar em viajar em 2018.

 

Local: Quiosques QL03/ QL04 – Avenida Atlântica – Praia de Copacabana (Leme)
Data: Até 18 de setembro de 2016
Horário de Funcionamento: 10 as 19 horas

 

Por Amanda Soares
Imagens: KoreaIN
Não retirar sem devidos créditos