#EyesOnYou – A versatilidade e originalidade da rapper Grace + Showcase no KDT

Nem só de grupos e música pop vive a indústria musical coreana. Além desses, existe uma variedade de outros tipos e estilos de músicos talentosos no país que merecem a nossa atenção e destaque. Por isso, o #EYESONYOU da vez é sobre a Grace, a rapper underground que conquistou a Coreia e agora quer ganhar o Brasil. A artista é a primeira rapper a fazer um showcase e um fanmeeting por aqui, além de ser jurada da final do KDT VII no dia 2 de julho.

 

Nascida com o nome de Kim Eun Mi, nos Estados Unidos, em 27 de maio de 1992, Grace começou sua carreira musical postando vídeos no seu canal do Youtube.  Antes disso ela chegou a ser chamada para fazer audição da primeira temporada de Birth of a Great Star e foi trainee da Nega Network por um tempo, mas foi depois de assinar com a empresa YYAC e publicar seus primeiros vídeos no canal que pôde lançar sua carreira oficialmente.
Desde 2015 ela publicava covers de dança e de canto tanto de músicas coreanas, a exemplo de Eyes, Nose, Lips, do Taeyang quanto americanas, como London Bridge da Fergie. Apesar de ser mais conhecida como rapper, ela também é uma excelente cantora, o que é provado nesses covers que demonstram a variedade de estilos da artista, indo desde a sensibilidade de tons suaves até o poder e a confiança dos raps.

 

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=vB7DKFnqyig

Legenda: Cover Medley da Grace de músicas do Big Bang, Red Velvet, Jay Park, SNSD e Psy.

 

 

Destaque no Unpretty Rapstar 3

 

Não muito depois de sua estreia, ela participou da terceira temporada do Unpretty Rapstar, ao lado de nomes como Giant Pink, Nada, Miryo, Yuna Kim, Jeon Soyeon e outras. Com o nome de Grazy Grace, ela logo se destacou por um estilo visual chamativo e bonito, comparada a uma bloggeira de moda. O nome “Grazy” vem a mistura de “great” (ótimo/a) com “crazy” (louco/a) e, segundo ela, significa algo como uma “loucura legal”, presente no seu rap e na sua natureza, pretendendo inovar e não ser como as demais rappers que já existem. Mesmo no começo seu talento se destacava, logo na primeira missão de grupo a sua composição para o refrão da música foi a escolhida pelas demais participantes para a faixa She’s Coming, produzida pelo Primary.

 

Alguns dos visuais usados pela Grace durante o programa.

 

 

Seu estilo colorido e extravagante, combinado com seu rap singular, a diferenciava das outras participantes e a fez se tornar uma personalidade única e inesquecível no programa.
Embora sua excentricidade pudesse causar alguma estranheza, ela, sempre com muita autoconfiança, não se importava com o que achavam de si ou de sua imagem, mantendo sempre fiel a si mesma, uma característica forte da artista. Mesmo com a rivalidade que o programa pudesse gerar, Grace era muito elogiada pelo seu rap e presença de palco, ganhando carinho até das concorrentes. Ela ganhava um brilho ainda maior em batalhas estilo duelo, onde sua força aparecia com raps provocantes e ferozes contra a rival.

 

Sua carreira criativa e incomparável

Grace faz parte da empresa YYAC que, embora não seja muito conhecida, dá muita liberdade para que Grace possa criar. Além dos MVs de suas músicas, ela faz outras versões próprias, como os “selfie MVs”, onde ela usa uma câmera de celular para gravar e fazer um MV totalmente por conta própria, como forma de criar seu próprio mundo.
Sua criatividade não tem limites na sua arte, permitindo que ela possa construir a carreira como quer sem precisar seguir regras impostas. Mesmo na sala de prática de sua empresa mostra essa liberdade, já que toda a parede foi pintada com desenhos dela e de outros colegas, criando um ambiente extrovertido e próprio para a criação.
Grace é também formada em arte, o que explica todos esse talento artístico e versátil.

 

 

Seu debut oficial aconteceu em fevereiro de 2016, com a música I’m Fine. A música é animada e feita para dançar, combinado com um MV ao melhor estilo da Grazy Grace, e ao mesmo tempo com uma letra que tenta ajudar aqueles que passam por alguma dificuldade.
Além do próprio MV, existem outras 5 versões de vídeos para essa música, três envolvendo a coreografia, outra de cenas deletadas e a divertidíssima “selfie MV”, que é praticamente uma festa do pijama transformada em clipe. Com um refrão fácil de cantar e bem grudento – da melhor forma possível – depois de ouvir a música uma vez fica quase impossível ouvir a pergunta “Tudo bem?” e não querer responder cantando com a mesma ousadia da Grace.
Fica aí o desafio.

 

 

 

 

Seu segundo MV foi Trick or Treat, lançado para o halloween. Com MV gravado no meio da cidade durante a noite, a música tem uma vibe mais séria e sombria, mas que ainda conta com uma batida eletrônica intensa. Novamente brincando com a letra do seu rap, a música fala sobre uma mulher conquistando seu amado de forma provocativa e sensual. Também foi feita uma versão só da dança da música, que elabora mais para o sentido de halloween da faixa, desde o figurino até a coreografia.

 

 

Para seu terceiro single, Zombie High, que marcava também o seu primeiro ano completo desde o debut, ela lançou um concurso em que os fãs poderiam enviar fanarts para ela e um dos desenhos seria escolhido para ser a capa oficial da nova música.
Além disso, o próprio MV da música foi uma compilação de algumas fanarts que enviaram com a temática do single, como forma de agradecimento pelo apoio dos fãs. Como o título da faixa indica, o som mantém um apelo sombrio, relembrando halloween, apesar de fora de época, já que foi lançado em fevereiro desse ano.
Como sempre, foi lançado também uma versão da coreografia, criativa e que funciona como releitura da música.

 

Gente como a gente, ela já fez vídeo com fatos sobre ela, que vão desde os mais simples até os divertidos. Por exemplo, ela pode arrasar numa batalha de rap, mas morre de medo de insetos. Ela também já confessou que o primeiro crush de Kpop dela foi o DBSK (seu bias era o Jaejong) que foi o seu primeiro contato com o Kpop, já que ela nasceu e cresceu nos Estados Unidos.
Durante o ensino médio, inclusive, ela e uma amiga se apresentaram em um show de talentos com a música Irony, das Wonder Girls. E para a atualidade ela admitiu que seus crush de hoje incluem o cantor Crush, o grupo Winner e o Justin Bieber. Ela revelou sua altura e peso, respectivamente 1,65m e 45kg, mas pediu para ninguém se preocupar com seu peso, porque ela ama comer e diz que pensa em comida 24 horas por dia.
Entre outras pequenas informações, Grace também tem um irmão mais novo chamado John, que está nos EUA. Ela não bebe nenhum tipo de refrigerante, já foi viciada em The Sims, e tem um certificado de salva-vidas.

Rainha do K-hiphop e do aegyo.

 

Com grande carinho pelos fãs, chamados de Grazies, de todo o mundo, ela interage com eles em suas redes sociais, postando vlogs, respondendo mensagens e até compartilhando covers que fazem de suas músicas. Suas redes incluem Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e VLive. Tudo quase sempre em inglês, o que facilita o contato com sua crescente fanbase internacional.
Ela já contou que um dos seus objetivos como rapper é realizar shows ao redor do mundo, o que ela já está realizando agora. Depois de fazer uma turnê na Europa, agora Grace chega ao Brasil, com toda sua loucura e graça da rapper – e artista – completa que é.

 

 

 

Conheça a Grace ao vivo no KDT! – Participe do Evento
Onde? São Paulo – SP
Quando? Dia 02 de julho!
Quanto?
Apenas R$50 o showcase – Compre aqui
Apenas R$80 o Meet+Sign – Compre aqui
Dúvidas? Vem aqui!


Por Paula Bastos Araripe
Fontes: kpopwiki, kpopinfo114, amino, kshow123, reddit
Não retirar sem os devidos créditos