taiwan

Corte de Taiwan declara apoio a oficialização do casamento gay

O posicionamento favorável da Corte Constitucional pode transformar o país no primeiro território asiático a legalizar as uniões entre pessoas do mesmo sexo.

 

Em painel delegado por 14 magistrados, a Corte Constitucional de Taiwan deu sinal positivo para a legalização do casamento gay nesta quarta-feira (24). A sentença exigia pelo menos 10 votos, e apenas dois juízes se opuseram a decisão.

Segundo o tribunal, permitir o casamento homossexual contribuiria para estabilidade social e a para a proteção da dignidade humana.
O posicionamento forte da corte poderá permitir que a ilha se torne o primeiro território asiático a legalizar as uniões entre pessoas do mesmo sexo.

A Corte Constitucional considerou que o dispositivo do Código Civil taiwanês segundo o qual um contrato de matrimônio só pode ser assinado entre um homem e uma mulher “viola” a Constituição, que garante a liberdade de casamento e a igualdade entre os cidadãos.

“Os dispositivos atuais sobre o casamento não permitem que duas pessoas do mesmo sexo criem uma união permanente de natureza íntima e exclusiva com o objetivo determinado de levar uma vida juntos. Isto é obviamente um grave defeito legislativo”, afirma um comunicado da corte.

Entretanto, o tribunal dá prazo de dois anos ao governo para aplicar a decisão. Se o Parlamento não aprovar a mudança em até dois anos, a corte informa que os casais do mesmo sexo poderão fazer o registro para o casamento, com base em sua própria interpretação.
Desde que a presidência foi assumida por Tsai Ing-wen, em 2016, a causas pelos direitos dos homossexuais tem avançado, já que a presidente defende abertamente o casamento para todos.
Os esforços para obter direitos igualitários no matrimônio ganharam força na ilha com o apoio de centenas de milhares de pessoas. Hoje ela está entre as sociedades mais progressistas da região em termos de direitos para os homossexuais.

O Partido Democrata Progressista (PDP) da presidente, maioria no Parlamento, comemorou a decisão da Corte em um comunicado.
Mas alguns apostam que ainda haverão fortes manobras daqueles contrários ao casamento para todos.

Multidão usa as lanternas dos celulares em cores diferentes para compor uma enorme bandeira do arco-íris festejando durante manifestação ap´so a corte constitucional de Taiwan decidir que homossexuais têm o direito de se casar, em Taipei. Com isso, Taiwan passou a ser o 1º país da Ásia a legalizar o casamento gay (Foto reprodução: Tyrone Siu/Reuters)

Por Naira Nunes
Fonte: AFP + Reuters
Não retirar sem os devidos créditos

Valentine’s Day X White Day: as tradições e os Kidols que gostaríamos de namorar

O Valentine’s Day foi comemorado no mundo inteiro no dia 14 do mês passado, é um dia para celebrar o amor e carinho entre parceiros. Já o White Day, é comemorado um mês depois, no dia 14 de março. A data é bastante comemorada em países como Japão, Coreia do Sul e Taiwan, sendo muito parecido com o Valentine’s Day. Mas o que então os diferencia?

Origem

O Valentine’s Day, ou Dia de São Valentim, foi criado pelo Papa Gelasius, no ano de 496 para honrar o santo. A associação com o romantismo data do fim da Idade Média, no século XIX era comum que na Grã-Bretanha se enviassem de cartões no feriado, desde então uma tradição foi criada.

Já o White Day (em tradução livre: Dia Branco), foi inventado pela confeitaria japonesa, sendo celebrado pela primeira vez em 1978 no Japão. No ano em questão, Ishimura Manseido, um comerciante de marshmallows, vendeu a ideia que os homens deviam retribuir as mulheres que lhe deram chocolates e outros presentes no Valentine’s Day. Enquanto o Dia do Marshmallow não fez sucesso, logo o dia ficou conhecido como White Day e foi difundido para outros países asiáticos.

Costumes

A grande diferença entre ambos as comemorações nessas culturas é sobre quem da os presentes. No Valentine’s Day existe o costume de serem as mulheres que presenteiam os homens com chocolates e cartões. Se o chocolate é feito a mão significa que aquele é o “único” receptor, e portanto mais especial para a menina.

Enquanto os homens dão as mulheres ainda mais presentes no White Day, sendo três vezes mais valiosos, como resposta ao que foi recebido. Dar um presente de mesmo valor é considerado como um término de relacionamento. É comum dar marshmallows e chocolate branco, pela tradição, mas também são dadas joias, roupas e lingerie.

Simbologia

O Dia de São Valentim é dominado pelo vermelho, a cor do amor, é comum aparecer alguns símbolos como corações, pombas e cupidos. Já para o White Day, a cor branca foi escolhida pelo seu significado: a “pureza” evoca a ideia de “amor puro” e “doçura adolescente” – também é a cor do açúcar.

O White Day e os K-idols

Recentemente, em uma pesquisa online foi perguntado quem seriam os ídolos que os internautas gostariam de receber presentes. A pesquisa foi feita pela PMI, e citada no AllKpop. Quem venceu foi o ator Gong Yoo, do drama Goblin e do filme Invasão Zumbi, com 22,7% dos 2.000 entrevistados. Em segundo lugar é Park Bo Gum, pelo amigo e ator Song Joong Ki e em quarto Hyun Bin.

“E se eu tiver 900 anos?” – Ainda iriamos querer namorá-lo!

Já quanto as celebridades femininas que os internautas gostariam de entregar presentes ou namorar, Seolhyun do AOA recebeu 9,7 por cento dos votos, enquanto 7% dos entrevistados escolheram a Suzy. A atriz Park Bo Young chegou ao terceiro lugar com 5%, seguida de Song Hye Kyo, atriz de “Descendants of the Sun”.

A serenidade no olhar de quem vai receber muitos doces hoje.

 

Cheio de particularidades, os asiáticos provam que o amor tem que ser comemorado mais que uma vez. E você, para quem gostaria de mandar seu chocolate?

Por Amanda Soares
Fonte: diffen, History.com, koreaportal.
Não retirar sem devidos créditos