Coréia do Sul ocupa 4º lugar em penetração de smartphones no mercado

Seria de supor que a Coreia do Sul tem a maior penetração de smartphones no mundo, com sua legião de usuários de KakaoTalk (um serviço semelhante ao Whatsapp) e Internet em velocidade-relâmpago. No entanto, de acordo com uma pesquisa realizada pela da KT Corporation e o Centro de Pesquisa Digieco, no ranking de penetração de smartphones o país está agora em 4 º lugar.
Dos 56 países pesquisados, a taxa de penetração de smartphones média situou-se em 60 por cento. No topo da lista deste ano está os Emirados Árabes Unidos, com 90,8 por cento de sua população usando smartphones. Cingapura e Arábia Saudita seguiu com 87,7 e 86,1 por cento, respectivamente.

A taxa sul coreana chegou a 83 por cento no final de março passado, um aumento de 3,5 por cento em relação a dois anos atrás, quando o país foi o segundo no ranking. Quase 4 em cada 5 pessoas na Coréia agora possui um smartphone.
Suécia, Espanha, Hong Kong, Noruega, Taiwan e Austrália completam o top 10. Surpreendentemente, o Japão ficou perto da parte inferior da lista no No. 43 com uma taxa de penetração de 53,9 smartphone.

De acordo com o relatório do Digieco, o mercado global mudou com o surgimento de novos mercados, como a Tailândia, que tiveram o maior crescimento em usuários de smartphones este ano, com um ganho de 23,7 pontos percentual. Outros mercados emergentes, incluindo o Brasil, Malásia, Vietnã e Rússia, viram um forte aumento na penetração, superior a 15 pontos percentuais.

O mercado de smartphones da Coreia do Sul ainda é dominado pela Samsung Electronics em 63,4 por cento, com a LG arrastando atrás em 20,9 por cento e 13,1 por cento da Apple, de acordo com o Ministério da Ciência, TIC e Planejamento Futuro, informaram a agência de notícias Yonhap.

Não retirar sem os devidos créditos
Fonte Reera Yoo@KoreAm
Imagem por Brent Schmidt/Flickr
Tradução e adaptação por Naira Nunes
Revista KoreaIN
O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.