Sem categoria

Aniversário de Buda e Ídolos Budistas

Na Coreia do Sul, a religião é dominada pela presença da fé budista, visto que metade das pessoas que tem alguma crença seguem os ensinamentos de Sidarta Gautama, mais conhecido como Buda.  No dia do seu aniversário, considerado feriado nacional, a população vai às ruas para comemorar através de diversas atividades e muita comida. A comemoração tem data móvel: acontece no 8º dia do quarto mês do calendário lunar, quando acontece a lua cheia (neste ano de 2016, foi comemorado dia 14 de maio). 


No dia, todos os templos do país abrem as portas para servir almoço gratuito e chá para as centenas visitantes. Compartilhar comida é uma característica da história coreana e simboliza o senso de comunidade da cultura. A refeição é geralmente composta por kimchi, arroz, sopa e batata assada. Apesar da simplicidade, é servida com muito carinho à todos, independentemente da religião. 

Dentre as diversas atividades culturais que incluem jogos, dança e música tradicional, às 18h do dia inicia-se o Festival das Lanternas de Lótus. É realizado há mais de mil anos, desde o período das dinastias Goryeo e Joseon, e consiste em milhares de budistas carregando lanternas de papel pelas ruas de Seul, dos portões de Dongdaemun ao templo Jogyesa. As lanternas representam a luz da sabedoria. 

O aniversário de Buda já passou, mas nunca é tarde para falar sobre k-idols. Apesar de muitas celebridades sul-coreanas serem cristãs, algumas já se revelaram budistas. A influência dessas personalidades é tão grande na vida das fãs que, de tão devotas, algumas até se converteram ao budismo.   

Confira a lista abaixo:  

Chansung, Jun-K, Nichkhun e Wooyoung do grupo 2PM


Jinyoung do B1A4

Himchan e Zelo do B.A.P


Mir do MBLAQ


Suho do EXO
Changjo do Teen Top

Changmin do TVXQ

AJ e Kiseop do U-KISS


Leo do VIXX

Sabia que tantos ídolos eram budistas? Conte pra nós.
Por Vanessa Ferreira
Não retirar sem devidos créditos

Naira Nunes

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.

Você também pode gostar...