loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Aplicativos Revista BTS

[Vale a pena ou não] Seria o VLive+ BTS o fanclub dos fãs internacionais?

Conhecido de muitos fãs do kpop, há quase dois meses o VLive lançou sua versão do aplicativo GRATUITO com alguns canais pagos, baseado em diversas pesquisas feitas pelo mundo, incluindo o Brasil (os leitores da KoreaIN puderam cooperar respondendo o questionário do VLive). Hoje trazemos um review desse conteúdo pago, com destaque para o Canal do BTS, que é o mais ativo dentre os canais que entraram no sistema e o que foi testado por mim.

Se há algum tempo você está pensando em comprar o BTS Channel+ e precisa saber se vale a pena, leia até o final.

E aí, Vale a pena ou Não?

Testamos o Canal pago do BTS por 1 mês (desde meados de janeiro) e sendo sincera, na primeira semana achei muito lento, com pouco conteúdo relevante e pouca interação. Entretanto, no período seguinte senti uma mudança, quando diversas fotos exclusivas eram compartilhadas diariamente com os fãs assinantes e algumas mensagens. Nos dias seguintes o BTS passou a utilizar o bate-papo. Não é nada fácil conversar com eles tento outras 6 mil pessoas no mesmo chat haha. Inclusive, perdi vários dos chats. Na manhã de hoje (27/02) Jin e Jimin conversaram com os fãs, e a sala de chat tinha apenas de 21 a 68 pessoas online, nunca senti tamanha exclusividade. Após ele encerrarem o chat, os fãs continuaram conversando entre si, achei muito legal.
Um fato é que Rap Monster sempre muito solicito, responde os fãs em coreano, japonês e inglês, assim como em suas lives.

Jin e Jimin conversando com apenas 23 fãs no dia 27/02 (à esquerda). Fãs conversando entre si após chat com o BTS (centro). Conteúdo exclusivo do BTS Channel +, imagens e mensagens são compartilhadas diariamente (à direita).

Pra mim, um momento memorável  foi a sorte que tive em ser “notada pelo senpai“,  junto a algumas brasileiras através do chat. Na tradicional rotina de comentar “Brazil Love You“, “A lot of love from Brazil“, “Brazil supports BTS“, desta vez mandando mensagens para o Taehyung, recebermos uma resposta muito fofa. Foi animador, pareceu que cada centavo investido alí valeu a pena.

Um registro do dia que Taehyung notou as fãs brasileiras no chat com mais de 16 mil pessoas.

Com o passar dos dias e as atividades do próprio BTS, vários vídeos passaram a ser compartilhados pela conta paga exclusivamente, a maioria deles de backstage, um dos conteúdos mais pedidos pelos fãs nas pesquisas realizadas pelo VLive.

Um dos meus favoritos foi o “[BTS+] Run BTS! 2017 :: Behind the scene“, em que fomos apresentadas a Min Yoongina.  Durante o backstage ele disse que antes não gostava de se vestir de mulher, mas hoje ele já não se importava mais. Também achei interessante terem colocado o replay da live do  Rap Monster falando sobre a produção do novo álbum como parte do conteúdo pago, diferente da live sobre o álbum WINGS, que saiu no canal comum.

Tanto o canal pago quanto o gratuito do BTS são ativos (à esquerda o pago, ao centro o gratuito). Os videos da versão paga são identificados com símbolos e logo roxa, enquanto o canal gratuito é marcado com a logo tradicional.

Feedback

Acredito que o Vlive+ não seja o tipo de conteúdo para alguém que só use o VLive esporadicamente ou que apenas goste das músicas do grupo, por exemplo. Vejo como um conteúdo para fãs muito assíduos, que tenham a necessidade desse contato mais próximo com o ídolo.
O aplicativo passa a funcionar como uma espécie de fanclub oficial, vez que diversos fanclubes funcionam assim. Seus integrantes pagam uma mensalidade e como retorno recebem conteúdo exclusivo, preferência na compra de álbuns, participação de eventos, dentre outros.

O VLive+ ainda não nos permite preferência de compra ou participação em eventos, mas imagino que este passo esteja muito próximo. Principalmente combinando a fama internacional do kpop, neste caso o BTS, e a enorme quantidade de adeptos estrangeiros. Inclusive, o canal do BTS é o que tem o maior número de fãs internacionais.
Vamos torcer para que o VLive consiga expandir os benefícios do VLive+.

Mas e aí, vale a pena?
Se você for fã do grupo, quiser ter a chance de conversar com eles, dar aquele “Boa Noite” antes do seu ídolo ir dormir ou for viciada em backstage (assim como eu), sim, vale a pena ter a assinatura mensal. Mas se você usa o Vlive com pouca frequência ou não tem nenhum grupo que desperta esse tipo de interesse em você, a conta gratuita do VLive já irá suprir sua necessidade vital kpopper.

Nota:
4 de 5 estrelas

Preços:
Variam de 150 a 2200 moedas do Vlive (que são adquiridas pela Play Store ou Apple Store).

Período de assinatura:
Os planos são de 1 mês, 3 meses, 6 meses e 1 ano.

Diversos grupos possuem canais pagos além do BTS. Seventeen, BTOB, G-Friend e vários outros.

Gostou da nossa nova série? Quer indicar algum aplicativo ou loja para avaliarmos? Deixe nos comentários.

Por Naira Nunes
Fonte: Naver Vlive
Não retirar sem os devidos créditos

Naira Nunes

Publicitária, redatora e diretora de arte, sou CEO e fundadora da KoreaIN, a primeira revista brasileira sobre música e cultura asiática.

O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes Atores de K-Dramas que começaram nos palcos de musicais