loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Stellar
Cobertura de Eventos Especiais

Em coletiva de imprensa, o Stellar falou sobre a evolução do grupo e também da vontade de voltar ao Brasil.

O Stellar pode já ter deixado o solo brasileiro, mas não sem antes deixar algumas mensagens para os fãs sobre o próprio grupo e também pela sua passagem no país. Depois de dois fansigns e um show muito bem-sucedidos que impactaram todos os envolvidos, o Stellar respondeu a algumas perguntas de portais de K-pop e de notícias brasileiros em uma coletiva de imprensa no Centro Cultural Hallyu, em São Paulo.

Sempre profissionais, elas ouviram a todas as perguntas com toda a concentração de quem faz o seu melhor sempre para que pudessem responder com honestidade e atenção, garantindo também uma boa execução daquela coletiva para que todos pudessem apreciar. Ao mesmo tempo foram ainda simpáticas no mesmo nível, com respostas sinceras e com algumas doses de bom humor e companheirismo entre elas, características do grupo que deram uma personalidade a mais na coletiva. Confira:

1 – KoreaIN: Qual o elemento X no Stellar que atrai tanto o público coreano e internacional? Qual o ponto mais forte do grupo?

Junyool – Como iniciamos com um tema mais forte como o sexy, acho que este é o elemento X que atrai tantos fãs coreanos quanto estrangeiros/internacionais.

Gayoung – Apesar de termos esse conceito, além do conceito sexy que os fãs gostam muito, as músicas também atraem. Pessoalmente acho as músicas do Stellar muito boas e parece que os fãs concordam, eles conseguem se divertir conosco.

2 – Vocês já imaginaram que um dia iriam realizar show e fansigns no Brasil (América do Sul), um país tão distante da Coreia do Sul? Qual a maior diferença dos fãs brasileiros para os fãs de outros países e quais lembranças deixamos nas memórias de vocês?

Minhee – Nós sempre tivemos esse sonho de fazerem shows com países distantes, e conseguimos ir para o país mais distante da Coreia, o Brasil. Nos divertimos bastante, conseguimos interagir muito com fãs e ficamos muito felizes. Mais pra frente também queremos visitar outros países latinos americanos para podermos fazer outros shows.

3 – Qual o ídolo ou grupo preferido (kpop ou internacional) de cada membro do grupo?

Hyoeun – Gosto muito da Ariana Grande, tanto pelo potencial como cantora, como também por ser muito bonita.

Minhee – Eu gosto muito da Beyoncé.

Junyool – Eu admiro muito nossas veteranas SNSD.

Gayoung – Eu gosto muito do Stellar mesmo (risos)

4 – Nas redes socias do grupo podemos ver muito amor e carinho dos fãs brasileiros pelo grupo, como vocês estão se sentindo hoje podendo retribuir esse carinho em uma apresentação?

Gayoung – Nós fizemos a apresentação ontem e vimos que a paixão e retribuição dos fãs é muito grande, e acredito que é o maior de todos os shows que fizemos. Ficamos muito agradecidas, e pretendemos vir cada vez mais ao Brasil para retribuir esse carinho.

5 – Para um grupo de K-Pop, fazer shows fora da Coreia é se tornar, automaticamente, representantes da Hallyu internacionalmente. Na opinião de vocês, o que o Stellar precisa fazer durante essa turnê para fazer jus a esse título e representar bem a onda coreana?

Gayoung – Na verdade, antes de vir para o país tínhamos percebido que os fãs já possuíam um carinho grande pela música e pelo Stellar, e agora durante o show vimos que tem muitos grupos e pessoas que são muito melhores que nós. Inclusive quando fizemos as brincadeiras, às vezes os próprios fãs dançavam muito melhor que a gente. Apesar de aqui no Brasil o conceito sexy ser muito mais aceito que na Coreia, ao final de contas aprendemos muito mais durante esta estadia, voltando para a Coreia e podendo retribuir para os fãs.

6 – O Grupo Stellar passou por algumas fases, conceito fofo e sexy. Como foi essa mudança?

Junyool – Desde o começo a ideia do grupo era mostrar ideias e conceitos diversificados para os fãs, justamente por conta disso tentamos um conceito mais sexy, fofo e “alegre”. E, agora, gostaríamos que os fãs gostassem de todos esses nossos visuais.

7 – Qual foi o momento mais emocionante da carreia do Stellar? Por quê? Gostariam de voltar no tempo para vivenciá-lo novamente?

Hyoeun – Ontem, durante o show, nos emocionamos várias vezes e durante a apresentação vimos que os fãs conseguiram interagir bastante conosco e ficamos muito emocionadas e gostaríamos de voltar no tempo. Então pretendemos voltar no Brasil mais vezes para poder sentir esse momento novamente!

8 – Existe alguma coisa que vocês ainda não fizeram, mas querem muito fazer? Independente da música ou na vida pessoal.

Hyoeun – Tentamos através de muitos mini-álbuns e vários conceitos, cada membro tem um conceito que se encaixa melhor em cada uma. Gostaria que fossem compostas músicas para que cada uma pudesse fazer de acordo com seu estilo, seria divertido!

Minhee – Como na Coreia está chegando o verão, gostaria de tentar algo mais no estilo Tell me your wish (Genie) do SNSD.

Junyool – Ontem aprendi a sambar e achei muito divertido, gostaria de tentar um estilo mais samba.

Gayoung – Gostaria de conhecer mais fãs estrangeiros e ter mais contato através de concertos, shows, meetings e outros eventos, e assim estreitar mais a relação com os fãs.

9 – Como é a relação de amizade entre vocês e como é a relação de vocês com outros grupos de kpop? Existe algum que vocês se relacionam ou que admiram e inspira o seu trabalho?

Gayoung – A relação de amizade entre o grupo é muito estreita, mesmo quando estamos num lugar com vários artistas acabamos ficando em nosso cômodo, brincando entre nós.

10 – Antes de virem para o Brasil, vocês já tiveram contato com algum fã brasileiro?

Junyool – Já tivemos contato com vários fãs brasileiros por meio de aplicativos como o VLIVE e vários lives do Instagram, e com isso tivemos muita vontade de vir justamente para conhecer esses fãs.

11 – Sabemos que o grupo por muito pouco não sofreu um disband e que graças aos fãs, principalmente internacionais, Stellar conseguiu retomar sua agenda de shows, como foi saber que vocês eram tão amadas fora do mercado sul-coreano?

Minhee – Pessoalmente, não apenas neste momento que passamos por vários problemas, mas também em momentos como ontem, que nós pudemos sentir na pele o amor e carinho dos fãs, ficamos muito emocionadas, agradecidas e satisfeitas com nosso trabalho. Porque enxergamos o resultado e vimos que estamos fazendo os fãs felizes.

Não é desconhecido que elas passaram por dificuldades no início de sua trajetória como Stellar, mas as declarações do grupo demonstram um orgulho de ter passado por isso com fãs as apoiando e também uma certa confiança de que estão no caminho certo em suas carreiras. Além disso, o tanto que elas falam sobre o Brasil com carinho mostra que não só os fãs que puderam vê-las foram marcados pela presença das meninas, como também como elas foram tocadas pelo amor dos fãs brasileiros.

Elas chegaram até a deixar fisicamente sua marca por aqui, já que após a coletiva fizeram um handprinting também no Centro Cultural Hallyu (assim como UNIQ fez na sua visita no ano passado), para que assim um pedacinho delas pudesse permanecer por aqui de alguma forma. Um registro que serve de lembrança enquanto esperamos, quem sabe, um possível retorno do Stellar “mozão” ao Brasil.

Texto e revisão por Paula Bastos Araripe
Transcrição por Amanda Soares
Imagens por Caroline Costa Dadalto
Não retirar sem devidos créditos

revistakoreain

O Portal KoreaIN é dedicado a divulgar todo tipo de informação e noticia sobre a Coreia do Sul e sua cultura.

Saúde Mental: 6 Idols de K-POP que já falaram sobre o assunto O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes