Entretenimento

Fim das fancams? Empresas disputam lucros sobre vídeos dos ídolos

Organizações do entretenimento solicitaram a divisão de lucros do uso das imagens dos ídolos, fazendo com que vídeos como as fancams sejam retirados da internet.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

No dia 1º de Agosto, organizações como Korea Music Contents Association, Korea Management Association e a Korea Entertainment Producers Association pediram a criação de um contrato para estabelecer uma divisão de lucros dos vídeos das performances dos ídolos, conhecidos como fancam.

A responsável pelo estabelecimento do contrato é a Fair Trade Commission (FTC), comissão que promove o comércio justo na indústria sul coreana. De acordo com a FTC, atualmente não existe um acordo prévio entre as agências e as emissoras para conteúdos online. Essa situação faz com que o lucro gerado por vídeos como Fancams seja inteiramente das emissoras, pois os direitos sobre os vídeos feitos durante as transmissões são exclusivos das emissoras. A FTC reuniu as opiniões dos ministérios envolvidos com o k-pop e da indústria do entretenimento, chegando a proposta de contrato atual.

Vale lembrar que, apesar da disputa pelos lucros dos vídeos, as fancams podem exaltar grandes talentos dentro da indústria.

Foi o que aconteceu com o grupo feminino EXID. Meses após a finalização das promoções do single Up and Down, o grupo estava a ponto do disband. Foi quando uma fancam da Hani, em uma performance do grupo, viralizou. Após a fancam o grupo retornou aos palcos para novas performances, ganhando fama e se salvando fim que estava (muito) próximo. 


OS MELHORES PRODUTOS DE K-POP VOCÊ ENCONTRA AQUI!


Fontes: (1)
Não retirar sem os devidos créditos. 

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Daniele Fernandes

Jornalista, Escorpiana, 23 anos.

Você também pode gostar...