loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

K-pop

Guia prático para conhecer e entender as units do Super Junior

Com a aproximação do lançamento do 10º álbum de estúdio em comemoração aos 15 anos de debut do grupo, o Super Junior já liberou faixas, regravações, fotos e revelou uma informação que muitos estão curiosos para ver: neste álbum, o grupo foi dividido em sub-grupos.



De acordo com as prévias reveladas ainda no ano passado (quando ainda achava-se que o álbum seria lançado em janeiro), fãs puderam ver que os nove atuais integrantes ativos foram divididos em três trios:

A primeira a ser revelada foi a Passionate Unit, formada por Leeteuk, Siwon e Donghae:

Membros da “Passionate Unit” do Super Junior: Donghae, Leeteuk e Siwon.
Fonte: Label SJ – Divulgação

Na semana seguinte, tivemos a Versatile Unit com Shindong, Eunhyuk e Kyuhyun:

Membros da “Versatile Unit” do Super Junior: Shindong, Kyuhyun e Eunhyuk.
Fonte: Label SJ – Divulgação

Por último, a Beautiful Unit com Heechul, Yesung e Ryeowook:

Membros da “Beautiful Unit” do Super Junior: Yesung, Ryeowook e Heechul.
Fonte: Label SJ – Divulgação

Como essas formações funcionarão no The Renaissance, só esperando até o dia 16 de fevereiro para descobrir, mas o fato é que o ELF já sabe que a história do Super Junior com sub-units já vem de longa data.

Para ser mais precisa: foi o Super Junior que “inventou” as sub-units.

Exatamente. O Super Junior-K.R.Y. foi formado em 2006, apenas um ano depois do grupo completo debutar, e foi a primeira unit oficial do k-pop. Desde então, outras units surgiram, algumas com conceitos bem diferentes do que o grupo seguia e provando que os integrantes têm talento e versatilidade de sobra. Quer conhecer melhor os grupos? Vem com a gente.



Super Junior-K.R.Y.

Ryeowook, Kyuhyun e Yesung no Super Junior-K.R.Y.
Fonte: Label SJ.

Formação: Kyuhyun, Ryeowook e Yesung.

Nada mais justo que começar com ela. A primogênita, a inovadora, a primeira de seu tipo: Super Junior-K.R.Y. Formada pelo trio de vocalistas principais do grupo, o nome leva a inicial de cada membro: Kyuhyun, Ryeowook e Yesung.

O trio se foi reunido pela primeira vez em 2006 para gravar duas músicas para a trilha sonora do seriado Hyena, The One I Love e The Night Chicago Died. Até 2012, a existência do K.R.Y. resumiu-se à participações em trilhas, apenas em 2013 o grupo finalmente lançou seu primeiro single oficial (e em japonês), Promise You.

Do debut até o primeiro lançamento oficial em coreano do K.R.Y. demorou pouco tempo. Só 14 anos. Foi apenas em 2020 que o trio lançou When We Were Us, mini-álbum com 6 faixas. Após isso, o grupo fez um concerto online no VLive e lançou o novo single japonês Traveler.

As faixas do Super Junior-K.R.Y. focam no romantismo. O trio de vocais principais do grupo mostra toda sua habilidade e harmonia. Imperdível para quem curte baladas.

Curiosamente, esta é a única unit que Eunhyuk não faz parte.




Super Junior-T

Shindong, Heechul, Kangin, Eunhyuk, Sungmin e Leeteuk no Super Junior-T.
Fonte: SM Entertainment.

Formação: Leeteuk, Heechul, Kangin, Shindong, Sungmin e Eunhyuk.

Se a unit anterior leva as iniciais dos membros que a formam, aqui temos uma outra tendência: a referência ao gênero musical. No caso, a unit é voltada para o trot.

Considerado o gênero pop mais antigo da Coreia, tendo sido originada nos anos 1900, o trot recebeu uma releitura nessa unit formada por seis integrantes do Super Junior. Batizada de Super Junior-T, eles debutaram em 2007 ao lançarem o mini-álbum Rokkugo. Em 2008, lançaram uma nova versão do single em parceria com o dueto Moeyan.

Apesar do estilo alegre e contagiante, os lançamentos do SuJu-T param por aí. O grupo ainda apresenta a faixa em shows, mas não lançou mais nada desde então. Porém, oficialmente, a unit não deu disband, então talvez possamos ver novas faixas futuramente. Apenas haverá pelo menos uma mudança na formação por causa da saída de Kangin do grupo, em 2019. Já a volta de Sungmin, ausente das atividades de grupo desde sua dispensa militar, ainda é uma incógnita.




Super Junior-Happy

Sungmin, Shindong, Yesung, Kangin, Eunhyuk e Leeteuk no Super Junior-Happy.
Fonte: SM Entertainment.

Formação: Leeteuk, Kangin, Yesung, Shindong, Sungmin e Eunhyuk.

O Super Junior-Happy (também chamado Super Junior-H) foi mais uma unit de curta vida útil, tendo lançado apenas um mini-álbum. Com imagem lúdica, muitas cores e letras que grudam na mente como chiclete, algumas pessoas talvez pensem se a unit existiu mesmo ou foi apenas um delírio coletivo.

O mini-álbum (filho único) do Super Junior-Happy chama-se Cooking? Cooking! e possui cinco faixas. Duas delas – a que da nome ao álbum e Pajama Party – receberam MVs, ambos com a participação especial de integrantes do Girls’ Generation.

Ao contrário de todas as outras units, o SuJu-H não está disponível em todos os serviços de música, como é o caso do Spotify, mas está na Apple Music. Mesmo sendo renegada por alguns programas, a obra da unit foi revivida em alguns Super Shows.

Assim como a Super Junior-T, caso haja uma volta da SuJu-H, Kangin não estará presente e Sungmin segue como incógnita. Será que um dia poderemos sonhar com outro lançamento da unit? Só o tempo dirá.




Super Junior-M

Henry, Kyuhyun, Donghae, Siwon, ZhouMi, Hangeng e Ryeowook na primeira formação do Super Junior-M.
Fonte: SM Entertainment.

Formação 1: Hangeng, Siwon, Zhoumi, Donghae, Ryeowook, Kyuhyun e Henry.

Anos antes de existir o EXO-M e o WayV, a SM Entertainment começava sua jornada para ganhar o mercado chinês com o Super Junior-M. A unit foi batizada em referência ao idioma cantado por eles nas faixas: o mandarim. Além disso, a primeira formação incluia dois membros chineses: Hangeng, único membro estrangeiro a debutar na formação original do Super Junior, e Zhoumi. Outro integrante exclusivo dessa unit era Henry, que, mesmo tendo nascido no Canadá, é filho de mãe taiwanesa e o pai honconguês.

O SuJu-M fez sua estreia em 2008, mas no ano anterior sofreu ameaças de boicotes. Fãs não gostaram da adição de Henry e Zhoumi ao grupo e fizeram petições online para evitar que isso acontecesse, movimento que ficou conhecido como “Only 13” (apenas 13, em português). Apesar dos escândalos, a unit foi sucesso.

No ano seguinte ao debut, veio a primeira baixa do grupo. Hangeng abriu um processo contra a SM pedindo anulação do seu contrato e deixou o SuJu-M e o grupo. Com sua saída, a unit foi reformulada com a entrada de Sungmin e Eunhyuk. Os únicos lançamentos com a formação original da unit foi Me e Super Girl.


Linha superior: Zhoumi, Kyuhyun, Donghae e Siwon.
Linha inferior: Ryeowook, Eunhyuk, Henry e Sungmin.
Fonte: SM Entertainment.

Formação 2: Sungmin, Eunhyuk, Siwon, Zhoumi, Donghae, Ryeowook, Kyuhyun e Henry.

Após a reformulação, o SuJu-M lançou Perfection, Break Down e Swing. Mesmo com diversos lançamentos, a unit só teve um concerto solo realizado em dezembro de 2008 em Hong Kong. Após isso, fãs puderam acompanhar algumas apresentações da unit em alguns Super Shows, pois Zhoumi e Henry juntaram-se ao grupo para as turnês principais. Eles, inclusive, vieram ao Brasil na turnê do Super Show 5 em 2013.

Assim como a SuJu-T e a SuJu-H, não houve disband do SuJu-M, mesmo estando sem lançar nada desde 2014. Desde então, Henry deixou a SM e o grupo em 2018 após optar por não renovar seu contrato com a gravadora. Zhoumi ainda está na empresa e deu sinais de que gostaria de gravar um último álbum com a unit antes de sair. Será que podemos ter esperanças?



Super Junior-D&E

Formação: Donghae e Eunhyuk.

A última unit formada por membros do Super Junior é a menor de todas e a com mais frequência de lançamentos. Retomando à lógica usada no K.R.Y., aqui temos referências às iniciais dos integrantes que fazem parte dela: Donghae e Eunhyuk.

O Super Junior-D&E foi formado em dezembro 2011, ou seja, completará 10 anos de existência esse ano. No currículo, eles têm lançamentos em coreano e japonês. Enquanto a obra japonesa consiste, em sua maioria, em singles, em coreano eles já lançaram três mini-álbuns.

Por ser formada por dois dos dançarinos principais do grupo, sendo que Eunhyuk também é considerado um dos melhores dançarinos da SM Entertainment, o dueto tem várias faixas animadas. Mesmo assim, não deixam de lançar baladas de sucesso, como Growing Pains.

O D&E se apresenta durante o Super Show do Super Junior e o SMTOWN, mas também já fizeram turnês solo. Os shows no Japão arrastam multidões e fazem sucesso estrondoso. Infelizmente, os shows internacionais não costumam ir além da Ásia, mas, se houver oportunidade de assistir uma apresentação ao vivo da dupla, garantimos que sua satisfação é certa.

Fonte: (1), (2), (3), (4), (5)
Imagens: SM Entertainment e Label SJ – Divulgação
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Saúde Mental: 6 Idols de K-POP que já falaram sobre o assunto O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes