loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

K-pop

Quais grupos de k-pop completarão 10 anos em 2021

Chegar aos 10 anos de carreira é um marco e tanto na vida de qualquer um. Quando de trata das estradas seguidas pelos grupos de k-pop – sujeitas a tantos percalços pelo caminho – a conquista é digna de comemoração para astros e fãs. Em 2021, seis grupos de k-pop conseguirão a façanha de completarem 10 anos de atividade. Sabe quais são eles? Veja nossa lista:



Apink

Apink (Fonte: Plan A Entertainment – Divulgação)

O Apink debutou em 19 de abril de 2011 e, desde então, tem sido um dos grupos mais sólidos do k-pop. A única baixa que o grupo teve foi a saída de Yookyung em 2013. Há uma década, o sexteto coleciona singles de sucessos e já alcançou 51 vitórias em music shows, sendo um dos grupos mais premiados e empatadas com Psy.

Chorong, Bomi, Eunji, Naeun, Namjoo Hayoung também são multitalentosas. Entre as habilidades das integrantes, estão desde falarem múltiplos idiomas e tocarem instrumentos musicais até lutarem artes marciais. Isso fora o carisma que exalam e as fazem ser figurinhas carimbadas em programas de variedade.

O último comeback do grupo foi o mini-álbum Look, cujo single Dumhdurum mostra bem a imagem amadurecida do grupo após anos com conceitos fofinhos.



B1A4

Se a estrada do Apink pode ter sido considerada tranquila, a do B1A4 foi uma montanha-russa cheias de voltas de cabeça pra baixo. O grupo debutou como quinteto em 23 de abril de 2011 e, justo 7 anos depois, perdeu dois integrantes após Jinyoung e Baro não renovarem seus contratos com a WM Entertainment.

Parecia ser o fim. Porém, após muitas discussões, foi decidido que o grupo continuaria como um trio com os membros remanescentes: CNU, Sandeul e Gongchan. O último comeback do grupo foi o álbum Origine, o 4º da carreira, do qual o single principal foi a faixa Like a Movie. O B1A4 ainda terá mais um período de hiato por causa do alistamento dos membros (até o momento, só CNU cumpriu com seus deveres), mas a gravadora do grupo disse ter esperanças que um dia eles voltem a promover com todos os integrantes.



Block B

Block B (Fonte: Seven Seasons – Divulgação)

E vamos de mais hiato por causa de serviço militar, só que esse já está em andamento. Na ativa desde 13 de abril de 2011, o Block B já passou por diversas coisas, de troca de agência à um anúncio da saída do líder que acabou caindo por terra.

Infelizmente, neste caso específico é certo que não teremos lançamento novo para comemorar os 10 anos devido ao fato de vários membros estarem servindo. Taeil já concluiu o seu alistamento dia 4 de janeiro e Jaehyo foi dispensado por conta de um machucado no joelho. No momento, B-Bomb, U-Kwon, Zico e Park Kyung já estão cumprindo os seus deveres. Apenas o maknae P.O. ainda não iniciou o seu.

O último lançamento do grupo foi o repackage Re:Montage, com a faixa Don’t Leave:




Brave Girls

Brave Girls (Fonte: Brave Entertainment – Divulgação)

E eis aqui mais um grupo que não cansa de dar emoção para os fãs. O Brave Girls debutou como quinteto em 7 de abril de 2011 e nenhuma das integrantes originais está na formação atual – que consiste em Minyoung, Yujeong, Eunji e Yuna.

Além das mudanças de integrantes, o grupo também teve períodos de hiato, incluindo dois que, somados, dão mais de 4 anos. O último jejum de lançamentos terminou em agosto do ano passado com o lançamento do single We Ride. Será que podemos esperar algo especial para os 10 anos de grupo? Vamos aguardar.



DalShabet

Dalshabet (Fonte: Happy Face Entertainment – Divulgação)

Aqui temos um impasse e tanto. Lembram o experimento do gato de Schrödinger que, ao mesmo tempo, está vivo e morto? Pois o Dalshabet está, ao mesmo tempo, ativo e disbandado. O disband nunca foi anunciado pela Happy Face Entertainment, mas o grupo está há 4 anos sem lançar nada.

Outro impasse é com relação à formação. Jiyul e Kaeun haviam deixado o grupo em 2015, após seus contratos expirarem, mas ambas voltaram em 2019 para as comemorações do aniversário de 8 anos do grupo. Apenas Serri, Ayoung, Woohee e Subin estão em FRI. SAT. SUN, último comeback lançado em 2016, mas os contratos das 4 também expiraram e nada foi dito oficialmente se elas continuam ou não no grupo. Atualmente, Subin está no elenco do reality Miss Back em busca de uma nova chance no mundo da música.

Com tantas incógnitas, fica difícil saber se haverá alguma coisa para celebrar os 10 anos do Dalshabet, mas a data do aniversário foi em 3 de janeiro.



MYNAME

MYNAME (Fonte: H2 Media – Divulgação)

O caso do Dalshabet pode até ser difícil de entender, mas o do MYNAME supera todos os limites do absurdo. O motivo? Em 3 de dezembro de 2019 a H2 Media – agência do grupo – anunciou o disband após os contratos dos membros expirarem. Pouco depois, Seyong deu uma entrevista na qual negou o disband e a agência acabou voltando atrás.

O último lançamento do grupo foi o álbum japonês Kiseki, cujo single foi a faixa Wiz. Apenas Gunwoo, Seyong, JunQ e Chaejin participaram desse comeback porque Insoo estava cumprindo seu serviço militar obrigatório. Como os 10 anos só serão completados em outubro, ainda temos tempo para esperar por novidades do grupo.



Fonte: (1), (2), (3), (4), (5), (6)
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes Atores de K-Dramas que começaram nos palcos de musicais