Culinária Cultura

Conheça as diferenças entre os palitos coreanos de madeira e de metal

Quem visitar a Coreia do Sul pode se surpreender com a presença certa dos palitos de metal na hora das refeições. Diferente dos restaurantes asiáticos aqui no Brasil e de países como Japão, China e Tailândia, os coreanos costumam servir comida com talheres de metal, em vez de usar os tradicionais palitinhos de madeira. Estudiosos indicam vários fatores que podem ter ajudado na popularização dos famosos “palitos coreanos de metal”, mas não se sabe ao certo como que eles caíram na graça dos coreanos.

Além disso, os palitos de madeira e de metal têm algumas mudanças que podem fazer toda a diferença na hora de aproveitar a comida coreana. A seguir, explicamos por que coreanos preferem usar palitos de metal e contamos as principais diferenças entre os tipos de palitos usados para comer.



Por que coreanos usam palitos de metal?

Os shopsticks de metal (em coreano, 젓가락: jeotgarak) se popularizaram na Coreia durante o Reino de Baekje, no século V d.C. Como os países vizinhos preferem talheres de bambu ou madeira, o fato de serem feitos de ferro é o que mais chama a atenção à primeira vista, mas os palitos coreanos trazem ainda outra diferença: o formato e o tamanho. Eles são mais planos e quadrados, com um tamanho intermediário entre os hashis japoneses e os palitos chineses. Por causa do metal, os jeotgarak são mais pesados e finos, e podem ser mais escorregadios de segurar.

Coreia: Por que os palitinhos de metal?

Afinal, se os palitos de ferro são escorregadios, por que eles terminaram tão populares na Coreia? Uma das teorias conta que a família real usava talheres de prata por segurança: a prata muda de cor quando entra em contato com veneno, então os nobres saberiam se corriam risco de vida. A partir daí, as pessoas passaram a usar palitos de metais mais baratos para seguir a “moda” do Rei.

Leia também: Coreia: Por que os palitinhos de metal?



Outra linha de estudo supõe que o uso do metal na produção de talheres tem a ver com o histórico metalúrgico da Coreia, que possui grandes reservas de minérios de ferro em comparação com o Japão ou a China. Também vale lembrar que as refeições coreanas acompanham tigelas e colheres de metal, então seria mais prático produzir todos os utensílios com o mesmo material.

A praticidade do ferro pode ter sido um fator a mais: é mais fácil limpar os palitos de metal com água fervente, e eles são considerados mais higiênicos do que os palitos de bambu ou madeira.

Quanto à forma plana dos jeotgarak, especula-se que os palitos são lisos para evitar que eles caiam da mesa, por exemplo. Outra pesquisa teoriza que o formato se deu por conveniência na hora da produção, já que se gasta menos material para fazer palitos retos do que arredondados.

Imagem: Everything Chopsticks / Reprodução.


O material dos shopsticks faz muita diferença?

Apesar da quase onipresença dos palitos de metal na Coreia, é possível encontrar os talheres de madeira em alguns estabelecimentos. Mas qual é a diferença entre esses materiais na hora de comer?

Antes, precisamos lembrar que há outros tipos de palitos para a culinária asiática. Alguns palitos de madeira são descartáveis e são usados poucas vezes, porque não são de utilização contínua. Sabe aqueles hashi que vêm no delivery de comida japonesa aqui no Brasil? Pois é, eles são do tipo descartável, e levantam debates de preservação ambiental devido ao alto índice de resíduos. Lá fora, eles costumam ser usados para comer macarrão e outros pratos de caldos, que são difíceis de consumir com os palitos de metal.

Indo na contramão dos palitos descartáveis, os talheres reutilizáveis são feitos de vários materiais de longa durabilidade, pensados para resistir a muitas lavagens. Eles podem ser de aço inox, platina e outros metais, e o preço varia de acordo com o material. Os reutilizáveis são mais usados em casa para refeições caseiras.

Já os palitos de plástico são mais recentes, e são questionáveis pelo risco de liberar substâncias nocivas quando quentes. Além disso, também há a possibilidade de derreterem com comidas escaldantes, então esses palitos podem ser encontrados em vendinhas na rua para comidas em temperatura ambiente.

Imagem: Busan For 91 days / Reprodução


Palitos de madeira vs ferro: o que muda de um para o outro?

Palitos metálicos são mais convenientes para comer o típico churrasco coreano, porque a “pega” é mais precisa em comparação com os palitos de madeira. Por outro lado, os talheres de madeira são maus condutores de calor, então não corre risco do palito esquentar a sua mão enquanto você come.

Do ponto de vista sanitário, os palitos de madeira não são uma boa — eles podem ficar com mofo e são difíceis de lavar; já os talheres de ferro são mais fáceis de limpar e desinfetar. Outra questão que devemos considerar é o barulho: os palitos de metal podem tilintar contra o prato durante a refeição. Eles também são escorregadios, enquanto que os palitos de madeira são mais confortáveis de segurar justamente por causa dos vincos do material.

Também devemos pensar no meio ambiente: os palitos de ferro têm maior durabilidade, podendo ser usados por longos períodos de tempo. Os palitos de madeira costumam durar de dois a três anos, mas é recomendado trocá-los entre três e seis meses. Além disso, a madeira pode deteriorar ou quebrar antes do prazo de validade do talher.

Fontes: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7), (8), (9), (10)

Não retirar sem os devidos créditos.


Beatriz Cardoso

Sagitariana mais para capricorniana que veio parar no K-pop graças ao SHINee.

Você também pode gostar...