TV

SBS cancela “Joseon Exorcist” após controvérsias

A SBS anunciou nesta sexta (26) o cancelamento de Joseon Exorcist que teve apenas dois episódios exibidos. Os motivos foram as duras críticas feitas ao seriado pelo uso de itens cenográficos e comidas chinesas. O drama era um dos mais esperados da temporada e o primeiro episódio foi ao ar na última segunda (22).



Na história, o príncipe Chungnyeong (papel de Jang Dong Yoon) foi ordenado pelo seu pai – Taejong (Kam Woo Sung) – a viajar até condado de Uiju, localizado atualmente na Coreia do Norte, para encontrar o exorcista Yo Han (Darcy Paquet) e seu intérprete Marco (Seo Dong Won). Tal localidade fica próxima às fronteiras da Dinastia Ming, que governou a China de 1368 à 1644.

Na cena em que os personagens estão reunidos durante uma refeição, os telespectadores repararam que na mesa haviam uma variedade de comidas chinesas, como bolos lunares, ovos centenários e guiozas. Além disso, também havia uma garrafa de licor no estilo chinês e com o ideograma chinês para a bebida.


Cena do banquete de Joseon Exorcist que levantou a polêmica sobre o uso de elementos chineses.
Fonte: SBS (reprodução)

Isso levantou uma série de reclamações de que o seriado estava distorcendo a história coreana. A SBS, emissora responsável pela produção do drama, divulgou uma nota para explicar o ocorrido.


“Esta é a declaração da equipe de produção sobre os objetos cenográficos e comidas chinesas.

Caracterizamos a localidade como os arredores do condado de Uiju (fronteira da Dinastia Ming) para enfatizar a situação em que o terceiro príncipe Chungnyeong teve que viajar uma longa distância até a fronteira no lugar do príncipe coroado Yangnyeong para trazer o exorcista ocidental de volta. E colocamos legendas para tal.

Era uma localidade em que o grupo do exorcista ocidental podia descansar após viajar pela Dinastia Ming e entrar em Joseon. E, já que está região é próxima à fronteira com a dinastia, preparamos a cenografia usando nossa imaginação de que haveria um intenso tráfego de chineses.

Esta preparação foi apenas para explicar a localização destes personagens que estavam em uma área remota e longe de Hanyang (Seul) na história. Não houveram intenções especiais por trás disso.

Pedimos desculpas por causar desconforto durante a exibição através de uma cena que podia ser má interpretada durante estes tempos sensíveis. Prestaremos mais atenção à produção nas futuras exibições.


Apesar da explicação, o drama registrou uma queda considerável na audiência durante a exibição do segundo episódio, registrando 4.5 e 6.9 pontos contra os 5.7 e 8.9 pontos da estreia.

Mesmo após as reclamações, o segundo episódio também trouxe mais elementos chineses. Com a repercussão, a produção do drama e a SBS divulgaram novas notas ontem (24).

A nova declaração dos produtores reforçou o que foi dito na anterior e negou boatos de que o drama recebeu financiamento chinês. Eles também declararam que, por mais que a história seja fantasiosa, ela possui elementos históricos. Apesar da justificativa, os elementos que podem vir a causar desconforto serão editados dos próximos episódios e as cenas dos dois primeiros já foram excluídas das reprises. Em alguns casos, também haverá refilmagem de algumas cenas.

A SBS pediu desculpas aos espectadores por não terem prestado atenção suficiente na validação das informações. Afim de organizarem melhor a história, o drama terá um intervalo de uma semana para que os episódios sejam reajustados.

Mesmo com a promessa de mudanças na estrutura do drama, a SBS divulgou uma nota nesta sexta (26) cancelando permanentemente o drama. Lê-se:

“Estamos informando a posição da SBS sobre Joseon Exorcist.

A SBS reconhece profundamente a severidade da atual situação (sobre o drama), decidimos finalizar nossos direitos de transmissão e cancelar todas as exibições do drama.

No momento, a SBS já pagou a maior parte do montante dos direitos de exibição do drama em questão e a produtora já completou 80% das filmagens.

Embora estejamos preocupados com as perdas financeiras tanto da transmissora quanto da produtora, bem como na lacuna na nossa programação, a SBS sente uma pesada responsabilidade como rede de televisão. E estamos informando que decidimos cancelar o programa.

Fontes: (1), (2), (3), (4)
Imagens: SBS (reprodução)
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Você também pode gostar...