loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Entretenimento Entrevistas K-pop

[ENTREVISTA] DRIPPIN fala sobre motivações, nostalgia e sonhos

Quando pensamos na juventude e nos sentimentos à flor da pele, uma sensação de nostalgia sempre se instaura. Foi pensando nos conceitos que incorporassem essa sensação que o DRIPPIN nasceu. Após lançarem seu mais recente comeback – Young Blood – o grupo concedeu uma entrevista calorosa à Revista KoreaIN, onde discutiram suas memórias mais nostálgicas, aspirações e motivações



O DRIPPIN debutou em 28 de outubro de 2020 sob administração da Woollim Entertainment. O septeto é formado pelos membros Yunseong, Hyeop, Changuk, Dongyun, Minseo, JunHo e Alex. Logo em seu primeiro lançamento com “Nostalgia“, faixa principal do mini álbum “Boyager“, mostraram que talento e energia nunca faltariam. Trazendo o melhor de suas habilidades inegáveis, característica reconhecida entre as lendas da empresa (INFINITE, Rocket Punch e Golden Child), os rookies exibiram desde os primeiros segundos maturidade e singularidade incomparáveis.

Confira o MV de “Nostalgia“:



Quando perguntados sobre as memórias mais marcantes do período como trainees até o tão esperado debut, Minseo concordou que havia tensão e nervosismo pela expectativa de finalmente revelarem à que vieram para os fãs e todos os que contavam os dias com eles.


Minseo na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

Os momentos vividos como trainee foram só um trecho da trajetória dos membros do DRIPPIN. Em 2019, seis dos sete jovens foram inscritos no programa de sobrevivência Produce X 101. Entre eles, Cha JunHo, que integrou a formação original do X1 ao ficar em nono lugar na competição. Os outros continuaram sob a administração da Woollim, treinando para debutar conforme o anunciado no W Project 4 que prometia um grupo rookie para 2020.

Quando perguntados sobre o principal sentimento que vem às suas mentes quando lembram da época pré-debut, JunHo diz:

“Sonhos sempre se realizam.”



JunHo na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

O passado ficou para trás e o DRIPPIN estreou com grandes expectativas atendidas. Quando os primeiros teasers e imagens foram divulgadas, os fãs descobriram a identidade do sétimo membro: Alex. O maknae do grupo, diferentemente dos hyungs, não chegou a participar do Produce, sendo assim o “Woollim Boy” secreto. O rapper de 15 anos é filho de uma mãe coreana e pai alemão, por isso passou a maior parte de sua infância na Europa, com os familiares paternos.

Quando perguntados quais tipos de experiência despertavam a nostalgia, o foco principal da música de debut do grupo, Hyeop declarou que sentia essa saudade positiva sempre que acessa suas lembranças felizes.

Alex deu um relato um pouco mais pessoal, ilustrando exatamente o que é nostalgia para ele, relembrando as memórias vividas na Alemanha:

“No meu caso, quando eu penso em natação, lembro sempre da piscina que eu ia com o meu avô que está na Alemanha. Inclusive, foi onde eu aprendi a nadar pela primeira vez.”


Alex na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.


Primeiro comeback e a coragem de continuar sonhando

O grupo rookie lançou em março seu primeiro comeback com o miniálbum “A Better Tomorrow“. A faixa escolhida como single, “Young Blood“, fala sobre a coragem para continuar lutando por seus sonhos, mesmo diante de adversidades. O peso de um comeback é tão grande quanto da estreia, mas, de acordo com Changuk, a gravação e experiência como um todo foi mais divertida, pois, todos aproveitaram melhor os momentos.

Confira o MV de “Young Blood“:



Young Blood” foi um sucesso imediato. A estética e o enredo do videoclipe chamaram atenção dos fãs e k-poppers, incluindo a atuação de Dongyun no inicio, trabalhando como um atendente numa loja de conveniência, antes de ser instigado a perseguir seu destino. Ele contou um pouco sobre a experiência:

“Eu interpretei um menino que trabalha numa loja de conveniência no começo. Eu, particularmente, sempre quis fazer esses trabalhos temporários e me realizei!! [risos] E gostei bastante porque a gravação também fluiu muito mais do que a do outro álbum.”


Dongyun na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

O desempenho positivo de “Young Blood” e do miniálbum acende nos membros novos sonhos. Entre eles, Dongyun citou o de receber o prêmio de Rookie do Ano no Mnet Asian Music Awards (MAMA), além de se apresentarem no palco da premiação para os fãs:

“Gostaríamos de participar de palcos de premiações como o MAMA! O nosso objetivo atual é ganhar o prêmio de rookie!”

Outra grande meta dos membros é poder conhecer pessoalmente os fãs internacionais. A fanbase do DRIPPIN é diversa e demonstra o carinho pelas redes sociais. O septeto estreou no meio da pandemia, logo, não teve a oportunidade de realizar turnês presenciais ao redor do mundo. Os membros fizeram fansigns remotos e concertos on-line.

Mas nem tudo está perdido. De acordo com JunHo, quando tudo estiver bem novamente, eles pretendem se apresentar em muitos países diferentes:

” Gostaríamos muito de fazer apresentações em muitos países, para que possamos conhecer nossos fãs que estão em outros lugares mais longe!”


Hyeop na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

Por enquanto, o grupo continua fazendo as divulgações do comeback em rádios e entrevistas televisivas e gravando participações em vídeos para canais de entretenimento no YouTube. Quando questionados sobre suas principais motivações e ímpetos para deixar o “sangue jovem” ferver e correr atrás dos sonhos, Yunseong mencionou a energia e amor dos fãs:

“Só de pensar em ser idol e nos stages faz ferver o sangue, mas, sinceramente, quando pensamos na reação das fãs, não importa o quanto estamos cansados com o ensaio, brota uma energia e faz ferver ainda mais o ‘sangue jovem’!”


Changuk na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

Nostalgia” e “Young Blood” trouxeram dois conceitos diferentes ao grupo, mas todos afirmam querer continuar explorando novos estilos, narrativas e gêneros em seus futuros lançamentos, inclusive se aprofundando em temas como as faces mais obscuras da alma humana. Hyeop expressou suas principais intenções como um artista: “Gostaria de tentar uma música alegre e esperançosa, com características típicas de uma música latina, e também aquela que mostra um lado interior mais obscuro! Porque quando enfrentamos esse lado obscuro e o aceitamos, acho que podemos superar e ser um ‘eu’ melhor, então quero muito tentar!“.

Outro possível conceito a ser abordado é algo com mais groove e trechos contagiantes. Yunseong foi até mais além e revelou que gostaria de arriscar algo com ritmos latinos:

“Queria tentar no futuro uma música mais sexy, com groove e pegada. Ou uma música como ‘Despacito’ que tem um ritmo alegre e fica na cabeça, como chiclete.”


Yungseong na prévia do mini álbum “A Better Tomorrow”.

Se depender dos membros do grupo, o futuro do DRIPPIN será brilhante e repleto de lançamentos únicos. Para isso, eles continuam treinando diariamente e produzindo conteúdos destinados a todos que estiverem dispostos a acompanhar a história desse grupo tão carismático e habilidoso, entregando o que há de melhor em tudo que se propõem.

Ao fim da entrevista, como já é de costume, os membros deixaram uma mensagem carinhosa aos fãs brasileiros, fechando com chave de ouro. O primeiro foi Hyeop:

“Olá, fãs brasileiros! Primeiramente, gostaria muito de agradecer por todo amor incondicional que nos mandam mesmo de longe!! Quando melhorar toda a situação, nós retribuiremos tudo que recebemos pessoalmente indo para o Brasil! Amamos vocês e sejam felizes!”

Já as palavras do maknae Alex foram:

“Todos os fãs brasileiros! Acho que nós só existimos graças ao apoio e amor de vocês! Estamos sempre gratos! Nós também seremos o DRIPPIN que ajuda e diverte vocês! Sempre cuidem da saúde! E sempre amarei vocês!”

Acompanhe o DRIPPIN nas redes sociais oficiais do grupo:
TwitterInstagram – WeiboYouTubeVLIVE

Agradecimentos: Woollim Entertainment, MJTONZ Entertainment
Imagens: Woollim Entertainment (divulgação)
Não retirar sem os devidos créditos.

Bárbara Contiero

Maria-cafeína. Tenho mais livros do que amigos. Minhas roupas são 70% de brechós. Epik High me mantém acordada de manhã.

7 K-dramas para assistir no friozinho K-Dramas e Filmes com Gong Yoo para você conferir 5 K-Dramas com Park Seo Joon Round 6: Conheça a carreira do ator Lee Jungjae Idols de K-POP que já se vacinaram contra COVID-19