Entrevistas K-pop

Sorn (CLC) fala sobre paixão dos brasileiros e amizade com Pabllo Vittar

Sorn é divertida. A imagem que os fãs têm da cantora é exatamente como ela se mostra: gentil, irreverente, otimista e aproximável. A cantora, de apenas 24 anos, é integrante do popular girlgroup CLC. Nascida na Tailândia, mudou-se sozinha para a Coreia do Sul aos 15 anos para seguir o sonho de se tornar uma idol do K-POP. Estreou em 2015 junto às suas colegas do CLC e rapidamente se tornaram estrelas em ascensão com diversos hits que se popularizaram na Coreia e internacionalmente.

Seu jeito espontâneo fez com que Sorn conquistasse fãs ao redor do mundo através de suas canções e, mais recentemente, das redes sociais. Em 2021, em meio à uma pandemia global, a jovem se desafia com a estreia solo, na qual ela trabalhou diretamente desde a sua concepção. Run traz uma mensagem de liberdade e esperança para “incentivar que as pessoas sejam mais verdadeiras com suas próprias histórias”.

Conversamos com a artista com exclusividade através de uma vídeo-chamada após do lançamento de seu primeiro single e, por algum motivo desconhecido, ela te faz sentir como se a conhecesse por longos anos. Em nosso bate-papo descontraído e transparente, Sorn contou sobre os desafios por trás do inspirador Run, sua relação com os fãs brasileiros e sua amizade com a cantora Pabllo Vittar. Confira:

KoreaIN – “Run” marca seu debut solo. Como está sendo essa experiência para você? Você sente que é diferente de promover com o CLC?

Sorn – “Run” é diferente de promover com o CLC porque é minha primeira vez fazendo algo sozinha. E também foi bastante desafiador, porque senti que eu precisava colocar toda a minha experiência com o grupo, trabalhando juntas, e transformar em algo para trabalhar individualmente.
Tinham muitas coisas para me preocupar e isso envolveu muito estresse. Foi um projeto em que eu estava muito envolvida em todos os passos, desde o começo até o final. Eu fiz um trabalho onde normalmente temos 30 pessoas envolvidas, então foi muito cansativo fisicamente e mentalmente, mas senti que aprendi muito através disso. Isso também me inspirou a não me preocupar muito com os próximos projetos: esse aprendizado me encorajou a lançar mais músicas no futuro, porque agora eu sei o que precisa ser feito.

KoreaIN – Soubemos que você acompanhou de perto e estava envolvida ativamente para o lançamento de “Run”. Como foi o processo criativo para seu debut solo?

Sorn – Para a canção, eu trabalhei com a extremamente talentosa Candace Sosa, quem também já produziu músicas para o BTS. Eu conversei com ela sobre o tipo de música que eu queria, o estilo, e Candace colocou todos esses sentimentos na música.
O processo criativo que me envolvi foram nas apresentações que tive que fazer à equipe, para mostrar qual era minha visão, o que eu queria vestir, onde eu queria gravar, o que eu queria que o videoclipe mostrasse. Foi um outro aspecto criativo, colocando minhas visões no roteiro e mostrando isso para o time. Do começo ao fim, saiu tudo da minha cabeça, e foi assim que conseguimos fazer o projeto vir à vida.

Tudo que você vê nas redes sociais, sou eu de verdade, sou muito transparente. Então para os meus fãs e para o mundo todo, eu queria falar sobre mim e mostrar as dificuldades na minha vida. Queria encorajá-los a também serem verdadeiros com suas próprias histórias.

– Sorn sobre a estreia de seu single solo.

KoreaIN – A composição é bastante positiva e podemos enxergar sua personalidade divertida no videoclipe. Qual mensagem você gostaria de transmitir aos seus fãs com a música?

Sorn – Através dos meus últimos 10 anos de experiências, eu queria encorajar as pessoas a seguirem seus sonhos. Eu sou uma pessoa muito aberta nas redes sociais, então tudo que você vê nas redes sociais, sou eu de verdade, sou muito transparente. Então para os meus fãs, e para o mundo todo, eu queria falar sobre mim e mostrar as dificuldades na minha vida. Queria encorajá-los a também serem verdadeiros com suas próprias histórias.
Eu sempre falo para os fãs que caso sintam que “precisam de um amigo” ou alguém para conversar, eles podem me mandar DMs. Talvez eu não responda, mas eu vejo tudo.
Eu sei que todos têm suas próprias dificuldades, seus próprios problemas, e por causa de algumas circunstâncias eles não conseguem seguir seus sonhos, então queria que meu primeiro single tivesse um significado mais profundo. “Run” é sobre levar meus ouvintes a uma jornada em que vamos para um lugar diferente, onde ninguém irá nos dizer o que é certo ou errado. Nós podemos ser nós mesmos. Tudo é possível. Sonhos se tornam realidade. Nós estamos juntos e acreditamos em nós mesmos.
Todos temos sonhos quando somos crianças, e quando vamos crescendo e conhecendo o mundo, vemos que não é apenas flores e unicórnios. Então durante o processo, esses sonhos vão morrendo. Se possível, eu gostaria de “acender esse fogo” dentro das pessoas de novo.

KoreaIN – “Run” tem uma vibe easy-listening e alegre, com um estilo um pouco diferente das músicas do CLC que vemos você performando normalmente. Era um conceito que você já queria experimentar? 

Sorn – Eu pessoalmente gostaria muito de tentar uma vibe mais deep R&B.
Eu amo R&B, ouço muito desde nova e para ser honesta, eu queria lançar minha primeira música com um conceito mais R&B. Porém, eu percebi que tenho muitos fãs bem jovens e senti que se eu lançasse uma música assim, seria mais difícil para eles entenderem, porque esse estilo não é tão fácil de ouvir se você não está muito familiarizado. Então para minha primeira música, quis fazer algo mais easy-listening para que todas as pessoas pudessem se identificar com o single.
Para o futuro, quero tentar algo mais profundo, mais R&B e também talvez tentar músicas em outros idiomas, se for possível.

KoreaIN – Você teve alguma memória engraçada enquanto gravava o MV?

Sorn – Tiveram muitos momentos engraçados porque foi minha primeira vez gravando fora de um estúdio, então fui para cafés e outros lugares públicos. E foi engraçado, porque agora que estou pensando, eu gravei em um café e imagine você como cliente bebendo seu café e vê essa garota loira dublando uma música do lado de fora. As pessoas ficavam me olhando e provavelmente pensando “o que ela está fazendo?”.
Às vezes eu fico muito tímida porque sei que as pessoas estão me olhando, então tento ficar séria, mas provavelmente foi engraçado para eles.

@sssorn_chonnasorn

I tell myself, “Just walk away YOU ARE STRONGER THAN THIS!!”

♬ Levitating – Dua Lipa

KoreaIN – Você é muito ativa nas redes sociais e seus vídeos no TikTok têm milhões de visualizações. O que te inspira a fazer os vídeos na plataforma?

Sorn – Meus fãs me inspiram a fazer TikToks todos os dias, porque eu recebo muitos feedbacks. Faz 1 ano desde que criei a conta e, por causa disso, minhas redes sociais estão bombando. Isso me inspira muito, porque mostra que as pessoas gostam do meu conteúdo.
Eu não estou fazendo isso para ganhar mais seguidores, mas recebo muitos comentários de pessoas falando que minhas dancinhas, dublagens, ou coisas engraçadas que posto, fazem o dia das pessoas mais felizes. Eu faço isso porque quero fazer os dias dos meus fãs mais divertidos através do meu conteúdo.

KoreaIN – Você tem muitos fãs jovens. Se você pudesse dar um conselho de vida pra eles, qual seria?

Sorn – Eu não tinha percebido que tinha muitos fãs jovens, até que vi minhas redes sociais. Tenho fãs a partir de 10 anos de idade! Isso me faz sentir velha (risos). Eu ainda tenho 24 anos, mas os fãs vêm até mim para pedir conselhos de vida. Não sei se estou em posição de dizer para as pessoas o que fazerem com suas vidas, mas como estou aqui desde meus 15 anos, e passei por muita coisa, eu gostaria de dizer para os jovens fãs para não desistirem das coisas na vida. Sinto que se eu tivesse desistido no meio do caminho, eu não estaria aqui sentada, fazendo esta entrevista com você agora.
Muitas coisas acontecem na vida, temos muitas pessoas que aparecem falando o que fazer, ou o que não fazer, o que é apropriado e o que não é, e podem desencorajá-lo de seguir seus sonhos. Não se force a fazer coisas só porque as pessoas dizem, porque no final do dia, é a sua vida que você está lidando, não a de outra pessoa. E talvez você tenha que seguir nesse caminho que outra pessoa escolheu pra você.

KoreaIN – Sabemos que devido ao COVID-19 está difícil viajar e promover como era antes. Como você está cuidando de sua saúde mental durante esses dias?

Sorn – Eu tenho tentado me deixar o mais ocupada possível. Por isso eu também tenho lançado muitos conteúdos nas redes sociais, porque são divertidos e são coisas possíveis de fazer durante essa pandemia. Como todo mundo está em casa esses dias, eu sinto que fazer esses conteúdos me deixam feliz e ocupada. Também me sinto mais motivada, e minha criatividade continua trabalhando.
Eu não vou à Tailândia há 2 anos. Eu não vi meus pais ou meus amigos tailandeses durante esse tempo. Tem sido um pouco difícil ficar aqui e sei que também está difícil para diversas pessoas no mundo todo que não podem ver seus pais ou amigos, como era antes. Estou tentando me manter ocupada e sinto que se você encontrar um hobby para manter sua mente ocupada, pode ajudar a eliminar aqueles sentimentos e pensamentos negativos.

KoreaIN – Por favor nos conte o que você conhece sobre o Brasil. Podemos esperar uma visita no futuro?

Sorn – O que sei do Brasil é que vocês têm muita energia! Eu vi um vídeo no Twitter, acho que foi para o 5º aniversário do CLC, onde se via muitos fãs brasileiros reunidos cantando e dançando as músicas do nosso grupo com uma tela com nossos MVs ao fundo. Eu pensei: “o que está acontecendo?”. Achei que nós tivéssemos sido convidadas para um show lá, porque todo mundo estava muito animado celebrando nosso aniversário (risos).
Recentemente fiquei amiga de uma cantora brasileira, então tenho visto vários outros perfis para conhecer mais as músicas brasileiras e fui apresentada a um mundo novo. Quero visitar o Brasil para experimentar essa energia ao vivo!

KoreaIN – Notamos suas interações com a cantora brasileira Pabllo Vittar. Como foi esse contato?

Sorn – Um dia no Instagram, ela estava ouvindo uma música do CLC e muitos dos nossos fãs me mandaram mensagens sobre isso. Então fui checar e vi que ela é uma cantora muito popular. Eu amei o estilo dela, super irreverente! Eu queria dizer “oi” e “obrigada por ouvir nossas músicas”. Então eu a segui, ela me seguiu de volta e comentou alguns dos meus posts. Assim, resolvi mandar uma mensagem para agradecer o apoio.
Falei para Pabllo que estava muito grata pelo apoio, por ouvir o CLC, por gostar da nossa música. Contei que amei o estilo dela e que as músicas são muito boas. Eu mandei muito amor, foi muito legal e agora somos amigas virtuais (risos). Também conversamos sobre muitas coisas e sobre uma possível colaboração em breve se for possível.

KoreaIN – Os fãs brasileiros amam suas músicas e sua personalidade! Pode deixar uma mensagem para eles?

Sorn – Para meus fãs brasileiros, gostaria de agradecer todo o apoio e o amor, especialmente esses últimos dias, eu realmente sinto isso. Quando a pandemia terminar, eu com certeza irei visitá-los, porque quero encontrar todos vocês pessoalmente. Espero muito que ano que vem possamos nos ver ao vivo, performar e ter uma festa no palco!

Convidamos a Sorn para compartilhar algumas de suas memórias e itens favoritos. Veja mais:

Não retirar sem os devidos créditos.
Agradecimentos: Cube Entertainment

Imagens: Divulgação.

Carol Akioka

27 anos
Diretora na KoreaIN Magazine
https://www.instagram.com/carolakioka

Você também pode gostar...