Entrevistas

[ENTREVISTA] ROCKET PUNCH fala sobre trabalho em equipe, bastidores e manda recado para fãs brasileiros

O sexteto Rocket Punch, administrado pela Woollim Entertainment, lançou seu mais recente comeback na segunda (17). O girl group concedeu uma entrevista enérgica e divertida à Revista KoreaIN e falaram sobre os fãs brasileiros, memórias das gravações, dicas de entretenimento e diferenças entre pré e pós-debut.



Assim como todos, nós também estávamos curiosos para mais detalhes do álbum e MV que levam o nome do novo single Ring Ring, então perguntamos sobre diretamente ao grupo. De acordo com as meninas, o conceito apresentado mostra o lado fofo e refrescante do Rocket Punch nessa nova trajetória. Já sobre a coreografia, Yeonhee apresenta o key point do single e o explica como o ato de colocar uma mão em cima de um disco de DJ e posicionar a outra mão no ouvido sentindo a música e movimentando os pés.

Confira o MV de Ring Ring:



Os bastidores das gravações são sempre interessantes, por isso questionamos se as meninas possuíam alguma memória engraçada para compartilhar conosco. Todas concordaram que a gravação do MV foi muito divertida e Dahyun disse que a cena dos fogos de artifício foi o momento mais memorável para ela, mesmo tendo um pouco de medo. Já Suyun diz que nas cenas que tiveram que contracenar em duplas, quando havia troca de olhares elas ficavam com muita vontade de rir, e Juri estava sempre a encarando e rindo.

Pedimos às meninas que nos descrevessem a força do Rocket Punch em uma palavra. Yeonhee deu a seguinte definição:

“Teamnergy!”

Uma junção de team work (trabalho em equipe em inglês) + energy (energia)

Ela ainda completou com “sinergia”, rimando com a palavra recém criada para definir a energia e o trabalho duro do grupo.

Quando perguntadas sobre a maior diferença entre o pós e o pré-debut, as integrantes do grupo em unanimidade acreditam que a existência dos fãs é a maior. Antes só podiam pensar em ter pessoas que pudessem apoiá-las e amá-las, então se esforçaram para que o pensamento se tornasse um objetivo que agora é um fandom com pessoas reais chamado Ketchy. Poder interagir e preparar apresentações para os fãs também é uma grande diferença para elas.

É sempre legal ter indicações de entretenimento como livros, filmes e por isso perguntamos se elas poderiam recomendar algo legal para os fãs ao redor do mundo. De forma descontraída e graciosa, as meninas se indicaram como um bom entretenimento, também recomendaram o Punch Time, um canal no YouTube onde os fãs podem se sentir mais próximos do cotidiano das meninas. Para Yunkyoung o canal oficial do grupo também é divertido pois os conteúdos do debut até os dias de hoje se encontram lá. Todo mundo se segurou mas no final não teve jeito, a Netflix também foi citada como recomendação para o entretenimento.

Não podia faltar uma perguntinha relacionada ao Brasil, então fomos direto ao ponto com o que vem à cabeça quando as integrantes do grupo pensam no país. As respostas variaram entre dança, alegria, paixão e energia. A imagem do fã brasileiro para elas é a de que há a possibilidade de interação com qualquer um sem preconceito, agregando energias e se divertindo. Elas acreditam que a soma entre o grupo e os fãs brasileiros não ia ser brincadeira, seria uma atmosfera calorosa, e terminam dizendo que querem muito  ver  os fãs brasileiros.

Confira a entrevista completa:



Siga o Rocket Punch nas redes sociais do grupo para acompanhar as novidades sobre o grupo:
Twitter: @RCPC_members (integrantes) / @RocketPunch (grupo)
Facebook: @Rocket Punch
Cafe Daum: @RocketPunch
Instagram: @official_rcpc_
Site oficial: Rocket Punch
Youtube: Rocket Punch / 펀치 타임 Punch Time
Tik Tok: @official_rocketpunch
Weibo: @officialrcpc
V-LIVE: @Rocket Punch

Lahissa Pereira

Estudante de Relações Internacionais e Jornalismo, amante da Hallyu e a louca dos shows.

Você também pode gostar...