loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Cultura Datas comemorativas

Curiosidades interessantes sobre namoro na Coreia do Sul

O amor está no ar! Seja nos dramas, webtoons ou músicas, a Coreia exala romantismo em mínimos detalhes que, algumas vezes, passam despercebidos por olhos estrangeiros. Pode ser considerado um lugar ideal para os apaixonados e suas obras cinematográficas deixam-nos curiosos para descobrir como, de fato, são os relacionamentos no país asiático. Veja alguns detalhes interessantes sobre namoro na Coreia do Sul:

Conhecendo alguém

GettyImagens | IStockPhoto (reprodução)

Assim como em  qualquer outro país ao redor do globo, na Coreia existem várias formas de conhecer um novo amor, pode ser alguém da escola, do trabalho, alguém que você conheceu em um café enquanto usava um coque frouxo e comia uma maçã. Mas uma forma usual dos coreanos encontrarem novas pessoas é por meio de amigos em comum, um costume conhecido como “소개팅” (sogaeting) ou “encontro às cegas”.

Além dessa apresentação por amigos em comum, esses encontros também podem acontecer por meio de agências especializadas em casamento. Os candidatos geralmente são divididos por idade, aparência, escolaridade, renda salarial, entre outros quesitos que variam de cada empresa, e são para pessoas que normalmente visam o casamento.

Encontros: Quem paga a conta?

Shutterstock (reprodução)

Diversos fatores têm influenciado diretamente no tradicional pensamento de que os homens devem pagar a conta. Com o aumento do desemprego e a grande disputa por trabalho, muitos estão ficando com menos dinheiro sobrando, o que leva os casais a dividirem a conta de restaurantes e locais que frequentam.

Contudo, ainda é costume que o homem arque com o primeiro encontro e talvez com os próximos, embora alguns casais optem por dividir de forma que cada um pague a conta de um local frequentado naquele dia. Por exemplo, enquanto um paga o restaurante o outro pagará o cinema. Conforme o relacionamento avança, a decisão de pagar a conta será mais facilmente tomada.

“A partir de hoje, dia 1”

GettyImages (reprodução)

Datas marcantes sempre se tornam especiais e merecem ser festejadas. Na Coreia, é comum celebrar o dia da formatura, o casamento, a fundação de uma empresa e, claro, o primeiro dia de namoro. Os dias de namoro serão contados a partir do dia do pedido e, após isso, virão várias datas especiais, como os aniversários de 100 e 200 dias, 1 ano, 1000 dias, etc. Mas além destes, os coreanos possuem datas mensais especiais para celebrar seus relacionamentos, conhecidas como “Os 12 ‘Dias dos Namorados”, que acontece no dia 14 de cada mês.

Couple Outfits

Romantiko, 203 showroom, lovinthere (reprodução)

Usar roupas combinando em um encontro é uma forma de demonstrar, publicamente, que aquelas pessoas são um casal (embora tenha se tornado normal o uso de peças combinando entre amigos). Além disso, para os casais mais reservados, há os chamados couple sets, conjuntos de acessórios combinando que, apesar de não serem vistos por outros, são uma lembrancinha especial para a pessoa amada.

Afeto em público

Instagram – @hyunah_aa

Se estiver em um relacionamento na Coreia, poderá notar que a outra pessoa pode não estar aberta para demonstrações públicas de carinho. Beijos apaixonados e abraços constantes podem não ser bem vistos por outros, pois são encarados como momentos especiais e românticos que devem ser aproveitados em um ambiente privado. Em público, normalmente, se vê os casais andando de mãos dadas ou com o braço em volta do corpo do outro, demonstrações de afeto que fazem o casal apaixonado se sentir mais próximo.

Mantendo contato

Freepik (reprodução)

Os coreanos costumam estar próximos de seus celulares a maior parte do tempo, há wi-fi por toda a parte e seus celulares, normalmente, possuem pacotes de dados ilimitados, logo é normal a troca de mensagens constante, principalmente durante o início do namoro. Este contato contínuo é encarado como uma demonstração de carinho e atenção com a pessoa amada, enquanto a falta dele pode ser encarado como sinal de desinteresse. Por isso, é importante manter o celular por perto e não ter medo de demonstrar seu amor com emojis, a outra pessoa estará grata por isso.


No fim das contas, o namoro na Coreia do Sul possui alguns aspectos bem diferentes do que conhecemos aqui no ocidente. Qual desses costumes chamou mais a sua atenção? Conta pra gente nos comentários.

Fonte: (1), (2)
Imagens: Reprodução.
Não retirar sem os devidos créditos.

Helen Melo

23 anos. Apaixonada por música, encontrou no K-World sua fonte de serotonina diária. ELF de carteirinha e membro do mundo hallyu desde 2012, busca levar o amor pela cultura asiática do Oiapoque ao Chuí.

Performances do KPOP que usam a Língua de Sinais GIRLS PLANET 999: Conheça o novo survival show da Mnet 5 Dramas com Kim Seonho Porque Idols de KPOP debutam no Japão? 8 apresentações icônicas do KPOP