Justiça

Yang Hyun Suk e B.I são indiciados pela promotoria em caso relacionado ao uso de drogas pelo rapper

A Promotoria do Distrito Central de Seul divulgou nesta segunda (7) que Yang Hyun Suk e B.I foram indiciados no caso do envolvimento do rapper no uso de drogas. Cada réu foi indiciado por um motivo, B.I responde por violação do ato de controle de narcóticos. Já Yang Hyun Suk responde por ameaças feitas ao informante do caso.



O caso ocorreu em 2016, mas só foi revelado em 2019. Na época, isso resultou na saída de B.I do iKON. O rapper foi acusado de compra e uso de maconha e LSD, adquiridos de um conhecido – citado no processo como A – e admitiu algumas das acusações. Em fevereiro, ele passou por testes toxicológicos e que deram resultado negativo. Porém, Yang Hyun Suk teria coagido e ameaçado A, fazendo com que o informante mudasse seu testemunho. No fim, B.I foi absolvido das acusações.

A afirmou que as investigações contra B.I foram acobertadas por causa das conexões entre a YG Entertainment e a polícia e que o responsável por tudo isso foi Yang Hyun Suk. Em junho de 2019, a acusação foi levada para a comissão anti-corrupção e todas as provas foram entregues à promotoria. A Polícia Distrital de Gyeonggi encaminhou o B.I e Yang para a Promotoria do Distrito de Suwon com recomendação de indiciamento e os casos foram transferidos para a Promotoria de Seul, que investigou por aproximadamente um ano.

Apesar de Yang Hyun Suk ter negado as acusações, o caso foi mantido após ele e A terem sido interrogados. A primeira audiência de Yang está marcada para 25 de junho e a de B.I para 9 de julho. Continuaremos acompanhando o caso para mais atualizações.

Fonte: (1)
Imagens: Reprodução e IOK Music
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Você também pode gostar...