loader image

Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

TV

Final do drama “The Penthouse” gera controvérsia sobre saúde mental

AVISO DE GATILHO: O texto a seguir contem termos que podem causar gatilhos. Recomendamos cautela ao prosseguir a leitura.

O episódio final do drama The Penthouse causou polêmica entre os telespectadores ao retratar a morte de alguns personagens da trama, mais precisamente na glorificação do suicídio. A jornalista Tae Yuna, do 10asia, trouxe algumas das opiniões trazidas no debate sobre o enredo do seriado.



Na história, a personagem Shim Soo-ryun, interpretada pela atriz Lee Ji-ah, é uma mulher que carregava um grande arrependimento pelo seu passado. No contexto de sua narração, o suicídio soa como um sacrifício nobre para todos. Uma das regras de produções televisivas e cinematográficas recomenda que produções sejam cuidadosas ao retratar cenas de suicídio, mas The Penthouse foi além disso ao mostrar a personagem no paraíso.

Após a transmissão, telespectadores se mostraram indignados com a forma que a história tratou a morte de Shim Soo-ryun. Alguns comentários acusaram o drama de “embelezar” a morte enquanto outros apontaram que isso podia gerar imitação por parte do público.

Em 2019, o Ministério da Saúde sul-coreano e o Centro de Prevenção de Suicídio fizeram uma lista com quatro critérios para evitar mortes acidentais causadas pela retratação de cenas de suicídio em seriados e filmes:
1. Não descrever o método ou ferramentas usadas na morte;
2. Não mostrar ou glorificar o suicídio como uma forma de resolver problemas;
3. Evitar cenas com suicídio coletivo ou após um assassinato;
4. Retratar de forma cautelosa cenas com suicídios de adolescentes.

A abordagem usada em The Penthouse mostrou o suicídio como um ato de sacrifício e amor materno. Para os telespectadores, tal descuido poderia, entre outros, agravar a depressão e até mesmo influenciar comportamentos semelhantes ao público.

Apesar da preocupação por parte de alguns, o drama dominou a audiência, sendo o programa mais assistido em todos os 14 episódios. De acordo com a Nielsen Korea, o último capítulo do seriado teve 19.1 pontos com pico de 21.6 pontos.

Se você precisar ou conhecer alguém que precise de ajuda, procure o CVV. O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Ligue 188 ou acesse www.cvv.org.br

Fonte: (1), (2)
Imagem: SBS (reprodução)
Não retirar sem os devidos créditos.

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

Saúde Mental: 6 Idols de K-POP que já falaram sobre o assunto O que é um center no K-POP? 5 K-Dramas dublados na Netflix Coreógrafos mais populares do K-POP Grupos de K-POP que continuam juntos mesmo em agências diferentes