Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Saúde

Coreia do Sul tem aumento de casos críticos de COVID-19

A Coreia do Sul enfrenta novas complicações nesta pandemia de COVID-19. Neste domingo (19), o país teve uma leve diminuição no número total de casos registrados, mas o número de casos críticos aumentou e, pela primeira vez, passou de 1000 por dia.


De acordo com o Centro Coreano de Controle e Prevenção de Doenças (KDCA), os registros de novos casos neste domingo ficou abaixo de 7000 casos diários pela primeira vez em 5 dias. No total, foram registrados 6236 infecções. O total acumulado de casos desde o início da pandemia está em 565.098.

Por outro lado, o número de casos críticos aumentou. Foram registrados 1000 casos no sábado e 1025 no domingo. O último pico registrado havia sido de 989 casos.

O número de óbitos neste domingo foi de 78, aumentando o total para 4722. A taxa de mortalidade está em 0,84%. Por último, 12 novos registros de infecção com a variante Ômicron foram detectados. O total agora está em 178 casos.

O aumento dos casos também está gerando uma crise hospitalar, já que os casos críticos exigem maiores cuidados médicos. Esta tendência já ronda o país desde o final de novembro. Neste fim de semana, a taxa de ocupação de leitos de UTI com pacientes de COVID-19 estava em 87.6% em Seul e 79.1% no país. Apenas 279 leitos estavam disponíveis para novos pacientes até este sábado (18). Mais de 31000 pacientes estão sendo tratados em casa.


Medidas restritivas

Na última quinta (16), o presidente Moon Jae-in anunciou que o país voltaria a aplicar as medidas restritivas para evitar novos contágios pelo vírus. De ontem (18) até 2 de janeiro, o número máximo de pessoas permitido em reuniões é de quatro e os estabelecimentos comerciais só poderão funcionar até às 21 ou 22 horas, dependendo do tipo de serviço.

Além disso, apenas pessoas que estejam completamente imunizadas poderão frequentar bares e restaurantes. Não-vacinados só poderão frequentar os estabelecimentos se estiverem desacompanhados ou apenas para levar pedidos para viagem.

As escolas na região de Seul retomarão ao ensino remoto ou só poderão receber 75% dos alunos de forma presencial. Tais medidas não se aplicam para alunos da primeira e segunda série do ensino fundamental.

Por último, eventos em locais abertos estão liberados com capacidade máxima de 300 pessoas e apenas sob aprovação das agências governamentais.


Taxas de vacinação

Até o domingo (19), a KDCA registrou que 84.7% da população do país – de 52 milhões de pessoas – já haviam tomado uma dose da vacina contra a COVID-19. 81.9% já completaram a imunização com as duas doses necessárias e 22.5% receberam a dose de reforço.

Fontes: (1), (2)
Imagem: Kim Kyung-Hoon (REUTERS)
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

Greyce Oliveira

Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

K-Dramas para assistir depois de Again My Life Os perfumes dos membros do BTS Idols de K-POP parte da comunidade LGBTQIA+ 5 K-dramas com Park Jinyoung (GOT7) Curiosidades sobre o BL Kinnporsche The Series