Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Sociedade

Empresa de laticínios coreana se desculpa por propaganda controversa

A Seoul Milk, uma das maiores empresas do ramo de laticínios da Coreia do Sul, divulgou uma nota para se desculpar por um comercial polêmico.


O vídeo – que já foi retirado dos canais oficiais da marca, mas está sendo postado por outros usuários no YouTube – mostra um homem filmando secretamente um grupo de mulheres em um campo aberto. Todas vestem branco e fazem o que parece ser poses de yoga. Após o cinegrafista fazer um barulho, sua presença é percebida e todas as mulheres se transformam em vacas.

Veja o vídeo abaixo:



Muitos telespectadores compararam comportamento do cinegrafista do vídeo aos chamados “molkas“, como é chamada a prática de filmar pessoas secretamente. Além disso, o comercial também gerou debates sobre sexismo ao escolher representar as mulheres como vacas.

A declaração de desculpas foi postada pela Seoul Dairy Cooperative, empresa parceira da Seoul Milk:

Pedimos sinceras desculpas a todos que se sentiram desconfortáveis com o comercial de leite lançado dia 29 do mês passado.

Estamos levando este assunto de forma séria e conduziremos uma revisão interna. Tomaremos cuidados extra para que incidentes assim não ocorram no futuro.
Curvamos nossas cabeças em forma de desculpas.

Esta não é a primeira vez que a Seoul Milk é alvo de protestos desta natureza. Em 2003, a empresa fez um evento para promover sua mais nova marca de iogurtes. Na ocasião, um grupo de três modelos fez uma “performance artística” que consistia em espalhar iogurte e farinha de trigo em seus corpos nus.

O caso foi levado à justiça e Kang Mo, presidente da marca, foi condenado a pagar uma multa de 5 milhões de wones (pouco menos de R$24 mil reais) por obscenidade. As modelos que participaram da performance também foram multadas. Duas delas, identificadas como Wi e Choi, foram penalizadas em 500 mil wones (aproximadamente R$2400 reais). Já a terceira, identificada como Park, teve de pagar 2 milhões de wones (cerca de R$9.600) pois, além de participar da apresentação, também era presidente da chamada Associação Coreana de Modelos Nuas.

Fontes: (1), (2)
Imagem: reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    6 k-dramas com casais “friends to lovers” Jogadores brasileiros em times de futebol asiáticos 6 K-Dramas com Kim Ji-hoon K-Dramas e filmes com Lee Hyun Woo 5 K-Dramas com Choi Hyun-wook