Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Justiça

Internauta é suspeito de falsificar notificação judicial por comentário contra Jisoo (BLACKPINK)


Um internauta sul-coreano postou em uma comunidade on-line uma notificação judicial sobre uma suposta reclamação feita contra ele. O motivo do envio do documento teria sido comentários maliciosos feitos por ele contra Jisoo (BLACKPINK).


O título da postagem do internauta – identificado apenas como A – era “Acho que estou sendo processado por uma celebridade“. No texto, ele conta: “Quando cheguei em casa, havia um documento da polícia. Não sei se escrevi este comentário no endereço de IP da minha casa ou do meu celular, mas acho que foi no do meu celular. Durante a investigação, caso eu diga que não fiz isso, a reclamação poderá ser retirada? Se houver multa, de quanto será?

Junto à postagem, A anexou uma foto da notificação. De acordo com o suposto documento, ele estava sendo intimado e teria que comparecer em corte. Além disso, a reclamante seria a própria Jisoo.

Porém, a situação tornou-se suspeita após outro internauta – identificado como B – apontar diversos erros tanto no documento em si quanto nos procedimentos envolvidos no envio. Primeiramente, notificações são enviadas apenas por carta registrada, coisa que não aconteceu neste caso. Quanto à estrutura do documento, B apontou que eles não são impressos em folhas de formato A4 e nem dobrados ao meio conforme a foto mostra.

Também há erros nas informações contidas no documento, incluindo no nome da lei que o internauta A supostamente desobedeceu. Com tantos detalhes, B concluiu que a notificação parecia ter sido falsificada. B chegou a pedir que A postasse o envelope no qual recebeu o documento para verificar se era igual os utilizados pelos tribunais do país, mas o autor apenas deletou a postagem.

O que A talvez não saiba é que falsificar documentos oficiais também configura como um crime. Se a fraude for comprovada, ele poderá responder pelo Artigo 225 do Código Penal que diz que fabricar ou falsificar documentos é crime. A punição pode ser de até 10 anos de prisão.

Fonte: (1)
Imagens: Reprodução e YG Entertainment
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    5 K-Dramas com Choi Hyun-wook Curiosidades sobre o BL coreano To My Star K-Dramas e Filmes com Son Seok Koo K-Dramas para assistir depois de Again My Life Os perfumes dos membros do BTS