Sua principal fonte de cultura coreana e conteúdo exclusivo sobre KPOP.

Sociedade

Streamer Jo Jang-mi falece aos 27 anos

[AVISO DE GATILHO] O texto a seguir contém termos sensíveis que podem servir de gatilho. Recomendamos cautela ao prosseguir a leitura.

A streamer Jo Jang-mi, que ficou famosa por seus vídeos e transmissões na Twitch na qual aparecia jogando videogames e fazendo mukbang, faleceu aos 27 anos.

Nas redes, Jo atendia pelo nome de BJ Jammi. Desde 2019, ela sofria de depressão e tornou-se alvo de ataques on-line. Em uma transmissão feita em maio de 2020, ela comentou com seus seguidores: “Estou tomando medicação para minha depressão, que é causada pelos comentários“.

A origem dos comentários de ódio foram um gesto feito pela streamer em uma transmissão feita em 2019. Alguns espectadores interpretaram como um gesto feminista e começaram a atacar Jo. Ela chegou a fazer dois pedidos de desculpa, mas os ataques não cessaram.

A causa da morte não foi revelada à mídia, mas uma postagem feita por alguém que se diz tio dela afirma que Jo tirou a própria vida. A mensagem aparece no canal de Jo na Twitch e diz: “Olá, sou tio de Jang-mi. Estou escrevendo para informar a todos que BJ Jammi tirou sua própria vida. A causa da sua morte foi depressão, que começou devido ao grande número de comentários e rumores sobre ela“.

A morte da BJ acendeu mais um alerta sobre a seriedade dos comentários de ódio postados em comunidades on-line e nas redes sociais. No caso de Jo, um de seus maiores haters era o youtuber PPKKa. No último sábado (05), ele chegou a postar um vídeo de desculpas, mas levantou mais respostas negativas que positivas.

Internautas abriram uma petição no site da Casa Azul pedindo punições para autores de comentários de ódio na internet. Em apenas um dia, mais de 30 mil assinaturas foram coletadas.

Desejamos condolências para os familiares, amigos e fãs de Jo Jang-mi.

Se você precisar ou conhecer alguém que precise de ajuda, procure o CVV. O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Ligue 188 ou acesse www.cvv.org.br

Fonte: (1)
Imagem: reprodução
Não retirar sem os devidos créditos.

Tags relacionadas:

  • Greyce Oliveira

    Cearense de Fortaleza, é metade uma humana normal professora de Inglês e metade ELF(a) precisando (talvez) de tratamento para parar de falar no Super Junior toda hora.

    Curiosidades do BL coreano Cherry Blossoms After Winter Idols de K-Pop que possuem tatuagens 7 K-Dramas com Ahn Hyo Seop Motivos para assistir o K-Drama Twenty-Five Twenty-One Curiosidades sobre o K-drama BL Semantic Error